Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A Cripta de Poe (versão online), o Canal do Poetariado (internacional) com Xavier Zarco, o livro de poemas de Mauri de Noronha, os contos de Elizandra Souza, a revista EntreVerbo e os filmes grátis do Cinema em Casa

Por Arnaldo Afonso

A CRIPTA DE POE >>> Vejam como foi bem adaptada a versão para o online do espetáculo da Cia Nova de Teatro, baseado na obra de Edgar Allan Poe. A ótima performance dos atores e a projeção dos efeitos visuais (que já haviam na montagem presencial) ganharam densidade e mais beleza na telinha. Direção, dramaturgia e iluminação de Lenerson Polonini. No elenco, Afonso Henrique Soares, Carina Casuscelli, Rosa Freitas, Rafael Schmitt e Claudia Wer. Participações em vídeo de Paulo César Peréio e Guil Silveira. No canal do YouTube da Biblioteca Mário de AndradeEm 2019, após assistir presencialmente à A Cripta de Poe no teatro da Galeria Olido, postei neste blog:

É excelente a montagem da Cia Nova de Teatro baseada nos textos fantasmagóricos do famoso autor de ‘O Corvo’. Os atores declamam e se movimentam ao vivo, sob imagens projetadas, mas às vezes surgem repentinamente nas telas, o que aumenta a sensação de desconforto e confusão mental que o próprio texto já provoca. Além do horror, Edgar Allan Poe escreveu sátiras e contos de humor, usando a ironia e a exacerbação do ridículo para provocar e tirar o leitor da zona de conforto. Talvez por isso, eu tenha conseguido me divertir, mesmo envolvido pela densa bruma macabra dos contos. Poe não gostava de didatismo: ‘trabalhos com significados óbvios deixam de ser arte‘. As montagens da Cia Nova de Teatro primam pela contenção gestual dos atores em prol da valorização dos textos. Com ‘A Cripta de Poe‘ não foi diferente: adorei a postura ‘adulta’ do espetáculo, os jogos sonoros e visuais encadeados para ludibriar a compreensão do espectador, para instigá-lo a pensar, chamá-lo à atenção. Essa declamação de textos supostamente ‘complexos’, e de forma literal, esteve impregnada do deleite cultural imensurável que só a melhor literatura pode nos dar. Em certos momentos, me senti curtindo o livro em cena e, após suportar a tensão, posso dizer que morri e renasci no divertido mundo de terror dos deliciosos contos de Poe. Talvez por isso, saí de lá viajandão, deixando que a arte me levasse pela mão. E escrevi:
POE POW POW >>> Seriam da atriz ou da morta-viva Berenice os dentes reluzentes que me mastigam o sexo e o nexo do poema? De onde veio esse azedo pássaro preto que me bica o cérebro? Ou seria a sombra eterna de Ligeia sobre meu olhar atônito? Senti o mundo, o corpo, o olho a girar contemplando a dor de uma mulher numa pintura oval. Sim, era bem e era mal, era eu em meio aos personagens de Poe. Não sei se aquelas luzes eram estrelas ou se era da boca da atriz que a sinuosa melodia da música saía e me atraía ou se tudo não passava de projeção da minha imaginação. Se eram manchas de sangue aqueles borrões vermelhos que escorriam da tela (ou dos meus olhos?) sobre o texto perturbador dos contos de Poe, admirável criptografia. Teria sido um pesadelo ou o cadáver daquela mulher bela realmente me abraçou e tocou seus lábios gélidos nos meus? Era eu aquele homem de olhar incômodo estrangulado no centro de São Paulo? Ou eram minhas as mãos frias do estrangulador? Será mesmo que tropeçei em pedaços de corpos esquartejados ao descer as escadarias do teatro? Eram dos meus amigos aqueles gritos e gemidos ecoando aflitos pela Galeria Olido? Não sei se aconteceu, se foi obra de bons atores ou se era mesmo eu… Ou se era essa nossa era… Se o medo me dominou, turvou minha visão e me enlouqueceu. Uma alma humana acuada nem sabe do que é capaz: ouvi o alarido de muitas vozes se alternando na narração das atrocidades. Era minha a sua voz, o eco da voz de cada um de nós. Sucumbimos e resistimos na mesma insana intensidade. Saltei da ficção e caí no Largo do Paissandu, no Brasil do descaso, entre mendigos e noias, Bolsonaros e Dorias, barbaridades várias. Infelizmente, os monstros não estão apenas nos livros: nas palavras do diretor da peça, Lenerson Polonini, ‘retomar Allan Poe neste momento é exorcizar os fantasmas do autoritarismo e da censura nos palcos’. Sim, precisamos ser capazes desse necessário exercício. Vade retro, satanás!
>>> MAIS CIA NOVA >>> Da Companhia, assista também à montagem para internet da peça Barulho D’Água,drama sobre os milhares de refugiados que morrem tentando atravessar o Mar Mediterrâneo, rumo à Europa

Segunda – 22 de fevereiro – 19h … Canal do Poetariado. Live mensal organizada e apresentada por Hamilton Faria e Cesar Augusto de Carvalho (com apoio de Abel Coelho e Élcio Fonseca) traz conversas sobre poesia e literatura, focando no processo de criação do poeta convidado (clique para ver  outras edições). Sétima edição do Canal do Poetariado recebe o premiado poeta português Xavier Zarco (com transmissão ao vivo pelo Facebook e Youtube). Aqui, um de seus poemas:

SONETO INGLÊS COM A ARANHA DO FORTE
E O PACKARD DO CESARINY DENTRO
(Xavier Zanco)

trouxe do forte a aranha no cabelo
e, passando na rua do ouro, vi
brilhar no olhar do mário, com desvelo,
a sombra do packard que por ali,

em tempos, passou, penso no que pensa
a aranha e o homem, esse que venceu,
fico-me pela aranha, vai tão tensa
porque esta sabe que o outro já morreu,

e a aranha não tem ar de suicida,
no meu cabelo um fio a prende ao fio,
mas vai tensa, ser musa é dar a vida
por um verso, e bem sabe que há um rio

que o poeta na folha quer traçar,
logo agora ao volante de um packard

ELIZANDRA SOUZA >>>Todo amanhã um dia se torna ontem‘ é o quarto episódio da série ‘Peixe fora d’água com banzo‘, da escritora Elizandra Souza (com ilustração de Carolina Teixeira). Autora de ‘Filha do fogo: 12 contos de amor e cura’, Elizandra é referência em literatura negra produzida nas periferias de éssepê. Ativista cultural há 19 anos, é fundadora do Sarau das Pretas e editora do Coletivo Mjiba. Participou de diversas antologias literárias e publicou os livros de poesia ‘Punga’ (com Akins Kintê) e ‘Águas da Cabaça’ (saiba mais).

A série de contos está sendo publicada no Folhetim Sesc Pompeia, que convida autores a postarem narrativas inéditas. Para ler os três episódios anteriores, acesse:
Primeiro: Você nasceu ontem, mas antes já tinha estado neste mundo
Segundo:  Os olhos veem que o fogo cozinha, mas não o veem comer
Terceiro:  Quando a memória me falha, eu recorro aos meus segredos
O quinto episódio estará disponível em 24 de fevereiro e o sexto em 3 de março

Quinta – 18 de fevereiro – 18h … Lançamento de ‘A Rebelião do Amor’, do poeta, cantador e compositor Mauri de Noronha, pela Lavra Editora. Livro de poemas tem uma linda ilustração de capa feito pelo artista plástico Rodrigo Martins e está a venda por R$30 (adquira aqui). Na live de lançamento, participação do poeta Paulo Gonçalves Ferreira, autor de ‘O absurdo’. A primeira vez que ouvi Mauri de Noronha cantar, num Sarau da Casa Amarela, já fiquei seu fã e escrevi:

MAURI DE NORONHA é um cantador nordestino, um quase repentista. Canta como quem declama. A palavra afiada é a flor de que se arma. Sua verve e seu verbo o empurram à luta com amor sincero e peito aberto. Sua voz emociona porque vem da alma. Seu cantar é profundo e se espalha comovido e comovente pela paisagem sertaneja das canções. Em suas letras, a voz que ecoa é a de sua gente: os moradores do agreste, os que nada têm. Mauri denuncia as injustiças com chicotadas de poesia. Os amores e sonhos coletivos vão se desdobrando em versos tão criativos que tudo nos faz crer que é possível, sim, um viver mais bonito e digno. Para todos. Mauri não canta à toa. Acredita na palavra, no amor e na vida. Como naquela letra do paraibano Vandré, ele também ‘não canta pra enganar’. É da linhagem dos nobres artistas de nossa canção popular. Pra ele só vale cantar se for assim: com verdade e com vontade, a serviço da liberdade

CINEMA EM CASA >>> Tem documentário com Dorival Caymmi (Dê Lembranças a Todos), Clementina de Jesus (Clementina), Elton Medeiros (O Sol Nascerá) e Martinho da Vila (O Samba). Acesse e assista tudo gratuitamente: sescsp.org.br/cinemaemcasa. Toda semana, novos títulos são disponibilizados. Os filmes têm permanência temporária; verifique as datas e programe-se. O Cinema #EmCasaComSesc oferece, entre outros:

A Bela que Dorme‘, de Marco Bellocchio, conta a história de Eluana Englaro, em coma vegetativo há 17 anos. Entre diversas polêmicas religiosas e morais, seu caso é levado ao parlamento italiano para decidir se desliga ou não os aparelhos que a mantêm viva

Espero Tua (Re)volta‘, documentário de Eliza Capai, mostra estudantes que saíram às ruas e ocuparam escolas, protestando por um ensino público de qualidade e uma cidade mais inclusiva. Filme acompanha as lutas estudantis desde as marchas de 2013 até a vitória do (des)presidente Bolsonaro

Janela da Alma‘, de João Jardim e Walter Carvalho, dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência visual narram como se veem, como veem os outros e como percebem o mundo. Celebridades como o escritor José Saramago, o músico Hermeto Pascoal e o cineasta Wim Wenders fazem revelações sobre vários aspectos relativos à visão

Terça – 23 de fevereiro – 19h … Lançamento da Revista Entreverbo #36, que selecionou textos de 40 poetas (no cartaz). Evento online com transmissão pelo canal do Youtube e no Facebook. Entreverbo é um coletivo de artes integradas que além de publicar a revista, realiza saraus e participa de diversos eventos literários e culturais

AQUI NO BLOG AINDA É CARNAVAL 1>>> Não dá pra deixar de postar a marchinha ‘Carnaval do fim do mundo‘, do cantor e compositor Edu Krieger. Ouça suas divertidas paródias sobre a situação política e conheça também o ótimo trabalho autoral desse grande compositor visitando seu canal no YouTube. No vídeo, atuação de Maria Bopp

AQUI NO BLOG AINDA É CARNAVAL 2>>> Na Marchinha do Pico, o cantor e compositor Chico César também tirou sarro dos inconsequentes bolsonaristas que são contra a vacina (como o des-presidente irresponsável que recomendou ao povo brasileiro o uso da cloroquina para enfrentar a Covid). Chico tem se posicionado politicamente através de suas canções (e ações), como em Reis do Agronegócio e Demarcação Já! (parcerias com Carlos Rennó).  Visite seu canal no Youtube

 

… … …

COMO FOI QUE FOI QUE FOI:
3 LIVES NESSA SEMANA!

