Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A quarentena, os artistas sem trabalho (e sem direitos trabalhistas) e as janelas gritando ‘fora, fascista!’

Por Arnaldo Afonso

   

O povo foi à janela e gritou pra exorcizar: ‘Fora, Bolsonaro’, ‘fora, torturadores’, ‘fora, ditadores’, ‘fora, fascistas’, ‘fora, incompetentes’ e ‘fora’ diversos outros ‘demônios’ que afligem nosso cotidiano. Até o presidente idiota, que dias antes incentivou seus seguidores a participarem de um ato anticonstitucional (contra a democracia, o Congresso e o STF) e os cumprimentou pessoalmente na rampa do Planalto (dando péssimo exemplo ao desdenhar do coronavirus), foi obrigado a recuar de suas posições idiotas. Sim, eu repeti duas vezes o termo ‘idiota’. Mas esse presidente faz por merecer. Precisamos urgentemente tirar esse despreparado do poder (e afastar toda a sua equipe de lunáticos e abilolados sem noção da realidade). O blog, além de comentar a situação dos artistas (sem trabalho e sem dinheiro), aponta uma série de eventos online, com dicas de alguns filmes e cursos. Continuemos na resistência (aos idiotas, ao fascismo e, agora mais essa, ao coronavirus)

 

… … …

ARNALDO AFONSO CANTA
AS MÚSICAS DE CARTOLA

… … …

Logo após a minha última postagem (na quinta-feira passada), começou a escalada de cancelamentos e adiamentos de eventos por precaução à pandemia do coronavirus. Foi o caso do meu próprio show na Carauari (veja a chamada, abaixo). Seria apenas um encontro intimista, para poucos amigos, visando produzir vídeos e fotos para o meu material de divulgação nos Sescs. Mas, nesse momento, não podemos ser irresponsáveis (como o idiota que está na presidência do país). O show foi adiado e eu informo a nova data assim que a pandemia estiver sob controle. Agradeço o apoio de todos (principalmente de Andrea & Toninho, de Kita, Gustavo Pera, Roberto Candido e dos amigos que já tinham confirmado presença). Vamos nos cuidar e aguardar.

SHOW ADIADO … Arnaldo Afonso (este blogueiro) fará, assim que passar a quarentena, a pré-estreia de seu show com canções e histórias sobre o grande sambista Cartola. A entrada será franca, mas, como o número de lugares é limitado, o espetáculo será apenas para 20 convidados (quem quiser ver, se prepare para fazer reserva pelo in box do Facebook assim que a nova data for divulgada). Será no salão anexo ao CarauariBar e Mercearia, à praça Carauari, 8, na Vila Maria

‘MESTRE CARTOLA – VIDA E OBRA EM VERDE E ROSA’ >>> Nas minhas participações em saraus já tenho me apresentado com um visual que remete ao dos sambistas cariocas dos anos 50: calça larga, sapato de bico fino, camiseta de listras horizontais e chapéu claro. O figurino é para melhor ambientar as minhas interpretações das canções de Angenor de Oliveira, o popular Cartola, um dos maiores compositores brasileiros de todos os tempos (apesar da caracterização, não interpreto o músico: faço o papel de um cantor que o admira e narra sua história). Há alguns anos escrevi a peça “Mestre Cartola: Vida e Obra em Verde e Rosa“, que agora adaptei para um espetáculo musical de uma hora, onde canto dez canções e conto algumas curiosidades sobre ele. Neste ano em que completamos quatro décadas sem o Mestre, vou levar suas melodias às Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas, Sescs, escolas e centros culturais

 

… … …

MINHAS ANDANÇAS POR AÍ
(E UNS LANCES ONLINE)

… … …

DE QUINTA A DOMINGO >>> Na semana que antecedeu à quarentena, vi alguns shows e peças. Finalmente conheci o Teatro Piccolo, cuja programação é organizada por Tin Oliveira e Tati Barboza (artistas da banda Issoo!). O simpático teatro fica num palco montado de frente para a rua Avanhandava (perto do restaurante Famiglia Mancini). As pessoas vão passando e parando pra curtir as atrações. A dupla Pê Éfe (Pedro Milanesi e Filó – na primeira foto) cantou algumas canções de seu cd ‘Aragem’. As atrizes Kate Hansen e Liza Vieira (foto 2), sob a direção do lendário Sebastião Apolônio, apresentaram um divertido esquete adaptado de texto francês do Teatro do Absurdo. E ainda rolou o show Sapateado Corda Bamba (foto 3), com música, violão e dança. Perto dali, passei no teatro dos Parlapatões (na praça Roosevelt) e vi, da rua, algumas canções autorais num belo show de mpb (saraus e peças também sempre acontecem por lá). Subindo a Augusta, na Matias Aires, o Hotel Bar recebia o jazz instrumental e experimental do ótimo trio Muvaru (na foto abaixo, em outro show), liderado pelo saxofonista Dharma Samu, com Luis Lucena, no baixo e Zé Felipe, na bateria. Eita sonzêra boa: os caras quebraram tudo!

