Giuliana Reginatto

A Ellus abriu a maratona fashion na Bienal com um dos desfiles mais concorridos desta temporada: muita gente em pé nas arquibancadas, tumulto na porta da sala e quase uma hora de atraso. O motivo? A apresentação performática da marca, que montou um backstage no meio da passarela, dividindo-a em duas: uma parte para as peças masculinas, outra para as garotas. Ali, diante dos olhos do público, os modelos recebiam os últimos ajustes antes do desfile.

A sensação da marca foi a coleção masculina, que apareceu colorida com rosa-choque, laranja e amarelo, além de muito xadrez e estampas florais. Destaque para a bermuda curtinha, de apelo setentinha. Para as calças, cavalo baixo e barras encurtadas.

Na ala feminina, segue em alta o jeans de lavagem escura, com aspecto desgastado. As cinturas são um pouco altas e a modelagem segue ajustada. O jeans também ganha versões interessantes em parcas e macacões. Vestidos no estilo tomara-que-caia e blusas com fendas laterais escandalosas completam a coleção. Nas mãos, a aposta insistente na bolsa-carteira, que segue como tendência há várias temporadas. Os pés ganham uma releitura do dockside, que vem em saltos altíssimos, inclusive na plataforma.

ellus2

ellus1

ellusfeme2

ellusfeme