… … … 

COMO FOI 1 >>> BLOCO DA MARIA >>> O que os loucos da Maria queriam mesmo era se abraçar e botar seu bloco na rua com amor e alegria. Como fizeram durante cinco anos seguidos na Mercearia da Praça Carauari. Mas, devido à Covid, a sexta edição do bloco organizado pelo coletivo Sarau da Maria foi online, claro (veja aqui as 3h de live). Além da tchurma que faz o sarau (Arnaldo Afonso, Deise Capelozza, Helen Torres, Lalá Nascimento e Marici Silva) participaram Andrea & Toninho (parceiros da Mercearia, sede da folia nas cinco primeiras edições), Pedro Felicio (músico e ator, mestre de bateria do bloco ‘Ano Passado Eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro‘), os atores Antonio Ginco, Milton Luna e Rosa Freitas (em performances teatrais e literárias), os compositores Sidney Kitagawa, Marcio Butarello, Arnaldo Afonso (os três cantando as marchinhas autorais de anos anteriores), José Carlos Guerreiro e Walter Zanatta (os dois apresentando marchinhas inéditas) e Luka Magalhães (com Selma Bizon na assistência) coordenando a postagem dos vídeos na plataforma. Não deu pra suar, mas que arrepiou, arrepiou…

Pela primeira vez contemplado num edital, o Sarau da Mariapropôs como contrapartida a realização de 10 atividades em 2021: além desse evento carnavalesco realizado no sábado, serão mais cinco saraus, 3 shows e 1 feira de livros e artesanato. Por enquanto, devido ao protocolo de prevenção à Covid-19, as atividades serão virtuais, com transmissão pelo Facebook e YouTube. Assim que for possível, os eventos voltarão a ser presenciais e acontecerão no Clube Vila Maria, como de praxe.
ANOTA AÍ >>> No sábado, dia 27 de março, às 20h, vai acontecer a primeira edição online do Sarau da Maria.  

COMO FOI 2 >>> BODEGA DO BRASIL >>> Sarau organizado pelo coletivo que tem à frente os artistas Costa Senna e Cacá Lopes foi contemplado pela Aldir Blanc e promoveu mais um encontro musical. Arnaldo Afonso, este blogueiro e músico que vos digita, estava entre os 16 artistas participantes (cantei minha composição ‘Da Alma, das Canções‘ – no vídeo a partir de 7min39seg). Saiba mais sobre as atividades do Bodega em sua página no Facebook

COMO FOI 3 >>> CULTURA ALTERNATIVA >>> Este blogueiro e artista, Arnaldo Afonso, foi um dos convidados do programa Cultura Alternativa Diálogos, apresentado pelo jornalista, músico e escritor Anand Rao. que sempre convida músicos, poetas, ativistas, jornalistas e produtores culturais para bate-papos sobre as relações entre arte, mídia e comportamento (com curadoria de Tati Reis). Além das lives de segunda a quarta, acontece um sarau na quinta-feira. As duas programações são transmitidas pelo YouTube (onde ficam arquivadas – a minha live já está lá também). Visite o site Cultura Alternativa)
… … …

O DES-GOVERNO NOSSO DE CADA DIA 

… … …

ESTE É UM PAÍS QUE VAI PRA TRÁS >>> Tantos problemas graves pra solucionar e o Brasil perde tempo discutindo obviedades. Leio (e vejo) em várias e longas matérias que, acertadamente, o ministro Alexandre Moraes, do STF, enviou à Câmara, para avaliação, o pedido de prisão de um ridículo deputado bolsonarista (tão fascista e idiota como seu bizarro líder) que defendeu o AI-5 (Ato Institucional que os ditadores militares instituíram em 1968 pra calar a sociedade e se manter no poder por quase 20 anos). Não vou sujar meu blog citando o asqueroso nome dos pulhas que defendem tais atrocidades (tortura, censura, ditadura, atentado ao Estado de Direito e às liberdades individuais, entre outros fascismos variados). Esses idiotas, assim como quem os segue e defende, precisam ser cassados, empichados ou ir em cana, mesmo, algo assim (como aqueles pobres bárbaros desinformados que invadiram o Capitólio, lá nos EUA). A sociedade democrática tem mais o que fazer do que suportar o blablablá anacrônico dessa ‘jente’ inculta que é contra as artes, a educação e a ciência, e que dissemina mentiras e desinformação através de seus robôs na internet (quando não, de própria voz, como esse tal aí). Quando eu era uma inocente criança brasileira no início dos anos 70, os sanguinários (e impunes) generais militares que deram o golpe e assumiram o controle do país em 1964, colocaram na televisão uma simpática propaganda com musiquinha que dizia: ‘este é um país que vai pra frente… hou hou hou hou hou…’. Eu era um garoto bobo e achava a musiquinha divertida (a Regina Duarte acha até hoje). Eu ainda não sabia, mas enquanto a musiquinha tocava, em tristes passagens de nossa história que a tevê e os jornais não podiam transmitir, os generais fechavam o Congresso, torturavam e matavam toda e qualquer oposição à sua ditadura. Canalhas! Em 2021 não podemos permitir que um presidente, ou um parlamentar qualquer, defenda esses criminosos. Nessa hora, os fascistas que são contra as liberdades gostam de argumentar: ‘mas, e a liberdade de expressão?’. E eu respondo: ‘não tem liberdade de expressão para quem é contra a liberdade de expressão (a ótima ilustração do cartunista Vasqs, acima, define tudo)’. Cana, já! Fora fascistas.

COMPLEMENTANDO… >>> Respondendo a um post do meu querido poeta e amigo Rubens Jardim, sobre o mesmo tema, conclui o pensamento:
“Essa ‘jente’ tem que ser alijada da convivência democrática. De forma oficial e legal. Assim como Trump, lá nos EUA, precisa ser empichado (mesmo já afastado da presidência) e se tornar inelegível, aqui no Brasil esse deputado idiota precisa ir em cana, sim, e ser cassado (as ótimas ilustrações, acima e abaixo, que valem por mil palavras, são do cartunista Nando Motta). São respostas necessárias nesses casos de radicalismo e intolerância. Ou isso acontece, ou as democracias ditas ‘representativas’ (incluindo a americana) estarão assinando seu atestado de óbito. Que triste a nossa situação, né? Nós, velhos humanistas e democratas, chegamos ao ponto de ter que nos contentar em defender com unhas e dentes o teatrinho burguês da democracia representativa, ao invés de criticá-la e aprimorá-la, tornando-a representativa da maioria, como sempre lutamos por fazer. É um sinal evidente do retrocesso civilizatório desses patéticos tempos que vivemos”

#Forabolsonaro >>> Já falei e repito, de novo, novamente e sempre: não se trata de ser oposição. Não é de política que falo. O que está acontecendo no Brasil é um horror. É estarrecedor. É quase um crime. É o resultado de um total descaso com a vida humana. Mortes que são praticamente assassinatos. Eu leio e vejo as cenas com lágrimas nos olhos. A crônica das mortes anunciadas entre risos pelos bolsonaristas. Agora, o (des)governo mentiroso diz ser a favor das vacinas e da ciência. Que caras-de-pau. Paralelamente a isso, o (des)presidente gastou 3 bilhões para beneficiar políticos que lhe garantirão apoio na Câmara e no Senado. Além de aprovarem as medidas fascistizantes e excludentes pautadas pelo bizarro líder, o ‘trabalho’ deles é evitar a instalação de um processo de impeachment contra Bolsonaro. Todo esse esquemão foi armado (ôps) com o montão de dinheiro que é seu, meu e desse povo que morre pobre e sem ar, do Oiapoque ao Chuí, dos pampas aos seringais.

COVID >>> Em meio à pandemia do Coronavirus, coletivo de artistas procura sensibilizar a sociedade no sentido de celebrar a identidade e a vida das vítimas, iluminando suas histórias’. ‘Espero que nomes consigam tocar!‘ foi criada a partir da canção ‘Inumeráveis’ (de Bráulio Bessa & Chico César) como uma homenagem às vítimas da covid-19

 

… … … 

NALDO’S NEWS

… … … 

JÁ BOTA NO AGENDÃO – No dia 26 de fevereiro, sexta-feira que vem, às 17h, estarei batendo um papo e fazendo um som com Zé Marcio Kaipira Urbano e meus amigos do Sarau das Águas. Detalhes no próximo post

MEU CANAL NO YOUTUBE >>>
Após postar no YouTube minhas canções Além da Lenda (em parceira com Conrado Pera), Chama de Amor e Tom Jobim no Telhado, me dei conta de que estou com dois canais lá (canal um e canal dois), além das várias postagens espalhadas pelas páginas dos saraus de que participei (é só pesquisar pelo meu nome que elas vêm – ouça ‘Barbárie Moderna‘, ‘Eu e a minha solidão‘, ‘Lágrima no Asfalto‘, ‘CoraçãoJazz‘, Paraísos Cotidianos (Paraisópolis) e ‘A Música e Eu‘). Um dia eu ainda organizo essa zona e junto tudo num endereço só

CCN NOTÍCIAS >>> O Coletivo de Comunicação Norte Notícias (acesse o site), voltado principalmente para a Zona Norte, é o site de notícias de que participo como colaborador. Nele, dou prosseguimento ao meu trabalho no blog, informando sobre as atividades culturais dos artistas alternativos. Divulgue também mais essa iniciativa em prol de um jornalismo progressista, antifascista e em defesa da democracia

AS 4 LIVES DE ARNALDO AFONSO >>> Este blogueiro, poeta e cantor, informa aos interessados que tem quatro espetáculos prontinhos da Silva para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs após a pandemia (se isso vier a acontecer algum dia) e que foram adaptados para o formato de lives (que já ando realizando pelo Face, Insta e Youtube – contatos por inbox). São eles:

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> No show, que tem participação da atriz e cantora Rosa Freitas (eventualmente de outros artistas), canto cerca de 20 canções do grande compositor e conto várias histórias e algumas curiosidades sobre sua vida e obra (aqui uma das lives). O texto do show foi extraído da minha peça ‘Mestre Cartola: Vida e Obra em Verde e Rosa‘, disponível em minha página no Facebook

2 – A Importância da Música (Os Grandes Compositores da MPB e suas Histórias) >>> Esquetes teatrais levemente cômicos, com formatos variáveis (15 minutos, meia hora e uma hora), onde a atriz Rosa Freitasinterpreta a ‘austera’ professora Margarida, que, durante o desenrolar da peça, vai se revelando uma ótima cantora (veja uma das lives). Ela dá ‘aulas de história da MPB’ a seus alunos e Arnaldo Afonso é o músico e jornalista ‘especializado’ convidado por ela a cantar algumas canções e comentar sobre a vida e a obra de compositores como Noel, Tom, Gonzagão, Cartola, Adoniran, Caymmi, Chico, Caetano, Gil e Roberto, além dos mais atuais Djavan, Paulinho da Viola, Raul, Belchior e Cazuza, entre outros

>>> MAIS ‘PROFESSORA’ >>> A live da professora Margarida tem variações com perfis educativos: Dona Margarida e A Primavera e Dona Margarida e o Verão, onde a mestra/cantora aborda a chegada de cada estação e suas relações com a preservação do meio ambiente, o aquecimento global, sustentabilidade e cuidados com a Covid, de modo bem humorado e em meio a clássicos de nossa música e poemas pertinentes aos temas. Datas como Natal, Dia da Mulher, Carnaval e Aniversário de São Paulo também renderam espetáculos

3 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia – com Arnaldo Afonso >>> Canto repertório autoral, falo de meus parceiros, dos poetas que musiquei e leio textos que escrevi para os artistas que me influenciaram (veja uma das lives). Versão online dos meus shows presenciais realizados no palco dos Parlapatões, no Bar do Frango, no Eclipse e no Centro Cultural Charada. Conto histórias dos saraus, do meu blog e falo do aprendizado que é participar do movimento cultural da ZN, desde os anos 80

4 – Embebedai-vos! >>> Live de bate-papo e confraternização, entre goles de caipirinha, onde leio as mensagens dos internautas e canto clássicos do cancioneiro nacional (da mpb ao brega), contando curiosidades sobre as canções e apresentando textos postados neste blog em homenagem a artistas como João Gilberto, Chico Buarque, Luiz Melodia e Paulo César Pinheiro, entre outros, sem esquecer os artivistas dos saraus e os companheiros da Vila Maria e do Sarau da Maria, obviously.

ATENÇÃO!!! >>> Essa live é recomendável apenas para os ‘fortes’: a  primeira da série durou quase 4 horas, com mais de 40 canções bebidas e duas jarras de caipirinha interpretadas (ou coisa parecida – veja como foi). Você güeeeenta?

