SONY DSC

arte: loro verz

A mulher notou o grande amor e passou reto, certa de que seria ignorada.

A mulher disse não ao primeiro convite, certa de que esperaria a noite inteira em vão.

A mulher recuou quando ele a tocou, certa de que era um acidente.

A mulher desviou do primeiro beijo, certa de que seria o último.

A mulher deixou as flores na portaria, certa de que não eram para ela.

A mulher recusou o pedido de namoro, certa de que era brincadeira.

A mulher deu de ombros para a viagem à Europa, certa de que seria desmarcada.

A mulher recusou o pedido de casamento, certa de que seria trocada.

 

A mulher não fez ultrassom, certa de que não era nada.

A mulher não decorou o quarto, certa de que era um engano.

A mulher não quis comprar casa, certa de que a partilha seria complicada.

 

A mulher viveu enfim 77 anos ao lado do grande amor.

Certa de que, no dia seguinte, afinal, o amor terminava.

______________________________________________

Siga Males Crônicos no Facebook.

(Clique em “obter notificações” na página)

Atualizações todas as segundas-feiras.

Twitter: http://twitter.com/essenfelder

______________________________________________