Nossa Mulher Positiva é Elisa Walker, consultora de RH, Coach e idealizadora da M.A.M. – Mães Atuantes no Mercado (www.maesatuantes.com.br). O seu foco é mostrar que é possível encontrar equilíbrio pessoal e profissional e ser feliz nos dois âmbitos. É mãe de 3 filhas, apaixonada pela família, carreira e por todos os desafios que envolvem estes dois mundos.

Como começou sua carreira?
Sou formada em Comunicação Social pela ESPM e comecei minha carreira em marketing, mas foi após um programa de trainee na área que percebi que preferia trabalhar com pessoas a produtos. Fiz uma mudança de carreira difícil na época, mas que se mostrou certeira. Hoje estou com mais de 10 anos atuando com desenvolvimento de pessoas, já fiz MBA na área além de especializações e formação em coaching e neurolinguística. Adoro o que faço e, este ano, durante minha licença maternidade, lancei o projeto M.A.M. (Mães Atuantes no Mercado), uma iniciativa que tem como missão ajudar mães a encontrarem oportunidades de trabalho flexíveis, equilibrando carreira e família, e também ajudar as empresas a aumentarem o número de mulheres em cargos relevantes, impactando na diversidade e resultados do negócio.

Como é formatado o modelo de negócios da M.A.M.?
Para as empresas, nós disponibilizamos um banco de talentos diferenciado e suporte com iniciativas que ajudam a acolher e desenvolver suas profissionais. Para as mulheres e mães, ajudamos a descobrir e potencializar seus maiores talentos por meio do coaching, definimos metas, planos de ação e compartilhamos experiências, buscamos preparar cada uma para um retorno ao mercado que equilibre a vida com filhos e a carreira. Além disso, temos um banco de dados onde as mães cadastram seus currículos e ajudamos a fazer este “encontro” entre oportunidade de trabalho flexível e perfil da profissional.

Qual é a maior dificuldade que as mulheres encontram ao tentarem se recolocar no mercado?
A maior dificuldade para as mulheres é encontrar oportunidades de trabalho que tenham empatia pelo seu momento de vida. Muitas vezes esta mulher super talentosa, que esta tentando se recolocar, tem filhos, marido e casa para cuidar e acaba colocando na balança quanto vale a pena a carreira versus a família. Atualmente é dificil encontrar oportunidades que permitam maior equilíbrio na vida da mulher, mas acredito que isto está mudando aos poucos.

Qual é seu maior sonho?
Participar do desenvolvimento das minhas filhas, não abrindo mão do lado profissional. E poder ajudar outras mulheres nesta jornada.

Qual sua maior conquista?

Minhas maiores conquistas são minha família e ter um próposito na minha carreira. Para mim é muito gratificante trabalhar com pessoas e poder ajudá-las a conquistar o melhor na carreira e na vida pessoal.

Livro, filme e mulher que admira

Livro: Garra, da Angela Duckworth, que fala do poder do entusiasmo e da perseverança em nossas vidas. Ela tem um TED Talk também muito bom. Do lado dos romances, adoro o livro A Casa dos Espíritos, da Isabel Allende, que conta a saga da família Trueba com muito drama e misticismo.

Filme: gosto muito de Erin Brockovich e Estrelas Além do Tempo. Ambos falam sobre mulheres e seus desafios na carreira em diferentes épocas.

Mulher que admiro: não existe uma em específico, mas admiro todas as mulheres que conseguem equilibrar tantos “pratinhos” como carreira, filhos, amigos, marido, casa, etc com graça e bom humor…