arte: loro verz

» Acordo de sonhos intranquilos metamorfoseado em presidente da República. Que sonho. Que horror.

Sempre tive muito presente em minha vida uma certa sabedoria de mãe: cuidado com o que desejas. Seu desejo pode se realizar.

Levei alguns anos para entender o x da questão. Afinal, quem não quer ver seus desejos realizados? Quem não quer amor, sucesso, grana, juventude, saúde, poder? Todos ansiamos por isso, é claro.

Mas o diabo está, como sempre, nos detalhes. Nas letras miúdas, na caligrafia de médico. Na contrapartida. Está no fato de que às vezes confundimos o fim com o meio, e, cegos pelo meio, não percebemos seus descaminhos.

Ou seja: às vezes, muitas vezes, não é ao “amor” que direcionamos nosso desejo, mas sim a uma certa garota perfeita, a um certo cara incrível, que tomamos por amor em estado puro. Pode não ser por “prosperidade” o nosso chamado, mas pelo tal trabalho que parece tão glamuroso.

Até o dia em que você consegue (oxalá) a garota, mas não encontra o amor – que cisma a sua, rapaz. Alcança aquele emprego, mas chora sob as garras de um chefe draconiano, de um clima terrível de trabalho.

 

Numa tarde como outra qualquer, infalível como a tempestade, vem a nostalgia. Bom mesmo era quando eu não tinha isso nem aquilo nem nada; quando eu era um rapaz andando por aí sem rumo, sem lenço, sem documento, cheio de sonhos. Fica confuso: desejou o desejo errado ou confundiu o prêmio alcançado?  

Quem atinge o que deseja para de desejar, é claro, pois desejo é falta, é não-ter. Ter é, necessariamente, não mais desejar. Dá medo de pensar: depois de preenchida uma falta, que outra falta surgirá?

Pior: ao comparar o que se pensava do objeto do desejo e o que se conquistou, o placar costuma ser devastador. Como atingir as expectativas idealizadas? Duro constatar que as coisas são apenas o que são, desinfladas de nossas loucas esperanças.

 

Acordo pensando: e se eu fosse presidente? Que pesadelo, que noite. Ainda bem que não o sou: ainda posso sonhar.

Penso em Temer. Com o que Temer sonhará, e, mais importante,

continuará sonhando? «

______________________________________________

Siga Males Crônicos no Facebook.

(Clique em “obter notificações” na página)

Atualizações todas as segundas-feiras.

Twitter: http://twitter.com/essenfelder

______________________________________________