Filme, série e livros para se aprofundar na vida e luta da jovem paquistanesa e vencedora do Nobel da Paz.

Malala em evento em São Paulo na segunda-feira. Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

Malala Yousafzai, ativista paquistanesa e a pessoa mais jovem a vencer um Prêmio Nobel da Paz, completa 21 anos nesta quinta-feira, 12 de julho. Se isso não fosse motivo suficiente para conhecer melhor a história da menina que quase morreu lutando pelo direito de meninas irem à escola, soma-se a isso o fato de que ela está no Brasil. Malala, na minha opinião uma das maiores personalidades do século 21, cumpre uma agenda de encontro com ativistas e anunciou ontem que seu Fundo vai apoiar três ativistas brasileiras ligadas a projetos de educação de meninas e mulheres (saiba mais aqui).

Felizmente, há muitas formas de se aprofundar na história de Malala e, principalmente, no que ela tem a dizer ao mundo. Essas são algumas que eu recomendo. Feliz aniversário, Malala, e muito obrigada por tudo.

1) Discurso na ONU

Esse foi o primeiro discurso de Malala depois de ser baleada pelo Talibã – um ataque que quase pôs fim à sua vida. Inspirador do começo ao fim e um dos mais emblemáticos de Malala.

 

 

2) Malala (documentário)

O longa conta a trajetória da ativista, sua relação com o pai e com a família, os fatos que levaram ao ataque do Talibã e a recuperação de Malala. É emocionante. O filme está disponível na Netflix e no Youtube.

Confira o trailer:

3) Entrevista com David Letterman

A entrevista de David Letterman com Malala é recente e, além de reflexões sobre os assuntos que já domina e a transformaram em símbolo mundial, Malala divide um pouco sobre sua vida de estudante em Oxford. Disponível na Netflix.

4) Eu sou Malala

O livro escrito em parceria com a jornalista britânica Christina Lamb narra a vida de Malala antes do ataque, seu cotidiano no Paquistão, suas relações familiares e o início de sua luta pelo direito à Educação. Leitura fácil e obrigatória.

5) Malala – A menina que queria ir para a escola

Livro-reportagem da jornalista brasileira Adriana Carranca sobre a história de Malala e o vale do Swat. Direcionado a crianças e adolescentes.


Você pode apoiar a causa de Malala fazendo uma doação para o Malala Fund através deste link.

 


Fale comigo pelo Facebook.