Nascida em Damasco, na Síria, Salsabil é casada e mãe de três filhos: Jury, Walid e Yasmin, sendo os dois mais novos cidadãos brasileiros. Atualmente, mora em São Caetano do Sul, em São Paulo e está refugiada no Brasil há 4 anos. Em seu país de origem, Salsabil era farmacêutica e dona de uma farmácia, mas com a guerra, que dura quase sete anos, não conseguiu manter seu estabelecimento e teve que abandonar a Síria. Chegou a morar na Arábia Saudita por um ano e meio e na Jordânia, onde vive a família de seu marido, mas acabou vindo para o Brasil com a ajuda de um amigo que já mora há mais tempo no país.

Assim como muitos refugiados, Salsabil procurou a Caritas, uma organização de assistência social e direitos humanos e foi por meio desta instituição que encontrou o Consulado da Mulher. Depois de ser assessorada pelo Instituto, Salsabil passou a entender de preços e ver a qualidade de produtos. Amante da culinária, sua especialidade são os docinhos da sua região. Suas maiores clientes são as amigas que sempre encomendam.

Promover a transformação social por meio do incentivo ao empreendedorismo feminino é o objetivo do Instituto Consulado da Mulher. Iniciativa da Consul, a ação social garante apoio e confiança às mulheres que sonham em empreender ou ampliar seus negócios. De acordo com seu último levantamento, realizado em 2017, já beneficiou direta e indiretamente cerca de 4.483 pessoas, 245 empreendimentos, totalizando um faturamento de R$ 5.7 milhões.

Em seus 16 anos, o Instituto já percorreu de Norte a Sul do Brasil em busca de histórias inspiradoras e, entre as beneficiadas pela ação social neste período, algumas destacam-se tanto pela garra e determinação como também pela forma como conduziram seus negócios e, consequentemente, mudaram suas vidas.