Nascida em Pernambuco, mais velha de 12 irmãos, Juraci da Silva, 59 anos, também conhecida como Dona Jura, hoje é um exemplo de liderança comunitária. Moradora de Heliópolis, zona sul de São Paulo, chegou à comunidade há 37 anos, quando ainda não tinha luz, água e nem moradia. Sua vontade em trabalhar em equipe fez com que Dona Jura se envolvesse em muitas brigas em prol da comunidade. Em 2013, depois de aposentada, Juraci decidiu se profissionalizar com assessoria do Consulado da Mulher e abriu o empreendimento Ambrosia com atuação em uma cantina escolar.. Para ela, seu negócio só tem sentido se for com a ideologia multiplicadora, na qual é possível aprender e distribuir conhecimento.

Promover a transformação social por meio do incentivo ao empreendedorismo feminino é o objetivo do Instituto Consulado da Mulher. Iniciativa da marca Consul, a ação social garante apoio e confiança às mulheres que sonham em empreender ou ampliar seus negócios. De acordo com seu último levantamento, realizado em 2017, já beneficiou direta e indiretamente cerca de 4.483 pessoas, 245 empreendimentos, totalizando um faturamento de R$ 5.7 milhões.

 

Em seus 16 anos, o Instituto já percorreu de Norte a Sul do Brasil em busca de histórias inspiradoras e, entre as beneficiadas pela ação social neste período, algumas destacam-se tanto pela garra e determinação como também pela forma como conduziram seus negócios e, consequentemente, mudaram suas vidas.