Não sei se isto acontece com você, mas aconteceu comigo e acontece com a maioria das minhas clientes.

 

A medida em que vamos conseguindo resultados positivos, e saindo da nossa zona de conforto para cuidarmos da nossa saúde, nosso corpo, nossa alimentação, o inimigo se levanta e nos deparamos com pessoas de mentalidade pobre, julgadoras, críticas que  querem nos puxar para baixo, nos desestimulando, querendo indiretamente e acredito que inconscientemente nosso fracasso.  Quanta gente assim você conhece? Quantos parentes, amigos, conhecidos seus agem desse jeito?  De certa forma é uma energia negativa e contagiosa e é preciso aprender a lidar com elas.

Porque você pode causar conflitos em suas relações. O marido que começa a trazer pizza no meio da semana. A mãe que faz o prato preferido. É a família que te chama de chata por você falar em dieta, enfim, são os nossos  sabotadores externos atuando e acreditem, eles são muitos e muito poderosos.

Quando saímos da zona de conforto, incomodamos. Não é por mal, mas estamos mostrando para estas pessoas que elas não conseguem sair. Entende? É por isso que incomoda e eles farão de tudo para que você desista e volte ao nível que ele está.

Muita gente me  pergunta: “O que faço se sou positiva e quero crescer e o meu marido é alguém que me puxa para baixo? Ou “O que fazer se as pessoas do meu convívio íntimo não estão interessadas que eu consiga atingir o meu objetivo?

A resposta é a seguinte: primeiro, não perca tempo tentando mudar pessoas negativas. Não é sua obrigação. O seu dever é usar o que aprendeu para melhorar a si mesmo e a sua vida. Seja o exemplo, seja bem-sucedido, seja feliz e, quem sabe, as pessoas vejam a luz (em você) e queiram um pouco dela para si próprias. Repito, a energia é contagiosa. As pessoas têm que se esforçar para se manter “escuras” quando há luz à sua volta. A sua tarefa é apenas ser o melhor que puder. Se lhe perguntarem o seu segredo, conte.

Segundo, de fato, é muito mais difícil ser positivo e consciente ao lado de pessoas e circunstâncias negativas, mas esse é o seu teste.

Então a dica de hoje é: de hoje em diante, quero que pratique pensar na negatividade alheia para se recordar de como não deve pensar e agir. Quanto mais negativas forem as pessoas, mais lembranças você terá do quanto é ruim ser desta forma.

Busque  a companhia de pessoas positivas e de sucesso e, não dê ouvidos a quem é negativo e quer te detonar.

Abraço.

Andrea Romão

Psicóloga e Coach Especializada em Reeducação Emocional no Processo de Emagrecimento.