Tenho dois critérios para a escolha de hospedagem: pelo design (externo ou interno) ou pela experiência oferecida. Muitas vezes, este acaba sendo um dos pontos fortes da viagem, já que passo bastante tempo analisando os detalhes do espaço. Já me hospedei em barraca de praia de luxo, contêiner, convento, avião desativado… Mesmo que às vezes a cidade em si não traga atrações de peso, o ambiente vale o investimento – principalmente para quem tem crianças. 

(ANELISA LOPES ESCREVE ÀS TERÇAS. PERFIL NO INSTAGRAM: @anelisalopes)

Dependendo da escolha, é bom reservar com bastante antecedência, pois não são lugares caríssimos, mas muito disputados. Assim, também é possível pagar uma tarifa mais em conta. Confira alguns lugares que fiquei com minha família no Brasil que valem a visita. 

  1. Ubatuba, SP

Projetada pelo escritório Pitta Arquitetura e Juan Diego Erhart del Campo, esta casa fica em um condomínio no litoral norte. Não está pertinho do mar, mas tem um paisagismo incrível ao redor, que também oferece privacidade. Apesar de ter apenas dois quartos, um banheiro e um lavabo, as amplas portas de correr dão amplitude ao ambiente. Sustentável, gera sua própria energia. 

Ubatuba (foto: AirbnB)

  1. Cunha, SP

Famosa pelos campos de Lavanda, a cidade de Cunha fica quase na divisa de São Paulo com Rio de Janeiro e é banhada por uma parte preservada da Mata Atlântica. O Latitude Lodge tem contêineres de luxo com uma vista incrível da serra. Uma enorme jacuzzi lapidada em um tronco de madeira é um dos destaques do local. 

Cunha (foto: divulgação)

  1. Serra da Canastra, MG

Localizada em Delfinópolis, uma das entradas para a Serra da Canastra, a Casinha de Hortelã tem estrutura geodésica e foi construída pelo simpático casal que mora no terreno. O acampamento chique não tem televisão e proporciona uma imersão em meio à natureza do local, já que a maior parte da cobertura é transparente. 

Serra da Canastra (foto: divulgação)

  1. Belém, PA

O Atrium Quinta das Pedras fica em um prédio histórico do século XVIII na capital paraense e já serviu como orfanato, albergue religioso e escola. Após uma grande reforma estrutural, o projeto de design confere características marajoara, típicas da região. Além de restaurante e loja, também tem uma capela em suas instalações. 

Belém (foto: arquivo pessoal)

  1. Bonito, MS

O conceito do hotel na região de Bonito, no Mato Grosso do Sul, foi incorporar a experiência da hospedagem em meio à natureza, por isso, existe a opção de dormir em uma cabana na árvore, assim, em qualquer período do dia é possível encontrar os animais que também habitam o espaço, fazendo uma “caminhada” para conhecer os hóspedes. 

Bonito (foto: divulgação)