MAS A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA… >>> Ainda no domingo, vários eventos já foram adiados. E outros, cancelados de vez. Na segunda os Sescs anunciaram que estarão fechados até 31 de março. As Casas de Cultura e muitos teatros também fecharam. Por isso, nem divulgo neste post a totalidade da programação do agendão (deixei só os programas de rádio e internet e as expos que têm visitação controlada). Alguns artistas estão aproveitando para transmitir online as suas apresentações (veja mais abaixo). Outros, se viram dando aulas de canto e violão. Na Europa, com a população em quarentena, leio que os governos começam a suspender ou adiar o pagamento de contas de água, gás e luz. Nos EUA, criaram linhas de crédito com juros a quase zero para os comerciantes. E como ficamos nós, artistas autônomos brasileiros? Nós, que os fascistas bolsonaristas chamam de ‘vagabundos’? Nós que temos um presidente irresponsável que desdenha da gravidade da pandemia? Nós que ganhamos nosso sustento a cada apresentação? Durante esses dois próximos meses, não vai entrar dinheiro nenhum (você que votou nesse impostor achando que a perda de direitos trabalhistas aqueceria a economia, está satisfeito com o desastre?). Apesar do presidente irresponsável (aliado do ‘bispo’ oportunista) não acreditar na letalidade do vírus, a gravidade dos acontecimentos se impôs e a equipe econômica de Guedes foi obrigada a dar alguma satisfação à população (como os R$200 aos trabalhadores informais, a serem aprovados). Fosse um governo sério e que se importasse minimamente com seu povo, eu até relevaria a quantia ridícula e elogiaria a boa intenção, dentro de um pacote de auxílio emergencial mais consistente. Mas desses fascistas sabemos bem que só vêm idiotices e preconceitos. Vamos tentar sobreviver a eles. E ao vírus também. E depois, nas eleições, temos que reverter esse baita retrocesso! Ontem, dia do panelaço contra Bolsonaro, eu saí do aconchego do meu bar e fui pro meio da rua batendo um garfo no meu copo de cerveja e gritando: “fora fascistaaaaaaasss!!!!”

A QUARENTENA E O BOLSARTISTA >>> Nesse período de precaução contra o coronavirus (previsto para dois ou três meses), como ficamos nós, artistas? Desde o impeachment de Dilma (sob Temer e Bolsonaro), a ‘nova’ legislação trabalhista vem detonando as árduas conquistas sindicais (e os vínculos profissionais) dos trabalhadores e os colocando cada vez mais na informalidade. Claro que quando uma crise qualquer acontece, sofre muito mais quem não tem a proteção da CLT. As únicas atitudes do atual (des)governo foram a diminuição da jornada de trabalho e do salário pela metade. Segundo Guedes, ‘para preservar emprego’ (por que não proibir demissões nesse período, ministro?). Mas o aluguel, cairá pela metade também? E a água, a luz, o gás? E a compra no supermercado, pode ser paga pela metade? Sob pressão, eles divulgaram os R$200 mensais para os informais (risos)… Como trazer à realidade esse bando de sem noção que está no poder? De nossa parte, já existe um movimento coletando assinaturas para que o (des)governo que nos rege ampare o trabalhador das artes. É o ‘BolsArtista contra a Crise‘. Claro que Bolsonaro e ministros estão aí só para defender os interesses do grande capital e são contra tudo que beneficie os trabalhadores (ainda mais se forem artistas, que, em sua imensa maioria, são  ativistas das causas de preservação ambiental, das liberdades individuais e da democracia – coisas que ‘o coiso’ abomina). Mesmo sem acreditar no resultado positivo da empreitada, me junto ao movimento. Afinal, além de exigir nossos direitos, a gente precisa aporrinhar um pouco a vida mansa desses capachos do patronato. Saiba mais aqui (veja também a petição pedindo isenção de contas para os artistas)

LIVES COM CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS >>> Pelo Instagram algumas artistas farão lives com contação de histórias para entreter as crianças durante a pandemia (clique nos nomes): Fafa Conta: 10h30 (seg, qua e sex) e 16h30 (ter e qui) … Mãe que lê: 11h … Carol Levy: 11h30 e 20h (live pra dormir) … Marina Bastos: 12h30 … Camila Genaro: 15h … Marina Bigio: 15h

