Imagem Blog 300616Quando alguma coisa não dá certo, normalmente somos reconfortados pela famosa frase: “não era para ser” ou “não era para mim”. No entanto, o motivo pelo qual não deu certo pode ser bem diferente do que imaginamos. A ideia por trás da frase é usá-la como estratégia para nos ajudar a manter a calma e seguir em frente quando as coisas não parecem estar indo de acordo com nossas esperanças, desejos e expectativas.

Há momentos em que passamos por situações em que acreditamos que “não era para ser” no sentido de que está além do nosso controle e é para o nosso bem maior. Muitas vezes, isso pode realmente ser verdade, mas, em geral, o que experimentamos de fato são resultados dos registros que armazenamos em nosso subconsciente. Esses registros afetam nossos sentimentos automáticos, crenças, reações, percepções, decisões, escolhas, ações e tudo o mais.

Buscamos experiências com base em nossos dados subconscientes. Isso significa que, se mudarmos esses dados, nossas experiências, escolhas e ações também poderão mudar e tornar nossos resultados diferentes.

Por exemplo, você está em processo de emagrecimento, está dedicada e determinada. Planeja o final de semana com amigos. Com antecedência, prepara tudo aquilo que vai comer e que está exatamente de acordo com o que o pede sua dieta. No caminho, percebe que esqueceu em casa a comida que preparou. Você se irrita, fica frustrada, mas segue a viagem adiante e pensa: “não era para ser mesmo”.

Se você tem em seu subconsciente registros que fornecem evidências de que você é bem-sucedida, merecedora, digna e que o mundo é um lugar bom, seu subconsciente solicitará que sua mente consciente esqueça a comida para que você não sofra tendo que diferenciar sua refeição em um ambiente social. Ele transmitirá a mensagem de que você já aprendeu que o mais importante não é a comida e sim as pessoas, o ambiente e o evento, e que sairá dessa situação fazendo boas escolhas. Isso a deixaria mais livre. Seu subconsciente entende que isso é importante para você.

Por outro lado, se você tem em seu subconsciente registros que fornecem evidências de que você não é digna, que a vida é uma luta, que tudo é difícil para você, poderá ter solicitado a sua mente consciente para esquecer a comida para que você de fato sabote sua dieta e sinta-se culpada. Isso pode fazer com que você desista da dieta mais uma vez e experimente novamente o fracasso, sentindo-se a vítima da situação.

Por isso a importância de usar técnicas de mudança de comportamento e modelo mental para transformar sua mente em uma Mente Magra. Através do uso destas técnicas, você pode alterar as memórias que seu subconsciente está usando para sabotar seus desejos e necessidades, e transformá-las em positivas. Limpe as memórias do passado que estão impedindo seu futuro. Muitas vezes, ficamos presos a erros cometidos, frustrações, decepções e não olhamos para frente. Desprenda-se do passado, viva cada oportunidade que o presente conceder e, só assim, poderá viver plenamente o futuro.

Você pode fazer isso e, daqui em diante, usar a frase: “era para ser  sim”.

Abraço.

Andrea Romão

Coach de Emagrecimento