AS 3 ‘LIVES CAETANAS’ >>> O cantor, compositor, sarauzeiro, cozinheiro, faxineiro e gênio incompreendido (rsrsrs…) Arnaldo Afonso (eu mesmo!) avisa a todes leõezinhos, tigresas, veragatas e menines do Rio, Sampa e Bahia: estou na fase de ensaios, revisando letras, harmonias, me deliciando com a releitura do livro ‘Verdade Tropical‘ e finalizando os textos da minha próxima live-show com canções e histórias do divino e maravilhoso Caetano Veloso (ah.. esse cara tem me consumido!). O lançamento do projeto será em 21 ou 22 de março (domingo ou segunda, dependendo ainda de confirmação) com transmissão pela minha página no Facebook. Participação da cantora e atriz Rosa Freitas. Posso adiantar que, inicialmente, estou selecionando 60 músicas para apresentar em 3 lives: duas com canções autorais de Caê (20 em cada live) e uma terceira com sucessos de outros compositores que Caetano gravou (mais 20 músicas). Tudo recheado de historinhas deliciosas e comentários apaixonados. Não vejo a hora que chegue essa hora. Aguarde mais um pouco, Arnaldo Afonso…

 

… … …

LINKS LEGAIS

… … …

Quem acompanha de perto este blog sabe que, além desta postagem semanal, acontecem divulgações diárias da programação cultural alternativa em minha página no Facebook (e às vezes no Instagram também). Livros, vídeos e lives de artistas que não cessam de produzir, mesmo sob pandemia, desemprego e (des)governo fascista. Nesta semana, destaco mais 15 links de livros e 12 de vídeos. Na semana que vem, prometo repetir a dose, com mais discos, livros & etc. Os artistas merecem!

1 – Ricardo Kelmer – Viajando na Maionese Astral 
2 – Vlado Lima – Sabe de Nada, Inocente!
3 – Adriane Garcia – Eva-proto-poeta 
5 – Sacha Arcanjo – Song Book Sacha 70
6 – Divina de Jesus Scarpim – Femininada 
7 – João Teixeira – Candinho –  Poeta Militante
8 – Clube das Escritoras de Rondônia – Primeira Fagulha
9 – Andri Carvão – Dança do fogo, dança da chuva
10 – Carlos Mahlungo – Meu Pensar 
11 – Celso Viáfora – A Névoa dos Olhos
12 – Oswaldo de Camargo – Negro Disfarce 
13 – Vanessa Camargo – A Importância dos Telhados
14 – Wilson Alves Bezerra – O Pau do Brasil 
15 – Mel Duarte >>> Colmeia 

OS VÍDEOS >>> Nessa relação nem estou incluindo as dicas de matérias mais recentes, como o clipe de Élio Camalle, e os muitos outros links para acessar clipes e discos que acabam sendo citados em meio aos assuntos comentados:

1 – John Mueller – A gente precisa desse carnaval
2 – Santa Ignorância – Levantei ligeiro
3 – Rafael Cirillo e Dharma Samu – ‘Não‘ e ‘5090
4 – Dharma Samu – Cidade Fábrica
5 – Camila Rollemberg, Liviah Prestes e Thiago Sacramento – Stories – O Filme
6 – Ceumar (com Caco Pontes) – O Salto

7 – Cássio Figueiredo – Papo de Vagalume
8 – Comercial da tevê italiana – Viva La Vulva
9 – Arnaldo Afonso – Lágrima no Asfalto
10 – Ligia Regina & Eder Lima – Enigma do Ser
11 – Jordanna – E, por mais, sem mais
12 – Giliane & Gusmão >>> Vagalume Estelar

… … …

OUTROS DESTAQUES

… … …

GRIÔS DO SAMBA >>> Grupo criado pela historiadora e escritora Rita Alves para valorizar e resgatar artistas e histórias do samba. Participação de membros da Velha Guarda da Mangueira, da neta de Cartola e Dona Zica, da filha do Zé Keti, do presidente da Ala dos Compositores da Mangueira e com apoios significativos, como o do Museu do Samba. Visitem o site e a página no Facebook ou no Instagram.

LANÇAMENTO >>> Nesta sexta, dia 19, às 19h, acontece a live de lançamento, em transmissão direta do Museu do Samba

EXPO ORALIDADES PRETAS >>> Exposição Oralidades Pretas – Interculturalismo e Ancestralidade em Matriz Africana. Acesse o link da página da exposição que vai até 20 de março

Sexta – 19 de fevereiro – 16h … Oxalaive. Entrevista com o escritor, compositor e performer Renato Negrão. Pelo canal do Coletivo Blackitude (Face e Youtube), da Oxalaive (Face) e da Balada Literária (YouTube)

Sábado – 20 de fevereiro – 19h … Sarau da Flor, organizado pela cantora Chá Rize, da Gata no Telhado Produções. O produtor cultural Tom Kbélo é um dos muitos convidados. Vai ter música, poesia, performance e homenagem a Paulo Freire em seu centenário de nascimento, além de sorteios de caldinhos e de uma mandala de Carol Ribeiro. Transmissão pelo Facebook e pelo YouTube. Saiba mais

MAIS TOM >>> Além de dar início a nova série de shows (a banda BDB já se apresentou no Palco Virtual Tom Kbélo), o produtor cultural apresenta a segunda temporada de seu programa de entrevistas. Passaram por lá Dé Monteiro e Edmar Silva. Na quarta-feira que vem tem mais… Fique ligado na página da Tom-K Produções

TRANSVÊ >>> Festival Literário Online da Transvê Poesias chega à sua 4ª edição. Inscreva-se até 5 de março no link

ÀS QUARTAS – 17h30 … Canções Incontidas é a live semanal do cantor e compositor Kleber Albuquerque. Transmissão pelo Face e Instagram do artista
MAIS KLEBER >>> Kleber Albuquerque e Flavio Alves Costa lançaram single da canção ‘Rabiolas Enfeitam Parabólicas‘, com participação de Fred Martins e acompanhamento dos músicos Estevan Sinkovitz, Ricardo Prado e Rodrigo Fuji

MASTIGANDO LIVROS >>> Em seu canal no YouTube, a poeta Daniela Pace Devisate comenta os livros lançados no mercado (aqui o de Fernanda de Paula e Lidia Codo. No vídeo, o de Fátima Pinheiro)

ÀS TERÇAS – 21h … Sarau Elétrico. Leituras de textos por Luís Augusto Fischer, Diego Grando e Katia Suman, com um convidado escritor e outro músico. Pelo www.rádioeletrica.com ou na página de Katia no YouTube

COMO FAZER UMA EXPOSIÇÃO >>> O objetivo do curso é mostrar o caminho para a realização de uma exposição, desde a contextualização, planejamento e execução. Com a artista plástica Lu Valença. Aulas semanais, das 18h às 19h, online e ao vivo. Primeira turma: 22 de fevereiro e 1, 8 e 15 de março

ÀS SEXTAS – 18h … Outros Sons é o programa apresentado pelo músico João Antonio Galba na rádio web Paracatu. A cada semana, um músico é convidado a tocar e contar sua história. Durante a semana, a rádio apresenta diariamente em sua programação três drops extraídos do programa (às 9h, 15h e 20h)

Sexta – 19 de fevereiro – 17h … Um Programa & Tal, de Ivone Sol, entrevista a escritora Chris Herrmann e a engenheira Ilka Vilardo. No canal 10 da TV Petrópolis. Transmissão ao vivo pelo Youtube www.youtube.com/user/RedePetropolis:

MOSTRA CINE VÍDEO DE POESIA FALADA >>> Na página Studio Fulinaíma Produção Audiovisual, interpretação de textos de Ademir Assunção, Artur Gomes, Celso de Alencar, Ingrid Morandian e Wilson Alves Bezerra, entre outros. Saiba mais aqui 

FESTIVAL PINK UMBRELLAS >>> Festival online de arte contemporânea e experimental acontece de 25 de fevereiro a 5 de abril de 2021. A ideia é criar duplas de artistas que nunca tenham trabalhado juntos para criarem obras em vídeo. Criado por Mirella Brandi e Muep Etmo, que fazem a curadoria e a direção artística, festival tem podcast, invasão crítica, entrevista com os artistas e até uma versão paralela, a Fringe. Veja a programação da primeira semana:
Pink Umbrellas.SP: 25 a 28 de fevereiro – Arthur Quebrantxy + Acid Queiróz e Radio Cão
Pink Fringe: 26 e 27 de fevereiro – Vivi Santana + Luna Dy Cortes

Quinta – 18 de fevereiro – 16h … Sevy Nascimento e Valmir Jordão batem papo poético e musical na Rádio Boteco

ÀS TERÇAS >>> Toda Hora Tem História, podcast com Penélope Martins e André Martins. A cada terça-feira, um novo episódio estará disponível nas plataformas digitais. O projeto tem play-lists variadas ‘para ouvir com crianças de 0 a 137 anos’

>>> MAIS PENÉLOPE >>> Há tempos acompanho os trabalhos e posts da escritora, contadora de histórias e blogueira Penélope Martins (confira também sua página Mulheres que Leem Mulheres)

CANAL CLÓE >>> O fanzine publicado de maneira independente durante dez anos agora está na net (se inscreva aqui). Projeto dos poetas Carlos André e Marcelo Torres apresenta um panorama da poesia brasileira contemporânea através de recortes íntimos dos entrevistados que se autofilmam em suas próprias residências. Neste primeiro vídeo de 2021, Paulo Dantas
MAIS CARLOS ANDRÉ >>> Poeta lançou Mínima Lâmina, pela Editora Córrego. Compre com o autor, por inbox, ou no site da editora, a R$30, com frete incluso

CASILÊOCA >>> Às terças, às 20h, CasArte Marginal. O casal de artistas Alexandre Paulino e Aline Lopes promove encontros semanais com figuras atuantes no circuito cultural alternativo. Ao vivo pelo Facebook da rádio @CasIleOca (emissora e espaço cultural administrados por Liberto Solano Trindade). Toda a programação tem reprises às sextas, às 13h, e aos domingos, às 17h
PAULA AUTRAN – lives diárias – 11h … A jornalista e escritora Paula Autran, em seu perfil no Instagram, realiza entrevistas diárias com artistas, pensadores e produtores culturais. Veja também a série ‘Simplificando a escrita com Paula Autran’, em seu canal no YouTube

CARLOS GALDINO >>> Poeta e radialista criou ‘Um Passeio no Mundo Livro’, projeto de incentivo à leitura, que publica na internet uma série de videopoesias, com autores lendo seus poemas visando ‘aproximar leitores de escritores’. A cada semana, um poeta diferente. Inscreva-se no canalAlém de apresentar o programa Megafone, no Facebook da Rádio Comunitária Cantareira FM, o artista também produziu a série documental ‘Galdino Depois da Hora – Memórias’ que traz depoimentos sobre artistas e coletivos do movimento cultural alternativo

MÁQUINA DE CONTOS >>> Já divulguei aqui que a ‘Máquina de Contos‘ oferece mensalmente um texto na forma de e-book aos clientes de empresas de telefonia (como a Algar e a Claro). Agora a plataforma anuncia o ‘1º Prêmio Literário Máquina de Contos‘, visando selecionar três contos de autores inéditos que terão seus textos publicados e receberão premiação em dinheiro no valor de R$2.000. As inscrições vão de 15 de janeiro a 10 de abril. Saiba mais no site

ANTOLOGIA CLAREIRAS DE LUZ >>> Estão abertas as inscrições (gratuitas) para a coletânea fotopoética da Editora Essencial, em que um poeta participa com um fotógrafo (ou publica sua própria foto). Leia o regulamento e inscreva-se aqui

NA MINHA CASA >>> Série de entrevistas do músico Adolar Marin na net agora virou programa de rádio (na Radiola Livre).  Toda terça-feira, às 19h30 (com reprises na quinta-feira, às 17h, e no sábado, às 10h). Depois, por volta das 19h45, tem o quadro  Dica sem Jabá