LIVRO DE GRAZIELA BRUM >>> Neste sábado, dia 21 de março, às 18h, encontro online com a escritora para o lançamento do romance ‘Jenipará’, livro escrito após residência literária na Amazônia. No bate-papo, participação de Anita Deak

CONTOS DE VITOR MIRANDA >>> Em sua página no Facebook o poeta (autor do recém lançado ‘A moça caminha alada sobre as pedras de Paraty’) resolveu postar um conto por dia enquanto durar o período de isolamento por precaução ao coronavirus (“ou até que algum editor resolva publicá-los”). O primeiro é esse aqui:

conto de isolamento 1
Enunciação

o bebê gaguejava sua primeira fala. os pais esperançosos esperavam ansiosos. a mãe torcia pra ser mamãe. o pai pra ser papai. a baba escorria pelo queixinho. vovó manda beijinho. e o som ia saindo. a primeira palavra é sempre significativa. tal qual a última como o “rosebud” do Cidadão Kane que não significava nada de importante. mas geralmente significa. geralmente é de quem está mais presente no início de nossas vidas. ali estava uma pessoa no início de sua vida prestes a enunciar sua primeira palavra. e ele disse:
-google

LIBERTO TRINDADE CONVIDA >>> O espaço cultural CasIleOca (à rua Perpétuo Junior, 178, em Santana) administrado por Liberto Trindade (sim, filho do poeta e ativista Solano), além dos programas de rádio e encontros literários que promove, possui um belo acervo de livros, funcionando como sebo, aos domingos. O salão da sede pode ser alugado para pocket-shows, lançamento de livros ou outros pequenos eventos (reservas pelo telefone 2950-4666)

LIVROS >>> Durante a quarentena, todos os livros das editoras Patuá e Reformatório, administradas por Eduardo Lacerda e Marcelo Nocelli, respectivamente, estarão com frete gratuito para todo país. Com os lançamentos físicos cancelados, as pequenas editoras precisam muito do apoio dos leitores. Clique para saber mais

LANÇAMENTO >>> A Editora Reformatório, nesta quinta, dia 19, às 19h, promove o lançamento online do livro de contos “Velhos”. Bate-papo com a autora Alê Motta. Saiba mais aqui

MOSTRA VIRTUAL DE ARTE >>> Em Mogi das Cruzes, a Secretaria de Cultura acaba de fazer um chamamento público para contratar (por 3 meses) artistas e profissionais mogianos do segmento da arte e da cultura que dependam financeiramente das atividades culturais (os valores terão por base o Edital 045/2019). Além do apoio financeiro, o objetivo é que os artistas possam desenvolver conteúdos virtuais, fazendo uso de sites e redes sociais, para dar continuidade às suas atividades (durante a quarentena do coronavirus)

A CAMPANHA DA FOCUS CIA DE DANÇA >>> A premiada companhia carioca, dirigida pelo coreógrafo Alex Neoral, está em campanha de financiamento para montagem de novo espetáculo, manutenção da equipe e viabilização de diversos projetos. Com 20 anos de existência, 23 coreografias e 10 espetáculos no repertório, a Focus já se apresentou em mais de 100 cidades brasileiras e em países como Colômbia, Bolívia, México, Costa Rica, Canadá, Estados Unidos, Portugal, Itália, França, Alemanha e Panamá. Diante do cenário de crise mundial (agravado pela pandemia), a solidariedade e a colaboração dos admiradores são fundamentais para manter a companhia ativa nos próximos meses (enquanto o patrocínio não chega). Os bailarinos já têm realizado ensaios online, ao vivo (todos os dias, às 13h), abertos à participação de colaboradores e seguidores (acompanhe no Instagram ou no Facebook). Clique para saber mais sobre a campanha e as recompensas

CURSOS >>> Aproveitando o isolamento das pessoas em suas casas, algumas empresas estão oferendo cursos online gratuitos nas mais diversas áreas. A FGV liberou 55 cursos (Administração, Negócios, Carreira e Direito). a Udemy mais 40 (Desenvolvimento de Software e Inteligência Artificial) e o Senai, 12 (em diversas areas). Clique e confira

ANGELI 24 HORAS >>> Está disponível no Youtube o filme de Beth Formaggini sobre o grande cartunista paulistano. Nele, Angeli comenta as transformações em sua obra, a obsessão pelo trabalho e as crises de um artista da cultura pop que não deixa de colocar o dedo na feridas sociais

