Um dos móveis mais importantes em um projeto de dormitório é a mesa de cabeceira, mas, muitas vezes, as pessoas acabam fazendo dela um depósito de quinquilharias e nunca acham o que precisa estar à mão na hora de dormir ou de se levantar.  

(ANELISA LOPES ESCREVE ÀS TERÇAS. PERFIL NO INSTAGRAM: @anelisalopes)

Mesa de cabeceira livre da bagunça ajuda no dia a dia (foto: Decorfácil/Pinterest)

Não adianta comprar por ser bonita ou estar em promoção. A mesa de cabeceira vai cumprir uma função regular na sua rotina, portanto, quanto mais se adequar a ela, melhor. Confira algumas dicas para ter o móvel de apoio ideal. 

  1. Meça o espaço lateral e a altura da cama       

O primeiro passo para escolher uma boa mesa de cabeceira é medir não só o espaço lateral, mas também a altura da cama. Um modelo com 45 cm de largura, 35 cm de profundidade, com altura igual ou 10 cm a menos que a cama é suficiente. se houver espaço e quiser optar por uma cômoda, não tem problema, apenas se lembre da altura. 

Se a área for menor que essa, use uma mesa lateral, daquelas que se coloca ao lado do sofá. No caso da cama de casal, dependendo do conceito do seu projeto, não é preciso comprar dois móveis iguais. Fica até mais interessante usar acompanhado de algo bem diferente, como uma cadeira, por exemplo. 

  1. Analise sua rotina 

Qual a sua rotina na hora de dormir/levantar e quais os objetos que você precisa ter à mão neste momento? Controle remoto, livro, óculos, garrafa ou copo de água são alguns itens que normalmente ficam sobre a superfície da mesa de cabeceira. Uma pequena bandeja, uma moringa ou um cestinho ajudam a organizar. 

O ideal é que o móvel tenha pelo menos uma gaveta para guardar os itens que não cabem ou que serão usados com menos frequência, como carregadores de celular ou remédios, por exemplo. 

 3. Luminária, pendente ou arandela? 

Se há pouco espaço disponível e sua cabeceira precisa ser pequena, evite colocar uma luminária de mesa, pois vai ocupar espaço, por menor que ela seja. Neste caso, opte por uma arandela na parede, que pode ser ligada na tomada, ou por um pendente com luz focal, se ainda for possível disponibilizar um ponto elétrico no forro. 

  1. Tomadas

Em relação ao posicionamento da tomada, considere o uso que fará dela. Se for para o abajur, opte pela parede perpendicular ao móvel, a uma altura de 30 cm do chão. Se for para carregamento de celular, posicione a tomada a 85 cm do chão, na mesma parede da cabeceira. Mas, lembre-se de que o ideal é não deixar o celular próximo na hora de dormir para ter uma boa noite de relaxamento. 

Curiosidade 

Em 2019, a rede de lojas de móveis Etna extinguiu do seu catálogo a denominação criado-mudo, substituindo-a por mesa de cabeceira. A expressão, cuja origem remonta ao período de escravidão no Brasil, se referia aos criados que passavam a noite velando o sono dos seus senhorios.