BRÁULIO TAVARES >>> A Bandeirola, da editora Sandra Abrano (autora de ‘Vestígios: Mortes Nem Um Pouco Naturais‘), relançou as coletâneas ‘A Espinha Dorsal da Memória‘ (ficção científica) e ‘Mundo Fantasmo‘, de Bráulio Tavares. As novas edições contam com uma hq, um cordel e poemas postais de Bráulio, que além de escritor, é poeta, compositor e dramaturgo premiado (no link, à época da campanha de financiamento, ele fala dos livros)

ESTANTE DISTÓPICA >>> Clube de leitura escolheu o livro ‘A Espinha Dorsal da Memória‘, de Braulio Tavares, para tema de curso, em março. Rafael Otatti e Mario Marcio Felix farão a mediação. A leitura e os estudos vão durar todo o mês. Inscreva-se e participe gratuitamente

GIULIANO DEL SOLE >>> Artista ligado ao coletivo que promove atividades na VideoClube Charada, na ZL, músico acaba de lançar Topadas, sua canção em parceria com Jefferson Garrido. Participam, além de Giuliano (voz, violão e guitarra), Paulinho Lima (bateria), Bruno Rocha (baixo), Katia Aqkino (coro) e Sergio Basseti (teclado e produção)

>>> MAIS GIULIANO >>> Músico acaba de postar nova canção no YouTube: ‘Seu Cinema‘, com participação de Sergio Basseti e Dharma Samu

PODCAST DA MARIA >>> O cantor e compositor Rica Soares dá a ideia de uma série de programas de 30 minutos com histórias e canções dos músicos do cenário independente da Vila Maria. É ele mesmo quem diz: “num dos pós-ensaios do show que eu fiz na Vila Maria em 2019 (na casa de Selma Bizon, do Sarau da Maria), a gente apertou o rec e o querido e saudoso João Emílio contou umas poucas e boas histórias e cantou umas poucas e grandes canções da turma da Praça Maldita. Aqui eu acho que existe altíssimo valor numa coisa ridiculamente simples como uma conversa gravada. (…) Ouvir isso hoje me reconforta e reafirma meu amor a essa música, a essa turma, a essa história e a todos os lugares onde isso se repete”. Que lindo seu texto, Rica… E que registro importante da história do pessoal da praça (ouça aqui). No começo do Sarau da Maria chegamos a realizar esse tipo de entrevista, com alguns artistas que participaram dos nossos shows (Susie Mathias, Tavito, Renata Pizi & Sonekka e Deise & João), mas não conseguimos dar sequência. Vai que é tua, Ricaaaaa!

COMMÚSICA >>> Site recebe inscrições para mapear o cenário de bandas e artistas independentes, promovendo a divulgação de seus trabalhos, suas redes sociais e fortalecendo as conexões entre eles. O mapa virtual da Expedição CoMMúsica tem geolocalização e representação por fotos de satélite (a rádio web Samba e Companhia, do interior de São Paulo, apoia o projeto e colocando a Expedição de hora em hora no ar). Em seu manifesto, assinado por Dênio Patrik, Grívan Narvìg e Elizabeth Del Nero, os criadores afirmam que, ‘num mercado fonográfico dominado pelos temas repetitivos da música comercial, a plataforma CoMMúsica elabora seu principal objetivo: ser um canal de interação entre artistas periféricos e independentes, democratizando o acesso à música e buscando novos recursos digitais que aproximem a arte do público, garantindo a sobrevivência dos artistas’. Saiba mais

RITMOMELODIA >>> Antonio Carlos da Fonseca Barbosa é o criador e editor responsável pela revista digital RitmoMelodia (acesse), que existe desde 2001. Jornalista, músico e poeta, Antonio Carlos propaga a diversidade musical brasileira através de entrevistas e artigos (após lançar um livro de poesia em 1998, seus textos ganharam melodias e gravações de diversos músicos, originando a trilogia ‘Reggaebelde’). Nesses 19 anos a revista já entrevistou e mantém disponível no site depoimentos de mais de 650 artistas e produtores culturais, num impressionante e imprescindível painel da arte nacional. Entre eles estão Edvaldo Santana, Élio Camalle, Kleber Albuquerque, Conrado Pera, Sabah Moraes, Bocato, Zé Geraldo, Nô Stopa, André Abujamra, Socorro Lira, Hélio Braz, Jean Garfunkel, Etel Frota, Jarbas Mariz, Nelson Sargento, Costa Senna, Geraldo Vandré, Paulinho da Viola e até Gilberto Gil. Saiba mais e participe da campanha para apoiar e manter esse importante trabalho

>>> PARABÉNS >>> Artistas estão postando vídeos parabenizando a RitmoMelodia pelos 20 anos de existência e resistência. O cantor e compsitor Aldy Carvalho foi um deles

DANIEL ALEXANDRINO >>> Batalhador do teatro, da poesia e um dos fundadores do ‘Sarau do Grajaú’, o produtor cultural Daniel Alexandrino foi acometido por um glaucoma e não está nada bem da visão. Amigos das artes criaram uma Vaquinha Virtual no Abacashi para ajudar o artista. Saiba mais e colabore

VIOLEIRO CHICO LOBO >>> Artista, que já havia lançado o cd ‘Alma e Coração’ nas plataformas digitais, anuncia agora a edição física do trabalho (que será enviada às pessoas que participaram na campanha da Vakinha colaborativa). Clique para assistir ao clipe de ‘Própria História

Domingo – 21 de fevereiro – a partir das 15h … Aniversário de 6 anos do Sarau do Vale. Com participação de vários artistas: Aline Poeta, El Mizza, Loucoala MC, Luciana Cavalcante, Patricia Meira e Danylo Paulo. Pelo Facebook

CHARADA VÍDEO NA NET >>> Quem tem saudade de passear pelos corredores de uma locadora e escolher alguns filmes para ver em casa agora pode fazer isso pela internet. Basta acessar charadavideo.com e conhecer o serviço de locação de filmes online e se maravilhar com o fabuloso acervo de dvds, vhs e blu-ray. É só alugar e receber em casa

>>> ÀS SEXTAS – 20h … Charada – Sala Privada Convida. Espaço cultural promove shows e bate-papos todas as sextas-feiras direto da ‘sala privê’ da locadora, via Facebook

Quarta – 24 de fevereiro – 20h … Livre – O Canto da Mulher. Show da cantora Marcia Cherubin (intervenção de Cristina Suzuki). Projeto contemplado em edital inclui mais 5 lives (que eu noticiarei aqui, uma a uma). Transmissão pelo Facebook e YouTube

>>> MARCIA CHERUBIN >>> Cantora e compositora já lançou quatro cds autorais: Pobre Chão, Mundos, Canto Forte e Vai em Casa. Indicada duas vezes ao Prêmio da Música Brasileira, coleciona diversas premiações nos festivais de música independente de que participa pelo Brasil afora. Ouça ‘Todo Possível‘, segunda colocada no recente Varanda dos Festivaleiros, e acompanhe sua página no YouTube

DHARMA SAMU >>> ‘Cidade Fábrica‘, sétimo disco da banda Dharma Samu, já está disponível nas principais redes de streaming. Conceitual, o trabalho ‘exprime a relação da cidade e suas estruturas com o ser humano coletivo, sendo a trilha sonora do baile do absurdo’. Com Dharma Samu (sax tenor, barítono, synth, piano, orgão), Pedro Rocha (sax tenor, flauta), Bruno Rocha (baixo) e Fábio Batista (bateria).

MAIS DHARMA >>> Ouça duas parcerias dele com Rafael Cirilo: ‘‘Não’(deles dois, mais Tom Kbélo) e ‘5090’ (só dos dois)


Terça – 23 de fevereiro – 21h … Terça em Cena. Projeto de Lucas Mayor e Marcos Gomes em que são apresentados 4 peças curtas, algumas criadas nas oficinas de dramaturgia que acontecem no Teatro Cemitério de Automóveis. A transmissão online será feita de lá, sem público. Acesse o link

GILIANE & GUSMÃO >>> Dupla de cantores e compositores disponibilizou algumas canções nas plataformas digitais: ‘Nas cabeceiras do rio‘, ‘Na poeira da estrada‘, ‘Virada do Alto‘ e ‘Terreiros da Madrugada‘. Além das citadas, é só digitar ‘Som da Estrada Duo’ para acessar outras músicas. Entra lá e se inscreva (ouça a nova canção ‘Vagalume Estelar‘)

CLANDESTINAS>>> Nenhuma a menos é o videoclipe da banda Clandestinas, formada por Alline Lola (guitarra & voz), Camila Godoi (contrabaixo & voz) e Natalia Benite (bateria & voz). Além da porrada que a música dá, o clipe apresenta textos e performances emocionantes. Participação de Aline Maria e Vive Almeida, entre outras convidadas

ÉLIO CAMALLE >>> Seu projeto ‘Isola 1/4 de Música – Diálogos‘ foi contemplado pela lei Aldir Blanc e o músico já deu início às atividades com os artistas convidados. A ideia é uma discussão sobre a relação entre pandemia, isolamento, racismo, processo de criação e periferia. Todo o processo estético é inspirado na coletânea de canções compostas por ele durante os primeiros meses de isolamento. O projeto tem participação de convidados, captados em audiovisual, em suas respectivas regiões em SP; José Carlos dos Santos Kerubyn, no Capão Redondo (ZS); Edson Luna, Adriana Freires Aragão e Elisabeth Belisario, na Brasilândia (ZN); Lucas Santos, Coruja, Daniel Alexandrino, no Sarau do Grajaú e Jaqueline Santos Santos, no Jardim Planalto (ZL)

>>> SOBRE ÉLIO >>> Atualmente divide seu tempo entre Brasil e França, onde apresenta o espetáculo ‘Samba D’Accord’. Engajado, seus poemas e canções são inspirados nos movimentos contestatórios e ilustram a situação atual do país. Veja o videclipe de Zé da Bronca e acompanhe o canal desse grande artista no YouTube

JOHN MUELLER >>> Cantor e compositor lança videoclipe da música ‘A Gente Precisa Desse Carnaval‘, dele e Serginho de Almeida, disponível nas plataformas digitais. Ouça mais canções de John em seu canal no YouTube

CULTURA ALTERNATIVA >>> De segunda à quarta-feira, às 21h, acontecem as lives do programa ‘Cultura Alternativa Diálogos‘, apresentado pelo jornalista, músico e escritor Anand Rao, sempre convidando músicos, poetas, ativistas, jornalistas e produtores culturais para bate-papos sobre as relações entre arte, mídia e comportamento (com curadoria de Tati Reis). Na quinta-feira, no mesmo horário, é dia do Sarau Cultura Alternativa. As duas programações são transmitidas pelo YouTube. Visite também o site Cultura Alternativa, onde são arquivadas as produções

ALLAN PITER >>> Artista lançou nas redes sociais o clipe da música ‘Ela Mexe Comigo‘. Se inscreva em sua página

LIGIA REGINA & EDER LIMA >>> Dupla lançou videoclipe de ‘Enigma do Ser‘, parceria de Eder Lima e João Caetano do Nascimento, já gravada no cd Pisagens. No clipe, participação das crianças Beatriz Lima, Geovanna L. Moreira e Julie Domingos. No ano passado os artistas haviam lançado ‘Paixão Marginal‘, clipe da canção de Eder Lima com Edvaldo Santana. Se inscreva no canal do Youtube e compartilhe os vídeos

BALADA LITERÁRIA >>> O tradicional evento criado pelo escritor Marcelino Freire ganha novo formato em sua 16° edição, que acontecerá em novembro. Até lá, estão programados conteúdos mensais online, como aulas especiais, shows inéditos, conversas ao vivo e oficinas literárias. Em fevereiro, haverá uma celebração dos 90 anos de Augusto de Campos

