Uma das premissas que norteiam o design de interiores é sair do lugar comum. Muitas vezes, o cliente acaba se tornando a maior barreira para que o profissional consiga executar fora da caixa, uma vez que seu pensamento está condicionado por soluções e estéticas padronizadas. 

(ANELISA LOPES ESCREVE ÀS TERÇAS. PERFIL NO INSTAGRAM: @anelisalopes)

Mesa de jantar não pisa ser retangular (foto: arquivo pessoal)

Normalmente, as demandas iniciais recaem em soluções óbvias e, mesmo confrontados pelo profissional, ainda se questionam se vai se conseguir se adaptar à nova ideia. É importante saber que um conceito diferenciado não nasce do nada. Ele vem atrelado a outras questões percebidas no ambiente, como circulação, ergonomia, funcionalidade e, claro, estética. 

Vou listar abaixo, então, os principais “pedidos padrão” que escuto entre meus clientes – e que, na maioria das vezes, não são atendidos (risos). 

  1. Mesa de jantar retangular 

A famosa ideia de família reunida ao redor da mesa vem sempre conjugada a uma mesa retangular. Não sei se pode ser uma herança da representação da Santa Ceia, mas, de fato, as pessoas só acreditam que uma mesa retangular vá materializar sua ideia de refeições em família. 

A questão é que, com apartamentos cada vez menores e as várias possibilidades de reunião familiar deixaram esse conceito para trás. Bancadas de cozinha americana, mesas circulares, canto alemão, entre outras soluções também devem ser consideradas. 

  1. Sofá reclinável 

Este é um dos principais combates que tenho no momento de especificar o principal móvel da sala de estar. Apesar de atualmente haver uma ampla variedade de modelos, não serve para todo e qualquer espaço, mesmo com  o cliente sonhando em ficar esparramado em frente à TV. É preciso levar em conta o espaço e o estilo de decoração escolhido para definir qual sofá levar para casa. 

  1. Mais luz, por favor  

“Mas eu acho que vai ficar escuro”. Antes de definir um projeto de luminotécnica, é preciso levar em conta duas questões pra lá de básicass: temperatura da cor e ambiente. Antigamente, as lâmpadas não tinham variação de cor e intensidade e, muitas vezes, cozinhas, banheiros e bancadas de trabalho não eram iluminadas da forma correta. 

Hoje em dia, você pode criar um ambiente somente com efeitos luminosos. Mas, se não for esse o caso, considere a utilização de luzes frias e quentes para ter espaços bem iluminados e acolhedores. 

  1. Quadros e mais quadros

Oito entre cada dez clientes quer preencher vazios com quadros. Se não for feito com propósito, o efeito pode ser exatamente contrário. Há diversas maneiras de preencher uma parede, do uso de tinta até marcenaria. Os quadros parecem a solução mais fácil e rápida, mas se não tiver uma motivação, não cumprirá seu papel. 

Paredes não precisam ser, necessariamente, preenchidas com quadros (foto: arquivo pessoal)