Olá

Quero agradecer a todos que compartilharam suas histórias. São histórias de “dor”, dificuldade, ansiedade e descontrole diante da comida. Todas muito semelhantes a minha “dor”, por isso, continuo seguindo com o meu propósito de utilizar este espaço para mostrar a você a  importância de cuidar do nosso lado emocional  em um processo de emagrecimento!

Hoje vou falar sobre nossos padrões mentais. Tudo que aprendemos desde nossa infância até a vida adulta, registramos em nosso cérebro. Chamamos estes  registros de padrões mentais e é através deles que percebemos, avaliamos e interagimos com o mundo, ou seja, passamos a nos comportar, agir e decidir de acordo com os padrões mentais aprendidos.

Por exemplo: uma pessoa que passa a vida toda escutando que não consegue fazer nada, que é um fracasso, que não consegue aprender, que não serve pra isto ou que não serve para aquilo, enfim, irá desenvolver um padrão mental baseado no que sempre ouviu e os  seus comportamentos serão compatíveis com este padrão.

A mesma coisa acontece no caso do emagrecimento. Um registro muito forte da minha infância, é que a minha mãe sempre me dizia que eu não podia deixar comida no prato porque era pecado ou que se deixasse comida no prato não poderia ir brincar.

Eu aprendi que precisava comer  para ter as recompensas boas. Como nosso inconsciente busca similaridades aos registros mentais, se eu não deixava sobrar comida no prato, na fase adolescente passei também não deixar bolacha no pacote, nem chocolate na embalagem.

São estes padrões mentais adquiridos desde nossa infância que nos fazem ter comportamentos hoje que não só nos fazem engordar como também nos impede de emagrecer!

Minhas clientes sempre trazem esta pergunta as sessões: “Por que mantenho este padrão mental negativo?”. Porque nossa mente absorve tudo que esta a nossa volta, ela não tem senso crítico e nós, inconscientemente reforçamos estes padrões negativos sem perceber, a medida que dizemos a nós mesmos: “ Não consigo fazer dieta.” , “ Isto não é pra mim”, “Não tenho vontade de fazer exercícios fiscos”, “ Sou preguiçosa”.  Se você repetir isto constantemente, estará reforçando ao seu cérebro que realmente não consegue e passará a agir desta forma, não conseguindo seguir a dieta ou processo de emagrecimento que tenha iniciado.

Então se você tem dificuldades para  seguir sua dieta ou manter seu peso, tem  vontade de desistir quando emagrece alguns quilos, não tem disposição para uma atividade física, seu único prazer e comer, um dos motivos pode ser um  padrão mental negativo que está  atuando como seu sabotador e te impedindo de alcançar seu objetivo.

Meus padrões mentais sempre foram negativos e hoje o que posso dizer a você é que  acredito que novos padrões mentais podem mudar antigos hábitos e é esta possibilidade que me faz estar aqui.

E  você tem padrões mentais que te fazem engordar? Pense e me conte quais são eles.
Abraço.
Andrea Romão
Coach de Emagrecimento