Nossa Mulher Positiva da vez é Gabrielle Schafer, fundadora da Eleve, uma empresa de nutracêuticos, criada a partir de experiências clínicas para proporcionar saúde e beleza.  Fisioterapeuta, atua há 19 anos na área da saúde, está à frente de uma clínica de estética e bem-estar com unidades em São Paulo e ABC e lidera uma equipe com mais de 30 funcionários. Com a Eleve, ela pretende mostrar a um maior número de pessoas, a importância de investir não apenas na beleza, mas também na qualidade de vida e saúde, imprescindíveis para um corpo harmonioso.

  1. Como começou sua carreira?

Sempre fui apaixonada pela área da saúde. Comecei a minha carreira como fisioterapeuta, aos vinte e um, trabalhei durante catorze anos como funcionária pública, atuando com a terceira idade, criando alternativas para que os idosos pudessem ter mais qualidade de vida.

Ao mesmo tempo, montei uma academia com centro estético. Acabei me apaixonando também pela área da beleza e autoestima e decidi empreender. Fiz alguns cursos de especialização na Europa. A academia se transformou em uma rede de clínicas de estética. Os resultados começaram a repercutir e comecei a atender pessoas de vários cantos do Brasil.

Foi a demanda aliada ao prazer de transformar essas vidas que me fizeram criar a Eleve. Uma forma de levar essa transformação para mais pessoas, através da linha de produtos que alia beleza, saúde e bem-estar.

  1. Como é formatado o seu modelo de negócios?

A gente conta com uma equipe multidisciplinar que tem desde nutricionista até consultor esportivo, para pesquisa e desenvolvimento de produtos. São 30 profissionais envolvidos.

Acredito que, nos meus negócios, desenvolvi uma forma muito pessoal e especial de atendimento aos clientes. Tanto no atendimento presencial, feito na clínica, quanto no atendimento online, no e-commerce, a filosofia é sempre entender as necessidades dos nossos clientes e oferecer as melhores opções de serviços e produtos.

  1. Qual foi o momento mais difícil da sua carreira?

O momento mais difícil e desafiador da minha carreira foi a decisão de deixar a vida de funcionária pública, onde tinha estabilidade total, para aceitar o desafio de empreender. Hoje sei que foi a minha melhor escolha.

  1. Como você consegue equilibrar sua vida pessoal x vida corporativa / empreendedora?

Eu estabeleci uma rotina onde tenho um tempo para me dedicar aos meus filhos e quando estamos juntos, minha atenção é toda deles. Quando estou nos meus escritórios me dedico completamente aos negócios. Mas confesso que é preciso muita energia, disposição, e claro, organização para encarar os dias de correria.

  1. Qual o seu maior sonho?

Meu maior sonho é transformar a vida do maior número de pessoas, para que elas tenham mais saúde, autoestima e felicidade.

  1. Qual a sua maior conquista?

Sem dúvidas a família que eu construí e a felicidade de conciliar o trabalho que eu amo com a vida de mãe e mulher que é onde me sinto totalmente realizada.

  1. Livro, filme e mulher que admira.

Estou lendo e, confesso, encantada com o livro PNL – A nova tecnologia do sucesso. Amo os filmes “À Procura da Felicidade” e “Walt antes de Mickey”.

E admiro muito a trajetória da Luiza Trajano, referência de empreendedorismo feminino.