Hoje em dia, os projetos de design de interiores podem contemplar qualquer  parcela da população que esteja disposta a investir parte do orçamento da sua reforma ou repaginação em soluções funcionais e bonitas. Isso pode acontecer por meio de consultorias pontuais ou até mesmo com um projeto completo, mas mais simples. 

(Anelisa Lopes escreve sempre às terças sempre às terças. Acompanhe alguns de seus projetos e referências no Instagram: @a81_design)

Materiais em conta, como o concreto, podem deixar o espaço sofisticado (foto: Pixabay)

E, mesmo de uma forma despojada, é possível conseguir um espaço agradável e atraente. A missão do designer é escolher soluções que não pesem no bolso, mas prezem a circulação, a luminosidade e a funcionalidade, sem afetar a estética. 

Materiais como madeira pinus, granilite e concreto são alguns recursos que podem ser usados sem medo. Outro resultado que também agrada é o uso de tubos aparentes para a fiação elétrica. Veludo e algodão são revestimentos de baixo custo, mas com ótimo destaque visual. Aposte em tons neutros na base e cor nos acessórios. 

Se o um investimento maior permitir, ouse gastar um pouco mais em uma luminária na sala de estar, um quadro ou uma poltrona – que não precisa necessariamente vir em par. Com certeza, este será o ponto focal e casará muito bem com os outros elementos de custo mais baixo.