Planejamento e pesquisa de preços são os primeiros passos para começar uma renovação com o pé direito. Saindo da parte teórica e partindo para a prática, no entanto, quais são as principais soluções para economizar numa repaginação de ambiente?   

(ANELISA LOPES ESCREVE ÀS TERÇAS. CONHEÇA SEU PERFIL NO INSTAGRAM: @anelisalopes)

Pintura e novos puxadores fazem milagre em móveis antigos (foto: Casa de Valentina/Pinterest)

É bom destacar também que caso você não tem como ponto forte a organização e falta tempo na agenda para acompanhamento da obra, fazer o trabalho em conjunto com um profissional, seja ele um arquiteto, designer de interiores ou um bom empreiteiro, diminui o gasto extra e a dor de cabeça no processo. Abaixo, eu listo cinco recursos que utilizo em meus projetos e/ou consultorias quando orçamento é limitado. 

  1. Pedra sobre pedra 

Cobrir o piso elimina a retirada do revestimento antigo e a contratação de caçamba para descartar o entulho. Lembre-se, no entanto, que o piso que será coberto deve estar em perfeitas condições, assim, o novo revestimento será assentado sem problemas de alinhamento ou de infiltração. 

  1. Rejunte e cobertura 

Se o azulejo da parede se encontra em bom estado, mas a cor ou o desenho não agrada, há duas opções para encurtar o processo de mudança: mudar a cor do rejunte, solução indicada quando o revestimento é liso, ou cobri-lo com tinta ou adesivo. No último caso, no entanto, a área molhada, como box ou superfície acima da cuba/tanque. 

Rejunte colorido renova espaços (foto: Archdaily/Pinterest)

  1. Pintura multifacetada 

Se você decidiu usar cor, crie novas tonalidades a partir da mistura com branco ou cinza, assim, você ganhará novas tonalidades sem a necessidade de comprar inúmeras opções numa paleta. 

  1. Fita eletrificada

Criar efeitos com a iluminação, seja ela direta ou indireta, é um ótimo recurso para dar nova cara a um ambiente. Se você quer se livrar do quebra quebra, use a fita eletrificada para criar novos pontos de luz ou tomada. Atenção, porém, ao local da instalação para evitar furação na parede no local onde ela foi aplicada. 

  1. Aproveitamento de móveis planejados 

Tinta ou adesivo e puxadores são capazes de fazer milagre num móvel planejado antigo ou sem vida. Você também pode optar por retirar as portas ou trocá-las, deixando o “esqueleto” da marcenaria. A dica vale ouro para móveis antigos feitos de madeira. 

Eletrofita evita o quebra-quebra (foto: GNT/Pinterest)