Falamos na segunda passada sobre a educação emocional. Que nós não fomos educados emocionalmente. Que não aprendemos a identificar aquilo que sentimos.

Já temos dificuldades em reconhecer a dor física, imaginem a  dor emocional.

Precisamos compreender, administrar e controlar nossas emoções principalmente se o nosso objetivo for emagrecer definitivamente.

E agora vou falar um pouco como fazer isso:

Só que para isso precisamos desenvolver algumas aptidões e hoje vou falar sobre uma delas: CONHECER OS PRÓPRIOS SENTIMENTOS:

Você conhece seus verdadeiros sentimentos? Uma grande maioria das pessoas não consegue definir sentimentos de amor, de vergonha ou orgulho, a razão para o surgimento destas sensações indefinidas, muito menos a sua intensidade.  

Porém se você não pode definir a potência de seus sentimentos, não poderá definir até que ponto estes sentimentos estão lhe influenciando.

Conhecer as próprias emoções, tomar consciência delas em relação a você mesmo e aos outros é o primeiro passo para alcançar a Educação Emocional.

Em um ambiente emocionalmente educado, você vai a causa do problema e consegue lidar com ele sem precisar usar subterfúgios como a comida, a compra, a droga, ou seja, prazeres externos para preencher algo que o incomoda.  

Então a dica de hoje é reconheça qual é e qual a intensidade de suas emoções. Entre em contato com ela e se for o caso compartilhe com alguém conquistou o direito de conhecê-las. A medida que você entra em contato com a sua vulnerabilidade tornando  nossas emoções conscientes e paramos de agir por impulso… 

Abraço.

Andrea Romão

Psicologa e Coach especializada em Reeducação Emocional no Processo de Emagrecimento