Não quer mais discurso feminista? Construa um mundo em que ele não seja necessário

Se você não aguenta mais ver, ler e ouvir as mulheres reclamando

– Da desigualdade entre homens e mulheres no mundo;

– De como elas sofrem violência (ao menos a institucional) em literalmente todos os lugares;

– De comentários machistas, racistas ou homofóbicos quando você deu apenas sua opinião;

– Da falta de mulheres em um evento, música ou afins;

– De cantadas na rua;

 

A solução é simples: não reproduza machismo, não propague violência nem faça comentários preconceituosos. Nunca deduza que uma mulher andando na rua que ouvir sua opinião sobre o corpo dela e toda vez que for organizar um evento, convide mulheres em proporção igual a dos homens.  Pronto, acabam as reclamações.

 

Se você não aguenta mais ver

– Mulheres se declarando feministas;

– Mulheres cobrando igualdade de salários e de representação;

– Mulheres falando como as coisas são mais difíceis porque elas são mulheres;

– “Empoderamento feminino” ser tema de tudo;

 

A solução é simples: ajude a construir um mundo mais igualitário, com equiparação de direitos e oportunidades. Entenda as particularidades de diferentes grupos de pessoas e se adapte a elas.  Se todo mundo tiver visibilidade, direito e respeitos, ninguém precisa gastar energia pedindo.

 

Se você não aguenta mais:

– Mulheres querendo mudar coisas que sempre funcionaram de outro jeito;

– Mulheres assumindo seus cabelos crespos, suas curvas e gorduras, suas peles pretas, pardas, amarelas e vermelhas;

– Mulheres de pênis;

– Mulheres que gostam de mulheres;

– Mulheres que não estão nem aí para você;

Nesse caso, tenho péssimas notícias: a gente tá só começando a aparecer.


Me contate pelo Faceboook.