Eu amo você.

Isso é fato notório e bem sabido

Amo- sem qualquer sombra de dúvida-

Amo, tranquila e simplesmente

Mas

(veja bem)

Tem dia que

Nossa Senhora

Dia em que

Só em nome de Jesus

Dia em que

Pela madrugada

Dia que

Pelamordedeus

 

Amo

– e isso está fora de questão-

Não duvido do que sinto

Não me pergunto se algo mudou

Nem mudo meu olhar

-afetuoso e viciado-

Mas suspiro profundamente

Porque, francamente,

Tem dia em que

Mano

Tem dia em que

Cara

Tem dia em que

Rapaz

Tem dia em que

Meu

Jesus

Amado

 

Não chego a querer partir

Nem a ter meu peito contaminado

Por sentimentos pouco nobres

Ou por qualquer indício de raiva

Ou de fumaça cinza

Mas te olho

(confesso)

E penso coisas complexas

Como

Eita

Como

Vixe

Como

Nuó

Como

Ajuda Deus

 

Sim, eu amo você

E espero que você me ame

Nessa mesma medida

E com essa mesma resistência

A uma série de coisas

Tipo

Caramba

Gente

Pra que isso?

Tipo

Qual a necessidade?

Tipo

Apenas pare

Apenas

Porque eu sei

Que -por sorte-

Também sou

Seu eita nóis

Seu vixe maria

Seu pelamordedeus

Infernal e amado

De todo santo dia

 

@kinga cichewicz/ unsplash