Nossa Mulher Positiva é Isabel Rott, fundadora da ISARO, marca de roupas que busca a inclusão social e utiliza recursos de maneira responsável. Seguindo valores minimalistas e conceitos de sustentabilidade, Bel prova que é possível ser diferente e fazer a diferença utilizando poucas linhas.

Com 33 anos e apaixonada por arte, Bel foi criada na Alemanha e se formou no Instituto Europeu de Design. Após voltar ao país em 2016, o início da sua carreira na área de moda e a criação da ISARO tem uma história curiosa.

“Inicialmente eu sou formada em arquitetura de interiores, mas durante meu período morando na Alemanha, um amigo me fez o convite para criar e abrir uma marca de roupas com ele. Foi algo inesperado, mas ele acreditava em mim, e foi assim que eu comecei a me aprofundar mais e mais no mundo da moda. Quando retornei ao Brasil, tive a certeza absoluta de estar no lugar certo para continuar trabalhando com a moda e crescer.”

1. Como começou a sua carreira?

Inicialmente eu sou formada em arquitetura de interiores, mas durante meu período morando na Alemanha, um amigo me fez o convite para criar e abrir uma marca de roupas com ele. Foi algo inesperado, mas ele acreditava em mim, e foi assim que eu comecei a me aprofundar mais e mais no mundo da moda. Quando retornei ao Brasil, tive a certeza absoluta de estar no lugar certo para continuar trabalhando com a moda e crescer.
2. Como é formatado o modelo de negócios da ISARO?
Somos uma empresa pequena, e eu me considero a idealizadora e criadora da marca. Mas existem diversas pessoas envolvidas, desde o fotógrafo incrível Eduardo Lobo à videomaker extremamente profissional Isabela Ribeiro. Claro que as minhas equipes de marketing e assessoria são uma parte fundamental também. Pode-se dizer que a marca é quase como um coração de mãe, sempre cabe mais um para colaborar.
3. Qual foi o momento mais difícil da sua carreira?
Creio que estou passando por ele, pois me considero uma pessoa extremamente ansiosa, e por mais que isso me deixe ativa e sempre no pulo, eu acabo exigindo muito de mim e da marca. Preciso aprender a desfrutar de cada pequeno momento, e sentir de acordo com o crescimento orgânico da marca.
4. Como você consegue equilibrar sua vida pessoal x vida corporativa/empreendedora.
Claro que às vezes um final de semana tem que ser ocupado pelo trabalho, e tudo bem. Faz parte. É só isso não te devorar por inteira. Acho que, por mais que a gente ame o que a gente faz, um descanso para colocar as ideias e até mesmo o emocional no lugar faz parte.
5. Qual o seu maior sonho?
Meu maior sonho é levar a marca ISARO para o exterior, e mostrar do que o Brasil é capaz. Mostrarmos que temos potencial, que sabemos mostrar representatividade e o que o nosso país tem de bonito, que é a diversidade.
6. Qual a sua maior conquista?
Sempre considero meu próximo passo a minha mais nova conquista. Assim, faço de todos os pequenos sucessos uma nova conquista, sem me prender à uma só. Sendo assim, minha maior conquista atual é estar aonde estou.
7. Livro, filme e mulher que admira
Um livro incrível é o Desert Flower, da Waris Dirie. A história de vida dela é uma luta sem igual, e mostra uma força interior que eu admiro incondicionalmente.
Um filme maravilhoso é o Disobedience com Rachel Weisz. Emocionante e ao mesmo tempo frustrante, mostra o quanto a mulher se submete e se adapta ao que a sociedade acha que é o correto para o sexo feminino.
Mulher; admiro a Michelle Obama. Parece clichê, mas ela conseguiu se destacar lindamente ao lado do marido, mas ao mesmo tempo criar uma imagem só dela, independente dele.