praiaestoril

Vim com a família toda pra Portugal comemorar meu aniversário. Aluguei uma casa em Estoril, Cascais, lugar que conheci há alguns anos e com o qual fiquei encantada. Ano passado apresentei Estoril pro meu marido e, este ano, pra todos os filhos e seus pares.

Foi uma semana linda, divertida, suave, com passeios, dias de sol, boa comida e muito convívio. Amanhã, vamos para o Algarve, onde aluguei uma casa em Albufeiras. Vamos tirar férias das férias. Eu, pelo menos, vou, porque estando numa casa, mesmo com ajuda de todos, há muito trabalho o tempo todo. Fazer supermercado, preparar café da manhã pra um monte de gente, servir, tirar a mesa, lavar a louça, arrumar a cozinha, lavar a roupa, varrer a casa, separar o lixo (orgânico, reciclável, etc.), há sempre muito a fazer. Sem contar que tenho uma planilha de treinos de corrida a cumprir, o que me faz acordar cedo pra correr enquanto o sol não faz a temperatura subir até 34 graus.

O povo português é agradável e sem malícia. Dizem ‘com licença’ até pra desligar o telefone. Mas é preciso entender a lógica aqui. Todos gostam de falar, muito. E explicam tanto que confundem a gente com as explicações. Mas são honestos e admitem quando erram, mesmo quando não conseguem consertar o erro. Tivemos problemas com a MEO, que nos vendeu 3 planos de 15 Giga por 15 dias (dados de Internet), planos esses que acabaram para 3 pessoas quando atingirmos 800 Mega. Demorou, deu trabalho, mas devolveram nosso crédito. Agora está tudo funcionando. Também compramos um roteador MEO com chip para as viagens de carro, já que estamos todos numa van alugada. Problemas fazem parte da viagem, mas sempre geram soluções divertidas. Imagine o que é achar lugar pra estacionar uma van em Lisboa, ou fazer as curvas em ruas estreitas. No final, é tudo memória afetiva que estamos construindo.

Confesso que estou um pouco saudosa de casa, dos cachorros, das pessoas, do meu trabalho novo. Mas sei que são esses dias ensolarados e amorosos que vão nutrir meu corpo e meu espírito para produzir melhor até o final do ano.

Portugal é lindo. Este pedaço entre Estoril e Cascais, mais lindo ainda. As cores impressionam e os azuis são inesquecíveis. Dá vontade de contemplar sem parar.

Portugal, tanto mar. Como não te amar?