imageedit_2_3345950167

-Noção, please come to Brazil! 

Não, espera, os Estados Unidos elegeram o Trump, se a noção esteve por lá, fez escala e partiu.

– Bom sensooooo! Cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!  (frase já meio sem moral porque mistura tu com você)

Sério, estamos vivendo uma época maravilhosa e assustadora, de grande intensidade, de descobertas e novidades,  de intensa e genial comunicação,de saltos para a humanidade,de extensão do tempo de vida, de empoderamento de minorias. E, ao mesmo tempo, de cenas lamentáveis de destruição, atraso, preconceito e imbecilidade. Como diz o @cardoso , o filme Idiocracy está virando documentário.

Os dois casos mais recentes que nos movem (sim, somos movidos à ‘casos intensos’ exibidos pela mídia oficial ou descobertos por leitores como nós) são as prisões de Cabral e Garotinho e a manifestante-pró-intervenção-militar (SOCORRO) que viu chifre de comunismo em cabeça de atum japonês. (agora vou ter que dar um google pra ver se atum tem algum tipo de chifrinho, só um momentinho. Pronto, não tem, obrigada)

Claramente a moça não sabe o que é comunismo. Nem intervenção militar. Nem ditadura. Nem conhece a bandeira do Japão.

Os vários milhões de views, comentários, tweets e posts sobre essa anta-móvel mostram o alcance monstruoso que a imbecilidade tem. Ela nem sabe o que está vendo e já julga e concluir dizendo ‘nojo’ e fazendo um ‘alerta’. Sem contar, claro, como é gostoso ver uma besta quadrada servindo de parâmetreo pra mostar o quanto somos melhores que isso ai.

Infelizmente (e eu lamento ser portadora dessa má notícia), em escala menor todos nós fazemos isso o tempo todo. Vemos o mundo pelo nosso viés, interpretamos as coisas pela nossa visão estreita, pelas poucas informações que temos. E daí pra tirar conclusões erradas é meio pulinho.

O outro fato que nos abala é ver a E X T E N S Ã O da corrupção no Brasil, especialmente agora com Garotinho AND Cabral presos.

Os corruptos no Brasil roubam TANTO, em frequência e volume, que já nem perguntamos mais por quê roubam, mas PRA QUÊ ROUBAM TANTO?

O que vão fazer com todos esse dinheiro que não dá pra gastar numa existência na Terra??!?!? Ou eles acreditam em vida eterna? Reencarnação sem esquecer a senha do banco suiço?

Uma resposta é, eles não têm onde gastar tanto dinheiro, senão nem davam anel de quase um milhão como lembrancinha de aniversário.

E onde esses fatos todos se juntam? Na encruzilhada da Falta de noção, no cruzamento da Rua da Ignorância com a Avenida da Arrogância.

Não basta a garota ter a ignorância de confundir a bandeira do Japão com comunismo, é preciso ter a arrogância de fazer um vídeo alertando a população que ela acha que ‘ignora’ o perigo comunista no horizonte.

Não basta o político ser corrupto, roubar da população, enganar os pobres, comprar votos para continuar no poder, é preciso ser ganancioso, ostentar a riqueza, sentir-se superior e mais esperto. E, se necessário, fazer-se de vítima como cabe a todo ser sem escrúpulo.

Sim, amigos, estamos vivendo uma época de muita luz e muita escuridão, paradoxal, em que estamos informados sobre tudo o que acontece sem entender nada do que está acontecendo . Uma época em que o maior dicionário que ninguém mais consulta elege como palavra do ano o termo ‘pós-verdade’ que quase ninguém entende o que quer dizer.

Uma boa ideia, me parece, seria voltar pra primeira casinha do jogo da vida e começar a aprender tudo de novo, só pra gente não sair por ai pedindo intervenção militar quando descobrir que corre em nossas veias o sangue vermelho do comunismo japonês.