NOVO LIVRO DE ZÉ DE RIBA >>> Zé de Riba é um contador de histórias, nos livros e na música. Compositor, cantor, ator e escritor, este maranhense radicado em São Paulo está lançando ‘A História de Biliu e Mademoiselle Mort‘, livro em que questiona a morte e a paixão com muito humor. Reserve o seu exemplar no site

ZÉ 2 >>> O cantor e compositor tem postado seus contos no canal Rabiluca: três da minissérie ‘A Cerca’ e alguns abordando o isolamento social na pandemia, entre outros temas. Entre lá e confira. Zé de Riba lançou também vídeo de sua música em parceria com Wolney de Assis, sobre a vida e obra do pintor Marc Chagall. O multiartista produziu e atuou no curta ‘Caixa de Retratos‘, de Herculano de Almeida

ZÉ 3 >>>> Chegaram às plataformas digitais o single e o clipe da música ‘Navio‘, parceria de Zé de Riba com Walmir Pinto. Ambos são criadores da série de shows ‘Samba para os Bambas‘, em que se apresentam ao lado dos músicos Beto Bianchi, Junior Batera e Herculano Oliveira

AULAS DE CANTO >>> A cantora Jordanna ministra curso online. A primeira aula é gratuita. Os interessados devem mandar mensagem a ela pelo inbox do Face

>>> MAIS JORDANNA >>> Clique e ouça: nesse vídeo, extraído da Mostra Mangue Cultural, do ano passado, a cantora interpreta E por mais, sem mais. Ouça também ‘Tom de dó‘, de João Ricardo (Secos & Molhados) e ‘Perdidos e achados‘, poema de Ademir Assunção musicado por ela

CORDEIROVICH >>>Memórias do Agora Mesmo‘ é o novo livro do escritor J. Cordeirovich. O cantor e compositor da dupla com Vladinsky (ouça, ‘VozeViolãoAoVivo‘) tem vários cds e livros publicados, além de ter sido um dos pioneiros no lançamento de discos independentes, com o elepê ‘Brincadeira Manhã‘ (ao lado de Lé Dantas), ainda na década de 1980

ZOOM ZOOM ZOOM… É POESIA! >>> Programa do multiartista Claudio Laureatti, que acontece desde agosto de 2020, é uma vitrine de poetas e suas tendências, convidando também artistas de circo, contadores de histórias, músicos e atores. Na primeira edição do ano, participação do poeta Rubens Jardim

VANESSA ALVES >>> Escritora, poeta e atriz, Vanessa Alves é autora, desde 2017, do projeto erótico ‘Sem Tarja‘, onde disponibiliza fotos, vídeos e contos eróticos pelo Instagram. Lançou em 2019 o seu primeiro livro de prosas poéticas, ‘Peguei meu coração e comi‘, pela editora Patuá. Atualmente trabalha no segundo, de contos e crônicas eróticas. Recentemente, participou de bate-papo no programa diário que Paula Autran apresenta na net (veja aqui) e teve perfil publicado na revista Mallarmargens

SINTONIZAÍ >>> Sábados, às 17h, tem a Agenda Cultural da Periferia, na Rádio Heliópolis FM, parceria com a Ação Educativa. Tem dica de sarau, slam, lançamento de livros e discos, bate-papo, cursos, apresentações de teatro, dança, música e live. Apresentação de Ruivo Lopes

SANTA IGNORÂNCIA >>> Banda (formada por William UbiraJah, Maria Maryjane, Daniel Jackaré e Bruno Gnomo) lança ‘Levantei Ligeiro‘, clipe de seu primeiro álbum, ‘Ignorando Ideia Errada’

REVISTA SER MULHERARTE >>> Feita por um coletivo feminista, a revista tem por objetivo valorizar e dar maior visibilidade à produção artística de mulheres. Além da publicação de poemas, entrevistas e podcasts, o coletivo lançou a antologia ‘Porque somos mulheres’. Conheça a seção onde a editora Chris Herrmann faz entrevistas de áudio com escritoras e ativistas feministas, como Divanize Carbonieri, Rosângela Vieira Rocha e Ingrid Morandian

>>> MAIS CHRIS >>> Clique nesses links e saiba um pouco mais sobre as várias atividades da escritora: além do site da revista, visite o podcast, o livro ‘Entre Amoras e Amores (em que apresenta 50 minicontos com toques de humor) e o Mulherio das Letras na Lua

STORIES – O FILME >>> Curta-metragem (35 min) escrito por Camilla Rollemberg, com direção de Liviah Prestes e Thiago Sacramento, ‘Stories’ retrata a vida de Joana (Stephanie Lourenço), presa em sua casa pela pandemia, expondo a fragmentação da vida após o advento da internet, com sua carga de afazeres, expectativas de resultado e excesso de cobranças, principalmente com relação às mulheres (casar, engravidar, manter-se jovem e bela, zelar pela família e amigos, ser bem-sucedida profissionalmente). Disponível no YouTube para acesso gratuito ou mediante contribuição voluntária

O SALTO >>> Videoclipe contemplado pelo edital Respirarte une composição de Ceumar a poema de Caco Pontes. A diretora do clipe, Manoela Rabinovitch, sugeriu a cada um dos artistas captar imagens nos lugares em que estavam reclusos durante a pandemia. Caco declama, Ceumar canta e toca. A produção de áudio é de Tiê Coelho Todão

LICOR DE NAUFRÁGIO >>> Músico Sergio Mello lança álbum duplo musicando cerca de 30 poemas de Marcelo Montenegro. Os dois discos se chamam ‘Manobrista de Canções‘ (já disponível) e ‘Quitutes de Crânio’ (que sai na semana que vem). O artista participou, com a faixa ‘Garotos de Rua’, da antológica série ‘MPB Independente’, discos lançados pelo Pasquim no começo dos anos 1980

PAPO DE VAGALUME >>> Incluída no cd ‘Rosal’, de Cássio Figueiredo, a canção (parceria dele com Loni Seiva) virou videoclipe produzido por Dan Santos e Ana Cá. Conheça mais do trabalho de Cássio no YouTube

VIVA LA VULVA >>> Adorei esse comercial de absorvente, produzido na Itália, celebrando a vagina. Li que a empresa Libresse optou por mandar ao ar uma versão mais ‘comportada’, mas veja que sensacional: diversos lábios vaginais cantam uma versão de ‘Praise You’, de Fatboy Slim, no vídeo que conclui: ‘mais da metade das pessoas acredita que sua vulva é imperfeita, mas há apenas uma vulva perfeita: a sua!’

LUMA AIUB >>> Cantora lança single da canção ‘Boa Nova‘, parceria dela com Ligia Araújo, com bela animação de Lucas Tannuri e produção musical de Guilherme Barbosa

MÁRCIA BARBIERI >>> Os três romances da ‘Trilogia do Corpo’, lançados pela premiada escritora Márcia Barbieri, estão em oferta na Reformatório: A Puta (175 páginas), ‘O Enterro do Lobo Branco’ (192 páginas – finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2018) e ‘A Casa das Aranhas’ (216 páginas – semifinalista do Prêmio Oceanos 2020). Acesse saiba mais

ÀS QUARTAS, NO JULINHO CLUBE >>> Canções, bate-papo e descontração nas ‘LivesLeves‘, às quartas-feiras, às 21h. Colabore com esse imprescindível espaço cultural, point de artistas alternativos e de grandes músicos da noite paulistana

LITERATURA, TDAH E BBB >>> Eduardo Ferrari usa a literatura para combater os preconceitos que cercam o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Portador do transtorno, tardiamente diagnosticado, viu a história se repetir com seu filho caçula. Sobre o tema, escreveu ‘Elétrico‘, ‘Distraído‘ e ‘Falante’ (a ser publicado), que encerra a divertida e elogiada trilogia. A Amazon incluiu as versões e-books dos dois livros já lançados, sem custo adicional, na assinatura do pacote Amazon Kindle. Confira: Elétrico e Distraído

ESSENCIAL >>> Editora do escritor Carlos Mattos lançou no mercado mais dois livros para crianças e jovens, ambos com ilustrações da aquarelista Yanna Lilian: ‘Casa de Vó Tem Cheiro Doce – Uma carta para minha vó’, de Nilza Santos, e ‘O Diário do Gato Tom‘, do próprio Carlos Mattos (da série ‘Bichinhos Literários’)

GUSTAVO GALO >>> Cantor e compositor (que faz parte da Trupe Chá de Boldo) lança seu quarto álbum solo, o ep ‘Quarto‘, gravado só com voz e violão no quarto de sua casa em uma noite da pandemia

VIDEOCANÇÕES (LYRIC VIDEOS) >>>Vai e Vem‘, ‘Limite‘ e ‘Revisitada‘ são lançamentos que fazem parte da série apresentada por Beto Bianchi e Marcia David, em playlist, premiada pela Lei Aldir Blanc. Ouça também ‘My Song‘, parceria de Beto com o premiado poeta indiano HS Shiva Prakash. Interpretação de Flavia Maria 

TUCA VIEIRA >>> Fotógrafo acaba de lançar os livros Atlas Fotográfico, publicado pelo Museu da Cidade de São Paulo, e ‘Salto no Escuro‘, pela Editora Hedra e N-1 Edições. Conheça seus trabalhos no site e saiba mais sobre ele nessa ótima matéria de Mariana Payno para a Gama. Aproveite: ‘Salto no Escuro’ está com 20% de desconto

DIÁLOGOS >>> O dramaturgo Lenerson Polonini e a Cia Nova de Teatro promoveram durante os primeiros meses da pandemia uma série de encontros com personagens da cena cultural brasileira (passaram por lá dramaturgos, produtores, políticos, religiosos, atores e cantores – acesse @cianovadeteatro no Instagram para ver as ótimas entrevistas já realizadas). Assisti a várias delas e parabenizo ao coletivo pelo trabalho

BARULHO D’ÁGUA >>> Espetáculo da Cia Nova de Teatro fez parte do projeto #EmCasaComSesc e foi tema de dois pequenos docs postados nas páginas do Sesc. No primeiro, depoimentos dos atores e produtores . No segundo, um resumo da peça, que aborda o drama dos milhares de refugiados que morrem atravessando o mar Mediterrâneo, critica políticos e governos que tratam a questão da imigração como mercadoria. Texto de Marco Martinelli, com direção e tradução de Carina Casuscelli. Atuam Alexandre Rodrigues (o fotógrafo Buscapé, do filme ‘Cidade de Deus’), Vençam Guigui, Fábio Mráz e Rosa Freitas

DESIGUALDADE >>> O fotógrafo americano Johnny Miller, em seu projeto ‘Unequal Scenes’ (Cenas Desiguais), produz imagens aéreas (com o uso de drones e helicópteros) que evidenciam a desigualdade de renda expressa na arquitetura e na organização urbana das cidades. Atualmente no Brasil, declarou que nosso país ‘se desviou do caminho de redução da desigualdade’, lamentando que ‘o Brasil, infelizmente, não está no caminho certo’. Conheça seu trabalho e saiba mais sobre ele nesta ótima matéria do Globo

QUARENTENA DA KIKI >>> A atriz e escritora Janaina Sant´Ana produziu uma série de vídeos divertidos abordando nossa rotina na quarentena. Ela escreveu e interpreta Kiki, personagem que faz rir desnudando seus preconceitos, dúvidas e sua pouca informação sem deixar de comentar, a seu modo confuso, as questões polêmicas do momento. Inscreva-se no canal do Youtube e acompanhe os episódios

>>> MAIS JANAINA >>> A atriz foi premiada recentemente por sua brilhante montagem ‘Juliana, do rancor‘, baseada na personagem de ‘O Primo Basílio’, livro de Eça de Queiros

BRANCO OU TINTO >>> Trio de rock é formado por Jimi Moraes (vocal e guitarra), Brunno Negrão (bateria) e Welton Chigeta (baixo). Em 2013, após se apresentar nas principais casas de música independente de SP, e em festivais como Virada Cultural e Virada Inclusiva, a banda lançou ’50 Segundos’, seu primeiro disco. Agora, surge com ‘Passageiro Aprendiz’, álbum com oito músicas (a faixa-título tem videoclipe assinado por Igor Almeida). Se inscreva na página da banda no YouTube

