Uma segunda-feira de primeira: Ainda em ritmo de férias, festas, começo de ano e o escambau, vou deixar o blablablá pra depois e ir direto ao assunto. Separei algumas belas canções de duas figuraças que conheci pelos saraus e quero que você conheça também. (Tem mais uma de brinde, de um terceiro compositor, lá no pé do post). São pérolas que não tocam no rádio, mas deveriam tocar. Se são belas, originais e poéticas, por que não tocam? Por não pagarem jabá? Ou por não aceitarem entrar em esquemas corruptos? O artista inventivo, que não faz música pensando somente no apelo comercial e no entretenimento fácil, tem que ter espaço também. Se não tem esse lugar no rádio nem na tevê, ao menos aqui ele está garantido. De graça. E com todo prazer. Vamos ouvi-los, pois!

 

EDVALDO SANTANA. Nada fácil escolher apenas algumas canções desse grande compositor, cantor e guitarrista. Você sabia que esse cara é parceiro de Tom Zé, Itamar, Arnaldo Antunes? E também de grandes poetas como Leminski, Akira Yamasaki e Ademir Assunção? Esse coração solidário está sempre presente nos saraus da cidade e nos eventos culturais de São Miguel (o clipe mostrando o cotidiano do bairro é sensacional!). Edvaldo  rasga a voz pra cantar sua gente. Da estirpe dos ‘baitas’ (como diz o Akira), é daqueles que jamais se vendem. Bom saber que ainda existe artista assim. Ele sabe que o amor é de graça. Ouça esse lobo solitário e conheça sua obra.

 

PEDRO LUA. Reverenciado por todos os músicos que o conhecem, esse cara além de tocar guitarra base e fazer o solo simultaneamente, compõe canções geniais. Lançou disco independente nos anos 1980, participou de alguns programas de tevê da época, depois foi ficando na dele, fazendo shows em bares e saraus. Não há muitos registros na internet, mas você precisa conhecer esse grande artista. Veja a fera em ação (a gravação apresenta problemas, mas vale a audição) na inspirada Love Hollywoodiano. E ouça também a bela e misteriosa Babulina, (uma canção praieira, à la Dorival Caymmi) na voz de seu parceiro José Carlos Guerreiro e a delicada Balada 57, cantada por José Carlos Cordeiro (artistas de quem também falarei futuramente). Pedro Lua é pedra rara.

 

 

AGENDA …. … … 

Sarau Pense Já. Dia 9 de janeiro, sábado, 17h,  no Espaço Cultural Opereta – Poá – SP

https://www.facebook.com/poetacleyton/videos/vb.438478962997235/528702387308225/?type=2&theater

Nosso Sarau Show. Dia 9 de janeiro, sábado, 21h30, no Bar 2 Santo, bairro do Bexiga. Coordenado por Thomaz Gomide, o espetáculo apresenta vários estilos de música e conta com a participação da plateia. Entrada grátis, paga-se apenas consumação.

 

Gira de Compositores. Dia 9 de janeiro, sábado, das 18h às 22h. O cantor Kleber Albuquerque recebe amigos compositores para uma roda de música totalmente acústica e informal em um quintal da Mooca.

Fechando a lista das belas canções que você não ouve no rádio, posto essa obra-prima do Kleber (aqui a versão original) que ouvi lá no quintal. A letra é um poema!

Com essas canções, desejo que a sua primeira segunda-feira de 2016 seja de êxtase e encantamento.