LAERTE-SE >>> E já que falamos em Angeli, aproveito para recomendar o documentário estrelado pela também cartunista Laerte Coutinho, que, após assumir sua transexualidade aos 57 anos, nos convida a conhecer seu mundo e a refletir sobre a longa trajetória de sua autoaceitação como mulher. Tá na Netflix

EXPOSIÇÃO VIRTUAL >>> O artista Cadu de Castro apresenta as imagens do ensaio ‘La chica del paraguas rojo en el Fin del mundo‘, realizado na Tierra del Fuego, Argentina. A moça do guarda-chuvas vermelho é o elemento central das fotos, mas, para além da estética, a presença humana em lugares insólitos provoca estranheza e questionamentos. Grandes impactos socioambientais foram causados na região pela introdução de castores (oriundos da América do Norte, na década de 40), para a produção de pele, que não se consolidou. Esses animais roedores não encontraram predadores na região e passaram a construir seus diques e alterar o ambiente, desviando rios e alagando áreas de bosques. Clique para ver o ensaio

… … …

35 (DES)APRENDIZADOS >>> Uma amiga acaba de postar no Facebook que ‘o Bolsonavírus já transformou o Brasil em pandemônio‘. Eu ri, mas acho que era o caso de chorar. Os idiotas que estão no poder a todo instante municiam internautas com declarações estapafúrdias e sem noção da realidade.  A lista abaixo, por exemplo, eu conheci navegando nas redes sociais e não resisti em postar aqui. Originalmente o meme enumerava “50 coisas que ‘aprendemos’ em 2019” sob o (des)governo Bolsonaro. Eu deixei apenas as 35 mais ridículas. Todas baseadas em falas, posts ou atitudes do presidente e de seus ministros. Divirta-se. Ou melhor, chore:

1 – A carne estava barata demais
2 – Dólar alto é bom. Pobre não sabe poupar
3 – O rock ativa a indústria do aborto, que alimenta o satanismo. E os Beatles surgiram para implantar o comunismo
4 – Antes do atual governo, o Brasil era socialista
5 – O nazismo era de esquerda
6 – A Terra é plana
7 – O Leonardo di Caprio dá dinheiro para tacar fogo na Amazônia e as ongs são responsáveis pelas queimadas
8 – O Greenpeace derramou o óleo no litoral brasileiro. Mas o peixe é inteligente e desvia do óleo
9 – A questão ambiental só importa aos veganos
10 – Fiscais do Ibama e do Instituto Chico Mendes são criminosos e os garimpeiros e madereiros precisam ser defendidos deles
11 – Aquecimento global é uma invenção marxista
12 – Universidades públicas escondem plantações extensivas de maconha e produzem drogas sintéticas
13 – Faculdades de humanas não trazem retorno à sociedade
14 – Estudantes e professores que protestam são imbecis
15 – Professor é inimigo e miliciano é amigo
16 – Paulo Freire, reconhecido mundialmente, não presta.
17 – O kit gay está presente nas escolas
18 – Não existe racismo no Brasil e a escravidão foi benéfica para os descendentes dos negros
19 – A mulher deve ser submissa ao homem
20 – O governo dá aval ao turismo sexual de mulheres no Brasil
21 – Direitos Humanos é algo ruim
22 – A fome no Brasil é uma grande mentira
23 – Normas de combate ao trabalho escravo devem ser afrouxadas
24 – Trabalho infantil é bom
25 – É hipocrisia chamar de nepotismo a indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada americana
26 – O INPE e o IBGE só divulgam dados errados
27 – Blocos de rua no carnaval são adeptos do golden shower
28 – O golpe que levou à ditadura militar deve ser comemorado. Torturadores e ditadores sanguinários devem ser exaltados
29 – A implantação do excludente de ilicitude e de um novo AI-5 são possibilidades a serem estudadas
30 – Fuzilar um inocente com 80 tiros é apenas um incidente
31 – A periculosidade de uma arma dentro de casa, para uma criança, é a mesma de um liquidificador
32 – Veículos de comunicação que não apoiam o governo serão intimidados e seus anunciantes, ameaçados
33 – As críticas ao governo tratam-se apenas da mídia querendo derrubar o presidente ou de pessoas torcendo contra
34 – Comerciais de estatais não podem mostrar jovens negros ou homossexuais
35 – O STF está errado ao seguir a Constituição

 

… … …

MARIELLE PRESENTE

… … …

No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Dois anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