ROBERTA CARVALHO >>> Idealizadora do Festival Amazônia Mapping, que une arte e tecnologia em espaços públicos no norte do país, a artista criou ‘Symbiosis‘, trabalho em que projeta rostos em espaços públicos e nas árvores da Floresta Amazônica, mesclando intervenção urbana, fotografia, vídeo digital e instalação. Segundo ela, o projeto propõe agregar ‘imagem e natureza, sendo a natureza hospedeira da arte, criando com ela um novo ser, um uno. E desta relação uma coisa outra é gerada: escultura de luz, uma árvore observadora’

MAUTNER NA CULT >>> Sempre um aprendizado ouvir e ler o multiartista Jorge Mautner. Na entrevista ao site da revista ele pede “Reforma Agrária e educação grátis para todo o povo brasileiro, do jardim de infância até a universidade” e diz que devemos “ler bastantes livros, se aprofundar na cultura indígena e nos escravos, que fizeram o Brasil” e que o país só vai resolver os seus problemas quando decretar a segunda abolição “que é reforma agrária e estudo do jardim de infância até a universidade, grátis”

POESIA PRIMATA >>> Revista eletrônica destaca poemas de Ademir Demarchi, autor de ‘Os mortos na sala de jantar’, ‘Pirão de sereia’, ‘Gambiarra, uma pinguela para o futuro do pretérito’, ‘In Fuck We Trust’, ‘Louvores gozosos’, ‘Cemitério da Filosofia’ e dos livros de ensaios ‘Espantalhos’ e ‘Contrapoéticas’

… … …

AGENDÃO

… … …

POETAS PELA DEMOCRACIA >>> O poeta Elcio Fonseca, criador e organizador do projeto, define: “é um coletivo dos mais expressivos talentos da rede, numa rede de proteção à democracia”. Todos os dias, ao meio-dia, um poeta apresenta um poema com temática política, na perspectiva de que ‘não podemos nos calar diante do retrocesso por que passa o país. Inscreva-se e confira tudo na página deles no Instagram

‘MILÁGRIMAS’ EM QUADRINHOS >>> A ilustradora e cartunista Luli Penna adaptou para a linguagem dos quadrinhos o poema escrito por Alice Ruiz e transformado em música por Itamar Assumpção em 1990 (canção também gravada por Zélia Duncan, Ná Ozzetti, Anelis Assumpção e Alzira Espíndola). Vejam que lindo esse trabalho (feito para a editora Caixote) e leiam trechos da ótima entrevista que ela concedeu ao Ramon Vitral, do blog Vitralizado.

MAIS LULI >>> Em seu primeiro livro de quadrinhos, ‘Sem Dó‘, pela Editora Todavia (veja aqui), a ilustradora usa a São Paulo dos anos 1920 para criar uma bela e trágica história de amor

SONET ILUSTRA >>> Foi lançado o terceiro título dos sete que serão publicados até 2022 (já estão disponíveis SonetATO e SonetIMAGEM). Projeto se dedica ao resgate cultural dos sonetos na literatura brasileira. O livro tem 50 poemas de Eduardo Maciel e ilustrações de Robson Sark

INSTITUTO ESTAÇÃO DAS LETRAS >>> Teve início a programação de Cursos de Verão do IEL, online e ao vivo, pelo Zoom, com oficina de escrita (Valesca de Assis), sobre gêneros literários (Suzana Vargas), crônicas (Arthur Dapieve), composição musical (Pedro Luís), conto (Bráulio Tavares) e estilos de escrita (Ruy Castro), entre outros. Saiba mais e reserve sua vaga

ZOOBREVIVER >>> Leiam a ótima matéria de Mauricio Duarte com o poeta Eugênio Ramos Gianetti, que após 20 anos morando pelas ruas, vive num abrigo para idosos, no centro de São Paulo. Seu primeiro livro, ‘Zoobreviver‘, foi publicado em 2018, pela Patuá (que reverteu todos os lucros para o escritor). Um segundo volume está previsto para sair ainda no primeiro semestre deste ano. O título será ‘Atoleiro (Tempos de Rua) – Poemas & Anomalias‘. Com relata o texto, ‘falta de higiene, alimentação precária e exposição constante à violência e às intempéries passaram a fazer parte de seu cotidiano’. Marcelo Labes, Prêmio São Paulo de Literatura, afirma: ‘leiam Eugenio, não por ele ser morador de rua, mas, apesar disso’

GRUPO MACAIA SHOW >>>Violas, Encantos e Pontos‘ é o vídeo completo da apresentação do grupo liderado pelo cantor, compositor e produtor cultural Marcio Balthazar, o ZeMarcio Kaipira Urbano, organizador entre outros eventos, do Sarau das Águas

POCKET POE >>> A atriz Rosa Freitas foi merecidamente contemplada no edital Respirarte, da Funarte, por sua brilhante performance interpretando uma colagem de 5 minutos com fragmentos de contos de Edgar Allan Poe (veja o vídeo – realização da Fundação Nacional de Artes, da Secretaria Especial da Cultura e do Ministério do Turismo, projeto contemplado pelo Prêmio Funarte ‘Respirarte’). Rosa Freitas, também cantora, é parceira de Arnaldo Afonso (este blogueiro) nas lives musicais ‘Cartola‘ e ‘Dona Margarida‘ (mais abaixo, leia matéria com a sinopse desses dois espetáculos). Saiba mais sobre ela e inscreva-se em seu canal no YouTube

UMA LOUÇA QUEBRADA E NENHUMA ROUPA LAVADA – Apresentação do vídeo da peça da Meraki Cia Teatral na página da Casa de Cultura Vila Guilherme, o Casarão, no YouTube. O texto é baseado em pesquisas e depoimentos de mulheres que sofreram algum tipo de violência de gênero. No elenco, Cleo Moraes e Rosa Freitas (direção de Eduardo Osório). Após a transmissão, rolou um bate-papo com as atrizes (veja o vídeo)

COSTA SENNA >>> Passeie por todas as quebradas da cidade ouvindo Viagem por São Paulo, canção do cordelista, cantor e compositor Costa Senna, um dos organizadores do Sarau Bodega do Brasil, entre outros eventos e coletivos de que participa

ATLAS LÍRICO DA AMÉRICA HISPÂNICA >>> Demetrios Galvão e Floriano Martins estão à frente do projeto da Revista Acrobata (com apoio da Agulha Revista de Cultura) que reúne textos de 57 poetas de distintas gerações dos 19 países hispano-americanos. A cada mês, novos poetas serão incluídos na lista. Visite o site e saiba mais

>>> MAIS REVISTA ACROBATA >>> Editada por Demetrios Galvão e Aristides Oliveira, com apoio dos colaboradores Floriano Martins (editor de outra revista de cultura, a Agulha), Dante Galvão, Monyse DamascenoAnna Apolinário e Paola Marugan, entre outros, a revista oferece poemas, artigos, contos e entrevistas com cineastas, escritores e músicos

>>> TORQUATO NETO >>> Estreou no canal Curta! o documentário ‘Torquato Imagem da Incompletude‘, dirigido por Guga Carvalho e Danilo Carvalho, e feito no Piauí com uma nova geração de artistas e pesquisadores que renovam a cena local. A equipe da revista Acrobata assistiu ao filme e entrevistou Guga, que contou detalhes dos bastidores da produção e falou sobre sua relação com a obra de Torquato (veja aqui). O filme tem depoimentos de Cacá Diegues, Tadeu Jungle, Carlos Vergara, Anna Bella Geiger e Nevile D’Almeida

WALMIR PINTO >>> ‘Tá Faltando Poesia‘ é a coletânea de interpretações feitas por Walmir Pinto durante os meses da quarentena, unindo sua história com o teatro à experiência acumulada no audiovisual (8 novelas e 4 filmes), além do gosto inerente por poesia. “Gostaria de ver mais artistas fazendo isso e se juntando a mim e ao canal”, diz ele, se dispondo a conversas inbox

‘DIÁLOGOS POÉTICOS’ >>> Mais uma iniciativa do poeta e produtor cultural Rubens Jardim: ele tem postado em sua página no Facebook um projeto, com belo acabamento gráfico,  em que revela suas influências e processo de criação. Já estão concluídas páginas com Mario de Andrade, Ezra Pound, Carlos Drummond de Andrade, Maiacovski, Serguei Iessenin, Rita Alves, Márcia Maranhão De Conti e Lilian Maial

MAFALDA, O FILME >>> Lançado em 1982, com áudio original em espanhol e legendas em português, o filme traça um perfil dos personagens da turma da Mafalda (a antenada menina que vive preocupada com o futuro da humanidade e a paz mundial), personagem da hq do argentino Joaquín Salvador Lavado, o Quino, falecido recentemente

RICARDO KELMER >>> O escritor e multiartista cearense lançou ‘Viajando na Maionese Astral‘ (saiba mais aqui): ‘em suas exóticas memórias, um escritor reflete sobre a relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista, a psicologia junguiana e a militância antifascista’. No rkelmer@gmail.com, as recompensas e promoções de seus outros livros

OS POEMAS DO VLADO LIMA >>> O poeta e agitador cultural Vlado Lima tem postado no Facebook alguns textos que farão parte de seu próximo livro, em elaboração (veja aqui). Ele já publicou ‘Sabe de Nada, Inocente!‘, ‘Como Suportar Jabs no Baço e Encarar Nocautes‘ e ‘Pop Para-Choque‘. Além de criar e apresentar o Sarau Sopa de Letrinhas, há mais de 18 anos. Vlado, também cantor e compositor (aqui sua nova canção, Penseneu), é um dos fundadores do famoso Clube Caiubi

‘FLECHA QUE CANTA’ >>> Cantora e compositora Raquel Martins acaba de lançar, em seu canal do Youtube, o videoclipe da canção ‘Flecha Que Canta‘, em que cantou, tocou, fez produção, edição e captação de imagem (com a colaboração de Selma Giorgio). Além do grande Marcos Suzano (ao pandeiro), participam os músicos Fernando Mumu (trombone), Almir Marques (contrabaixo) e Gilberto Martins (conga e agogô). Se inscreva em seu canal e conheça o trabalho autoral dessa grande artista

COLETIVO CONTEMPORÂNEOS >>> A partir de 2017, a artista plástica e curadora Lu Valença organizou e realizou exposições coletivas mensais em vários espaços culturais do Rio e Niterói. Esses encontros deram origem ao Coletivo Contemporâneos, grupo de mais 16 artistas que agora se reúne em lives e já prepara exposição física pós-pandemia para o final de 2021. Clique e siga o coletivo no site e no Instagram

>>> NARRATIVAS INDIVIDUAIS >>> Projeto publica depoimentos de artistas, a cada 15 dias, na página principal do site da Contemporâneos Galeria de Arte. Nesta edição, com Afonso D’Avila

O CD #gozi >>> A partir da dupla Gozi, formada por Ozi e Gisele Garófalo, surgiu a banda, que, após três anos de batalha, acaba de disponibilizar seu cd denominado ‘#gozi‘ nas plataformas digitais. Confira a play-list e acesse aqui para ver as fotos, cifras e agradecimentos ou mandar mensagem inbox para adquir o cd físico. Confira o canal da Gozi no YouTube e ouça, entre outras, Ode ao álcool e Eu Quero Mais

MORTE E VIDA SEVERINA EM DESENHO ANIMADO >>> Saga de um retirante nordestino que, como tantos brasileiros, viaja do sertão ao litoral em busca de melhores condições de vida. A história de Severino, contada por meio de versos na obra-prima de João Cabral de Melo Neto, foi adaptada para os quadrinhos pelo cartunista Miguel Falcão e é retratada nesta animação 3D. Com duração de 52 minutos, o desenho animado, que mantém o texto original do livro, tem narração de Gero Camilo e trilha sonora de Lucas Santanna

