juninaIlustração: Felipe Blanco

Políticos amavam a Petrobrás que curtia um empresário
que contratava um doleiro que escolhia um partido que não representava ninguém.

Os políticos estão com a vida feita, a Petrobrás, no bico do corvo,
O empresário foi em cana, o doleiro ganhou companhia,
E o partido finge trabalhar pelo bem de alguém.

“Balancê!”

______________________________________________

Acompanhe Crônicas de Ricardo Chapola pelo Facebook

(Clique em “obter notificações” na página)

Novas crônicas todas as quintas-feiras.

Twitter: http://twitter.com/ricardochapola

______________________________________________

Salvem a Fifa ia ia,
Salvem a Fifa io io,
Tristeza foi a gente notar
que a roubalheira está
até fazendo gol.

“Olha a rola!”

O Malafaia está indo
à procura da rola,
Tomando cuidado,
senão ela voa.

Pastor, não
Pastor, não
Não se reprima, não se reprima, não se reprima.

“Changê!”

Com a filha de João,
Antonio ia se casar,
Mas ele saiu do armário,
estava ficando sem ar.

“Olha a seca!”

A dengue está só aumentando
E o Cantareira está caindo
São Paulo vai estorricando
São Pedro deve estar dormindo.
E no fim dessa história
Ao secarem as torneiras
São Paulo ficava sem água,
por não racionar de primeira.

“É mentira!”

Chegou a hora da canseira,
Tem jogo da seleção.
O Dunga fica todo arrumado,
Todo emperiquitado,
Para a televisão.
Enquanto o time só faz besteira,
É lambança a noite inteira
Um Neymar não faz verão.