DOIS ANOS DE IMPUNIDADE >>> Eu repito esse texto há dois anos. E vou continuar repetindo enquanto este blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos ou pela omissão das autoridades. Na semana passada, para diminuir a força das manifestações e a indignação popular pela demora na investigação desse atentado contra a democracia, veio a notícia de que os dois suspeitos do assassinato irão a júri popular, numa data que sequer foi marcada. Por isso eu repito semanalmente esse texto que eu já sabia que ia repetir sob o (des)governo fascista de Bolsonaro. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos do crime) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Dois anos depois, Marielle continua sendo baleada, morrendo todas as noites e renascendo a cada manhã. Porque pessoas íntegras como ela não morrem jamais. Se eternizam e viram exemplo de luta. Nós, brasileiros democratas, estamos aqui, de braços dados com Marielle, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. E podem ameaçar Freixo, Marcia Tiburi e Jean Wyllis, ou mirar e atirar em nossas altivas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente durante sua campanha, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. Marielle presente.

Posto mais algumas simbólicas e merecidas homenagens de artistas à luta e à pessoa de Marielle Franco: uma canção de Socorro Lira, um poema de William Martins dos Santos e outro de Yara Camilo:

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Vários eventos foram cancelados por precaução devido à pandemia do coronavirus. Por isso, o agendão se restringe às atividades online, aos programas de rádio e a algumas exposições. Cuide-se, informe-se, inconforme-se e divirta-se!

… … …

DOMINGO – 22 de março – 11h … MIS em casa – Primeiro episódio de um websérie com os depoimentos gravados para a exposição ‘Musicais no cinema’. Em entrevista ao jornalista Duda Leite (curador da exposição), Elza Soares fala de sua participação nos filmes de Mazzaroppi. Clique para ver

… … …

ÀS TERÇAS – 20h … Acompanhe o programa CasArte Marginal, apresentado e produzido pela dupla de artistas Alexandre Paulino e Aline Lopes. São entrevistas com escritores, músicos e ativistas da cena cultural alternativa. O programa da terça passada, com Luciano Braga (apresentador do Sarau entre Amigos, de Osasco), tem reprise na sexta, às 13h, e no domingo, às 17h. Na casileoca.com 

… … …

TERÇA – 24 de março – 21h … Poeta Pedro Blanco se apresenta no Instituto Sarath, com transmissão pelo Facebook ou pelo @institutosarath (no Instagram)

… … …

ÀS QUARTAS – 11h … Marcelo Nocelli no Rádio … Editor da Reformatório apresenta programa sobre literatura na Rádio Brasil Atual (FM 98,9). Na pauta, livros brasileiros contemporâneos (resenhas e dicas), além de eventos e lançamentos

… … …

ATÉ 31 DE MARÇO … #ekspomondo. Fotógrafo Lucas Siqueira expõe imagens de costumes e tradições das masis antigas civilações do planeta. No Teatro Municipal Procópio Ferreira de Guarujá, à av. Dom Pedro I, 350. No dia 25, o autor estará presente para um bate-papo com o público

… … …

ATÉ 2 DE MAIO … Proximidades Desiguais. Mostra de artes só com mulheres no Pavão Cultural, à rua Maria Tereza Dias da Silva, 708, em Campinas. Em dias alternados (confira antes de ir)

… … …

ATÉ 7 DE JUNHO – das 10 às 20h … John Lennon em Nova York. Exposição do fotógrafo Bob Gruen documenta a vida do beatle no período em que ele morou na cidade. Curadoria do jornalista Ricardo Alexandre. No MIS, à avenida Europa, 158

… … …

Espaço Clariô – Inscreva-se e participe das Oficinas Culturais. Na rua Santa Luzia, 96, em Taboão da Serra

… … …

CONFESSO QUE SOBREVIVI >>> Editora Essencial, preocupada com o aumento dos crimes de feminicídios, inicia campanha para contar em coletânea as histórias de mulheres anônimas que venceram seus limites e sobreviveram a uma relação abusiva, opressora e violenta (não é preciso assinar a história com seu nome real – use um nome fictício). Regulamento e inscrição gratuita no link

… … …

RÁDIO BRASIL ATUAL >>> A rádio que dá a notícia que as outras não dão e toca as músicas que as outras não tocam está em campanha de financiamento(assim como a TVT)Para saber mais e colaborar, acesse o link. Neste momento de retrocessos políticos, sindicais e culturais, sabemos bem o quanto é imprescindível ter uma emissora que faça frente ao discurso fascista do governo e das poderosas redes que o apoiam

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. E toda quinta-feira tem post novo. Até lá!

… … …