A VOZ SUPREMA DO BLUES >>> Assisti e recomendo o filme (no original, ‘Ma Rainey’s Black Bottom‘), disponível na Netflix. Baseado em peça de teatro do dramaturgo August Wilson (Prêmio Pulitzer, em 1982), tem texto vigoroso e uma performance extraordinária de Viola Davis (além da ótima atuação do ator Chadwick Boseman, falecido recentemente)

ITAQUERA – HISTÓRIAS E MEMÓRIAS – Os movimentos sociais da zona leste e seus protagonistas. Série de dez entrevistas mediadas por Escobar Franelas, com ativistas da região. Acompanhe na página do evento, no Facebook (aqui os bate-papos com Leandro Martins, da escola de samba Leandro de Itaquera, e com o historiador Zé Carlos Batalhafam)

REVISTA RAMO >>> O poeta Escobar Franelas anunciou a nova edição da revista que destaca a produção poética de São Miguel Paulista, prestando tributo a Severino do Ramo, escritor da região (mensagens inbox). Além de matérias sobre a arte poética, assinadas por Punky, Daniel Carvalho e João Caetano do Nascimento, participam escritores como Arnaldo Afonso (eu mesmo!), Antonio Miotto, Sueli Kimura, Silvia Maria Ribeiro, Manogon, Janete Amaral, Daniel Carvalho, Éder Lima, Sabrina Lopes, Teresa Lopes, Andrio Candido, Edilson Borges (Lobinho) e Rafael Vieira, além de incluir e homenagear três poetas já falecidos: Rose Beltrão, Daniel Marques e João Maloca

O FILME DO EMICIDA >>> Finalmente assisti ao maravilhoso documentário ‘AmarElo – É tudo para ontem‘, do rapper Emicida (disponível na Netflix). Em três ou quatro momentos, as lágrimas me encheram os olhos, porque o racismo no Brasil é tão evidente, abominável e ridículo que me envergonha ao ponto de chorar copiosamente (só fascistas idiotas como Bolsonaro e a tchurma de debilóides que está no poder para negar ou fingir que aqui não existe racismo). E que bom constatar que um artista da nova geração de nossa música, como Emicida, já tenha tamanha consciência e capacidade para realizar esse tão necessário instrumento de alta qualidade estética e de contundente crítica social

….

MARCOS MUNRIMBAU >>> No showSentidos da Terra’, postado no canal do artista no YouTube (se inscreva) o cantor e compositor fez o lançamento do single ‘Acabem com isso‘. Munrimbau, que realizou antes da pandemia uma série de shows em homenagem às mulheres (Aquarela de Batons), também postou nas plataformas digitais ‘Quando você se aproxima’, música que originou um belo videoclipe. Ouçam e o sigam também no SpotifyEm novembro, mês da Consciência Negra, o artista lançou o single ‘Tocaia Lelê‘, música que relembra a história da personagem interpretada por Jéssica Barbosa no filme ‘Besouro

TATTOOS TO YOU >>> O multiartista Pedro Felício está incrementando com novos desenhos seu book de tatuagens. Visite sua página no Instagram e conheça seus trabalhos. Além de tatuador, o cara é mestre de bateria do bloco carnavalesco Ano Passado Eu Morri Mas Esse Ano Eu Não Morro, baixista da banda O Selo, ator (nas peças AI-5, Quanto Cu$ta, Kavernistas), agitador cultural e faz-tudo das coisas de palco (desde os tempos do coletivo Ivo 60). Desenhista e roteirista de quadrinhos, uma de suas hqs na revista ‘O Contínuo‘ até virou filme

O EP DO ANHANGABAHY >>> No final do ano a  formada por Hévelin Gonçalves, Wady Issa Fernandes e Rui Condeixa Xavier apresentou seu novo álbum, o ep experimental ‘Doismilevinte‘, que não será lançado em nenhuma plataforma, mas será enviado individualmente aos interessados. Cadastre-se e receba as músicas por e-mail ou whatsapp, gratuitamente

ZÉ TERRA >>> Artista lançou o clipe ‘Menino Rei‘, do repertório do ep ‘Natal Caipira‘, também disponível nas plataformas digitais. Com o Duo Canta Viola (Laura Campanér e Zé Terra), o videoclipe tem direção de Rene de França. Zé Terra, músico da banda ‘Freud à Deriva‘, também apresenta o programa de entrevistas Viola de Papo, no YouTube, onde conversa com grandes violeiros e artistas da música sertaneja (confira aqui).

LOJA DO MST >>> Inaugurada a loja de e-commerce com produtos orgânicos dos trabalhadores ligados ao MST (armazemdocampo.shop). Saiba mais 

REVISTA GUETO >>> Quarto aniversário da publicação de literatura luso-brasileira (contos, crônicas, poemas, ensaios, resenhas) de periodicidade trimestral cujo selo editorial realiza, eventualmente, edições especiais temáticas, além de publicar e-books com download livre. No final do ano foi lançada a revista ‘Brasil: (im)possíveis diálogos‘, com 27 textos de ficção e de não ficção (de autores convidados da 7ª edição do Printemps Littéraire Brésilien) que evidenciam as inquietações diante de um mundo cada vez mais confrontado a derivas totalitárias e às intolerâncias. E-book para download gratuito

CLAUDICAÇÕES >>> Série de entrevistas realizadas pelo psicólogo e editor Cláudio Brites, em seu canal no YouTube,  sobre saúde mental, artes e bem estar. As lives acontecem em dias e horários variados (acompanhe a divulgação no perfil do escritor no Facebook)

GINCO >>> Primeira edição da série ‘Coletivos Teatrais Paulistas’. Juliana Calligaris entrevista o poeta e ator Antonio Ginco, fundador da Cia Trilhas da Arte (em seu canal no YouTube, acompanhe a série Clownstico. Aqui o mais recente)

A TOCA >>> Na sede do Instituto Sarath, além das atividades artísticas, está funcionando também um espaço alternativo que visa incentivar a qualidade de vida para todos, com venda de produtos orgânicos e naturais, brechó e consumo consciente, agricultura urbana, exposição e venda de artes. Na rua Humberto I, 146, perto do Sesc Vila Mariana

… … …

SINGLES & OUTROS SONS

… … …

RHAISSA BITTAR >>> Cantora e compositora participou da série ‘Ô de Casas’, com Mônica Salmaso, interpretando a canção ‘Pra Acordar‘, de Suely Mesquita e Paulo Monarco, que faz parte de seu álbum ‘João‘. Além da carreira solo, Rhaissa é também a organizadora do Sarau As Minas Tudo, onde abre espaço para cantoras e compositoras

DANI MATTOS >>> Cantora, regente e produtora cultural postou na net o primeiro episódio da série de vídeos #CronistasDaCidade, readequada ao confinamento imposto pela pandemia. Além dela, o grupo Toque de Bambas é formado Tito Longo, Edu Batata, Koka Pereira e Marcelinho Monserrat (visite o canal no YouTube)

PAULO BARROSO >>> Em 15 de dezembro, o elepê ‘Vozes da Cidade’ completou 40 anos de seu lançamento. Para comemorar, está sendo relançado nas plataformas digitais (veja também a matéria do jornalista Washington Araúlo, na seção Sarau Delivery, dentro do site Bem Blogado). Ouçam e compartilhem este link do Spotify

>>> BARROSO 2 >>> Cantor e compositor da Vila Maria, disponibiliza nas redes sociais sua participação no evento ‘Isso é o que move 4‘, promovido pelo multiartista Cordeirovich, em 2018. No repertório do show, músicas do então recém-lançado álbum duplo ‘As Marés’, segundo disco do artista (que já havia lançado ‘Vozes da Cidade’, nos anos 80). Filmagem e edição de Gustavo Pera

VAMOS TOCAR TAMBOR >>> Lando Suarez apresenta nova parceria com Zulu de Arrebatá e Santiago Dias. Aproveite para curtir o canal, no YouTube, desse talentoso cantor e compositor

ZÉ MANOEL >>> Cantor, compositor e instrumentista talentoso, Zé Manoel lança ‘Do meu coração nu‘, novo álbum de inéditas após ‘Canção e Silêncio‘, de 2015. Este blogueiro assistiu, no ano passado, a um show maravilhoso de Zé Manoel no Teatro do Centro da Terra. Escrevi: ‘sou tão fã dele que nem sei que música escolher pra postar (escolhi ‘Delírio de um Romance a Céu Aberto‘ porque só o título já é um poema). Sua canções carregam um misto de leveza e densidade que me remetem à grandiosidade de Edu Lobo, Jobim e Caymmi. Mas é Zé Manoel, mesmo. Ele é, sem dúvida, a maior revelação da música brasileira nesse século’

AOS SÁBADOS – Papo Sons do Brasil >>> Projeto do produtor cultural Serginho Sagitta reúne artistas que participaram de seu famoso programa na rádio USP. Lives no Facebook

RADIALIVRES >>> Produtores musicais combatem a mesmice executada pelas rádios jabalizadas e divulga artistas que não têm espaço na grande mídia através de uma playlist intitulada ‘radia_lista‘ (que também foge aos padrões impostos pelas plataformas digitais). Acima, ouça a terceira lista

PEDRO E FILÓ >>> Dupla também conhecida por Pê Éfe lança o cd ‘Aragem‘ com 11 músicas do compositor Pedro Milanesi. A voz de Filó Silva e o violão de Pedro (que também canta) se unem num pacote de canções bonitas de ritmos variados. Se inscreva no canal deles no YouTube e saiba mais sobre seu trabalho no site. Para adquirir o cd, mande e-mail (pe.efe.brasil@gmail.com)

ANA LEE >>> A ótima cantora Ana Lee lançou seu novo (e já muito elogiado) trabalho ‘Labirinto Azul‘ nas plataformas digitais. O disco tem participação de Zeca Baleiro, Mario Manga e Swami Júnior, letras de Etel Frota e Maria Rita Kehl, versos de Emily Dickinson e regravações de pérolas de Chico Buarque/Dominguinhos e Beto Guedes/Ronaldo Bastos. Ozias Stafuzza, artista ligado ao Sarau Toca do Autor e ao pessoal do Clube Caiubi de Compositores, comparece com quatro canções e toca violão, ao lado de Bráu Mendonça e Lula Gama

TRILHAS >>> O produtor musical Felipe Zangrandi vem postando na net há mais de um ano uma série de programas denominada Trilhas. É ele  mesmo quem comenta: “Meus trabalhos são de pesquisa e organização de material. O que era para ser um canal com o intuito de apresentar histórias curiosas de alguns discos, selos e cenas, acabou por virar um resgate de verdadeiros heróis da nossa música”

GRAZIELA MEDORI >>> Cantora lançou ‘Tudo que você podia ser‘, primeiro single do disco ‘Nossas Esquinas‘, um trabalho feito durante a quarentena com o pianista Alexandre Vianna. O segundo é ‘O que foi feito devera (De Vera)‘, com  clipe produzido pela dupla

O BOM & VELHO >>> A excelente cantora Ana Deriggi e o renomado músico e produtor musical Mario Manga apresentam esse programa de rock superlegal, todos os sábados, às 16h. Entra lá pra ver os programas anteriores e curta o canal (aqui a edição natalina)

CONRADO PERA >>> A deliciosa canção ‘Buena Onda’, do cantor e compositor Conrado Pera, virou videoclipe com participação dos fãs que enviaram vídeos. Fique ligado em seu canal no Youtube que sempre tem novidades. Recentemente o artista botou letra numa melodia de seu pai, Paulo Barroso, comentando o sufoco do atual momento em que vivemos. Chama-se Lockdown

BHEZÃO >>> Cantor e compositor Bhezão (do trio Folk na Kombi) lança o single e videoclipe de  ‘Eu preciso falar menos’, com produção de Felipe Câmara. Confira também no Spotify

