Nossa Mulher Positiva é Val Sátiro, consultora e palestrante na promoção da saúde empresarial e empreendedora da Interação Saúde Mulher (https://www.facebook.com/interacaosaudemulher), iniciativa para os Cuidados na Saúde da Mulher, e nos conta um pouco sobre sua proposta como resolveu transformar as dificuldades que teve em sua saúde em apoio, conscientização e engajamento à outras mulheres.

1. Como começou a sua carreira? 

Iniciei minha carreira bem jovem, em empresas comunicação, no início dos anos 90, passei por consultorias de gestão e marketing. Em meados de 2012, empreendi em ações e plataforma digital de comunicação, conscientização e engajamento para a sustentabilidade empresarial. E em 2015, recebi um convite de uma Operadora de Saúde Premium para atuar em seus negócios, pelo viés da Promoção da Saúde Empresarial, o que me estimulou a minha busca pela especialização e fomento na Inovação na Saúde e Cuidados na Saúde da Mulher

2. Como é formatado o modelo de negócios da Interação Saúde Mulher? 

A Interação Saúde Mulher, surgiu devido a meu histórico pessoal de endometriose profunda, descoberta tardiamente em 2001, com 28 anos. Hoje tenho 45, foram quase 15 anos de tratamento intenso, descobri a doença já com órgãos gravemente acometidos, inclusive alguns vitais, numa uma época que havia muito menos informação. Muitos anos convivendo com erros diagnósticos, em tratamentos, erros de medicações, em cirurgias, processos de quimioterapias, infertilidade, perdas consideráveis financeiras, profissionais, pois precisei partir ao tratamento e cirurgias particulares… em uma das cirurgias, quase óbito, minha vida foi salva, mesmo assim tornou-se uma questão crônica, com sequelas para a vida…. com minha “entrada” no setor da Saúde, adquiri considerável network e maiores conhecimentos sobre tratar a Saúde e não a Doença (uma questão cultural), Então, resolvi ter uma iniciativa que possa apoiar outras mulheres a não passar pelo que passei, não apenas pela endometriose profunda, mas por outras doenças e pela Prevenção e Cuidados na Saúde da Mulher. A ideia é disseminar conhecimentos, facilitar interatividade entre os profissionais da saúde e a Mulher, no sentido de orientações conforme suas necessidades, por ações em Rede, onde em muitos casos, a tecnologia, será um elo para as mulheres terem proximidade aos profissionais para seu correto tratamento da saúde integral e para seu bem estar e qualidade de vida.

3. Qual foi o momento mais difícil da sua carreira? 

Na fase mais complexa do tratamento por medicamentos e cirurgias (foram 5 cirurgias ao total), não apenas o físico é afetado, mas também o psicológico, são tratamentos muito intensos. Infelizmente, precisei declinar oportunidades profissionais excelentes para tentar me cuidar, optei por tentar salvar minha vida e carreira foi afetada…como tudo na vida tem seu lado bom, me descobri empreendedora, com apoio de grandes amizades.

4. Como você consegue equilibrar sua vida pessoal x vida corporativa/empreendedora? 

A vida pessoal, é de extrema importância, quando se um histórico como o meu, a idade também nos torna mais serenos… sou divorciada, não pude ter filhos, mas tenho maravilhosas amizades, gosto de viajar (especialmente para locais praianos), sou bem espiritualizada, gosto de ver campeonatos de surfe, gosto de esportes como a corrida, yoga, a meditação, da alimentação saudável, de uma boa noite de sono… toda  a minha mudança de rotina faz parte do que tento disseminar hoje, em minhas atividades profissionais, para uma vida melhor.

5. Qual seu maior sonho? 

Que minhas ações possam trazer um pouco mais de felicidade.

6. Qual sua maior conquista? 

Minha liberdade de SER.

7. Livro, filme e mulher que admira. 

Livro: Cem anos de solidão, Gabriel Garcia Márquez

Filme: Aquarius (Sônia Braga)

Mulher: Fernanda Montenegro.