TV ARTMULTCULTURAL >>> O projeto encabeçado pelo produtor cultural Nicanor Jacinto, admirada figura do movimento dos saraus, comemorou dez anos de atividades. Nesse período, foram mais de 2 mil vídeos publicados com bandas, poetas, compositores, cantores, manifestações sociais nas praças públicas, bares, avenidas, metrô, praias, barzinhos, sescs e muitos saraus. Confira os quatro vídeos do sarau virtual de aniversário com poemas, músicas e depoimentos de vários artistas (Clique para ver os vídeos um , dois e três e quatro). Visite o canal do YouTube e o site www.tvartmultcultural.com.br

RICARDO VIGNINI >>> Eita sonzêra da boa… Que baita prazer que foi assistir à live de aniversário do grande violeiro Ricardo Vignini (com seus convidados Alzira E, Zé Geraldo, Adriana Farias, Ana Deriggi, Socorro Lira, Emmanuele Baldini, Matuto Moderno, Levi Ramiro e Carlinhos Ferreira). São músicas, artistas e arranjos incríveis! Confira como foi

CÉLIA DEMEZIO >>> Integrante do Movimento Santo de Casa, coletivo de artistas que promove eventos alternativos na  baixada santista, a cantora e compositora Célia Demezio lançou recentemente nas plataformas digitais a canção ‘Inodoro’, sua parceria com Adinan Moraes

OS 4 VÍDEOS DO ‘SOPA’ >>> Comemorando os 18 anos do Sopa de Letrinhas Sarau e do Clube Caiubi de Compositores, o poeta Vlado Lima comunicou: “os vídeos mandados pelos muitos participantes foram divididos em quatro postagens e estão disponíveis no Youtube”. O farto material foi editado e montado pelo poeta Filipe Luiz. Confira cada um deles: no vídeo 2 (com O Zi e Vitor Miranda) tem Arnaldo Afonso (este blogueiro) interpretando a sua nova canção ‘Talvez‘ (a partir de 21min e 40seg). Os outros três vídeos estão nos seguintes links: vídeo 1(com Max Gonzaga e Álvaro Cueva)vídeo 3(com Fernando Cavallieri e a dupla Cordeirovich & Vladinsky) e o vídeo 4(com Deise Capelozza e Sander Mecca)

UNDERGROUND & ETC E TAL >>> ‘Sinister Salad Musikal‘, site do multiartista e ativista cultural Marco Antonio Gonçalves, agora virou canal no YouTube (se inscreva)

DAN SANTOS >>> Cantor e compositor lançou o videoclipe da canção ‘Safira‘ nas plataformas digitais

 

… … …

LIVROS & LETRAS AFINS

… … …

EVA-PROTO-POETA >>> Conheci a escritora mineira Adriane Garcia através de Akira Yamasaki,  num Sarau da Casa Amarela, em São Miguel. Desde então, acompanho seus ótimos poemas pelo Facebook e Instagram (entre também em seu site). “Eu vim do mundo dos excluídos – por classe social e gênero – e sou uma mulher que abomina a exclusão”, afirmou ela numa entrevista a João Gomes, na revista Mirada. Ela acaba de lançar ‘Eva-proto-poeta‘, livro de poemas que celebra a voz das mulheres sob o ponto de vista bíblico (para adquiri-lo, clique aqui)

MANOGON >>> Escritor fez lançamento virtual de seu livro ‘Dentes moles não mastigam pedras’, pela Lavra Editora. No vídeo, a dramatização de um dos poemas. O livro custa R$ 35 (compre aqui)

SONG BOOK SACHA 70 >>> Livro traz letras e harmonias cifradas das músicas de Sacha Arcanjo, um dos grandes artistas que conheci em minhas andanças pela ZL (ouça seu cd ‘Feito Bicho‘). O songbook custa R$35 (mais frete de R$10) e pode ser adquirido no inbox das Edições Archangelus ou com Luka Magalhães (9.9861-9450). Eu já estou com o meu… Tô louco pra sair tocando Sacha por aí. ‘Chão Americano‘ vai ser a primeirona, claro!

FEMININADA >>> Editora Essencial acaba de lançar o livro de contos de Divina de Jesus Scarpim. Nele a escritora aborda o universo feminino, com foco em personagens que sofrem abusos e buscam soluções em suas relações violentas. Acesse saiba mais

LUGAR DE LIVROS >>> Visando sensibilizar famílias para a importância da leitura na primeira infância, o Itaú Social em parceria com a TV Cultura lançou a série que terá 60 episódios de cinco minutos cada, disponíveis no canal do Itaú, no YouTube, e exibidos ao longo de três meses na programação da emissora

CANDINHO >>> O livro ‘O Poeta Militante’ resgata a história do militante comunista e poeta de cordel Cândido Antonio dos Santos, o popular Candinho, da ZN. Escrito pelo jornalista João Teixeira, inclui a tese de doutorado de Gilvan Matias (que conheceu e entrevistou Candinho), depoimentos, ilustrações, fotos e bela produção gráfica de Genivaldo Matias. Os interessados em adquiri-lo devem entrar em contato pelo email geni.matias2@gmail.com ou por inbox, no Facebook 

….

MARCOS JORGE NASSER >>> Escritor capixaba radicado na cidade fluminense lança ‘Poemas de Niterói – 2º volume’, pela editora Autografia (R$55), sequência de ‘Poemas de Niterói – O Inominado’, publicado em 2019. Visite o canal do YouTube

CLUBE DAS ESCRITORAS DE RONDÔNIA >>> O Clube das Escritor@s de Rondônia, projeto para dar visibilidade às mulherxs que escrevem literatura na região, lançou sua primeira coletânea. Após um ano de atividades do coletivo, nasce ‘Primeira Fagulha’, e-book gratuito com mais de 30 obras de escritoras rondonienses. Tem 99 páginas e aborda temas como questões de gênero e raça. Saiba mais sobre o coletivo e baixe o livro aqui

ANDRI CARVÃO >>> Já está disponível para venda o sexto livro do escritor, ‘Dança do fogo dança da chuva’, publicado pela editora Penalux (R$45, com frete)

CLARICE LISPECTOR E JOÃO CABRAL DE MELO NETO: O CENTENÁRIO >>> Coletânea de artigos, ensaios, contos, crônicas e poemas em homenagem ao centenário de Clarice Lispector e João Cabral de Melo Neto. Publicação reúne professores, pesquisadores, leitores e artistas visuais em uma homenagem a essas duas célebres personalidades da literatura brasileira. Para fazer o download gratuito, clique aqui

>>> MAIS CLARICE >>> A Editora Rocco e a Toca Livros lançaram o audiolivro ‘A descoberta do mundo‘, de Clarice Lispector, como parte das comemorações do centenário de nascimento da autora. São crônicas, reflexões e anotações publicadas no Jornal do Brasil entre os anos 1960 e 1970 narradas por Stella Tobar, Adélia Nicolete, Zeza Mota e Priscila Scholz 

MAHLUNGO >>> Cantor, compositor e poeta, Carlos Mahlungo lançou ‘Meu Pensar’, pela Desconcertos Editora

CELSO VIÁFORA >>> Artista, famoso por suas belas canções, lança segundo romance ‘A Névoa dos Olhos’, já está à venda. Saiba mais

PRÊMIO OFF FLIP >>> Com 20 mil reais de premiação e inscrições gratuitas pela internet no site do Selo Off Flip. Contos, crônicas e poemas serão avaliados por uma curadoria indicada pela editora e os textos selecionados serão publicados em coletâneas colaborativas, no Centro Cultural Sesc Paraty durante a FLIP prevista para julho de 2021. Além da premiação em dinheiro, os autores vencedores serão contemplados com assinaturas do Jornal Rascunho e do Clube Realejo, cota de livros do Selo Off Flip, mentoria e bolsa de criação literária. Leia o regulamento e faça sua inscrição

DESVARIO >>> Editada pela poeta Thainá Carvalho, a revista online Desvario é especialmente voltada para a publicação de literatura produzida por mulheres (e os textos sempre são acompanhados por desenhos de ilustradoras). O site (que replica seu posts no Facebook) também apresenta poemas, contos, entrevistas e resenhas

OSWALDO DE CAMARGO >>> A Câmara Municipal de Bragança Paulista aprovou projeto de lei que homenageia o poeta e escritor, natural da cidade, com a criação da Praça da Poesia Poeta Oswaldo de Camargo, como reconhecimento a uma vida inteira dedicada à literatura e cultura negras. Crítico e historiador, jornalista e ativista das causas antirracistas, Oswaldo fundou, em 1978, o Grupo QuilombHoje, que publica anualmente os Cadernos Negros. Lançou recentemente a novela Negro Disfarce, pela Ciclo Contínuo Editorial. Saiba mais sobre ele nesta entrevista concedida a Roberta Flores Pedroso e Luís Augusto Fischer

VANESSA MOLNAR >>> O romance ‘A Importância dos Telhados, vencedor na categoria nacional do prêmio CEPE, foi um dos livros lançados no evento, em fins do ano passado. Sobre o livro: “Elle é uma professora recém-aposentada de 67 anos que narra seu cotidiano solitário, vendo a velhice passar e refletindo sobre a morte que parece prestes a chegar, mas ao longo do livro nos surpreendemos com acontecimentos e memórias revividas que aos poucos transformam a vida da protagonista e a nossa leitura”

WILSON ALVES BEZERRA >>> Visite, no Youtube, o canal do poeta paulistano autor de ‘Vertigens’ (Iluminuras, 2015 – vencedor do Prêmio Jabuti) e de ‘O Pau do Brasil’ (Urutau, 2016). Lá tem vídeos e poemas de vários livros, além de bate-papos e palestras

KLEYSE L’AMOUR >>> Cantora lançou nas plataformas digitais seu ep autoral ‘Poesia em Mim’. Saiba mais

MEL DUARTE >>> Poeta e slammer lançou livro comemorando seus mais de dez anos de trabalhos dedicados às artes. Colmeia apresenta poemas escritos de 2012 a 2020. Saiba mais aqui

O PARTISANO >>> Com curadoria de William Dunne, escritores publicam regularmente seus textos no site: Deborah Dornellas (sexta), Sergio Rocha (sábado), Mell  Renault (domingo), Felipe Mendonça (segunda), Andri Carvão (terça), Fernanda Noal (quarta) e Helena Arruda (quinta). Colabore com a campanha para manter esse espaço progressista (saiba mais aqui)

SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA >>> Conheça a revista (que já existe há 40 anos!), com 72 páginas de muita prosa, poesia, informação literária e cultural. O número 155 traz matérias sobre Agualusa e Cruz e Sousa, entre outros

UM POEMA PARA…’ >>> Olga Ribeiro de Favari apresenta, na companhia de André Castro, um programa de leitura de poesias onde, além de ler os textos, comenta sobre a história dos artistas e divulga o lançamento de seus livros e outros eventos literários. Inscreva-se gratuitamente e ouça os vários podcasts postados no Spotify

PING POESIA >>> Projeto idealizado pelos poetas Andri Carvão, Noélia Ribeiro e José Danilo Rangel apresenta vídeos curtos com recitação de poemas-minuto e versos soltos ou frases ditas por duplas de poetas. A ideia é divulgar o trabalho dos poetas e dar visibilidade e espaço para autores independentes. Veja também os encontros promovidos por Andri e Thiago Medeiros na série de lives Simpósio de Poetas Bêbadxs

… … …

MAIS DE MIL DIAS DE IMPUNIDADE

… … …

MARIELLE PRESENTE >>> No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Quase três anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

DOIS ANOS E NOVE MESES DE IMPUNIDADE >>> Eu repito esse texto há mais de mil dias. E vou continuar repetindo enquanto este blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos ou pela omissão das autoridades. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos do crime) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Quase três anos depois, Marielle continua sendo baleada, morrendo todas as noites e renascendo a cada manhã. Porque pessoas íntegras como ela não morrem jamais. Se eternizam e viram exemplo de luta. Nós, brasileiros democratas, estamos aqui, de braços dados com Marielle, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. E podem ameaçar Freixo, Marcia Tiburi e Jean Wyllis, ou mirar e atirar em nossas altivas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente durante sua campanha, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. Marielle presente.

 

… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo, diariamente, as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda quinta-feira tem post novo. Até lá!

…  … …