foto: Pixabay

Quem inventou o Dia do Amigo?

Foi uma boa ideia, porque essa é uma data em que todo mundo tem como comemorar, sem distinção. Difícil achar alguém que não tenha ao menos um pra contar história.

 

Amizade verdadeira é o lugar da alegria genuína, do companheirismo, da falta de censura, do papo bom que não acaba nunca, sem cobranças. As nossas semelhanças com os bons amigos às vezes são tantas que, na amizade, as diferenças até ficam pequenas. 

 

Amigo surge na nossa vida de repente, sem a gente planejar. E quando é muito companheiro fica. Pode ser um colega de escola da infância, de faculdade… Ex-colegas de estágio ou de trabalho, a melhor amiga do prédio, aquela pessoa que você conheceu num momento importante da sua vida, numa mudança de país ou de cidade… Num acidente ou em qualquer outro acaso da vida. 

 

Eu tenho amiga que conheci por causa do amigo do meu marido. O casal se separou e a minha amizade com ela ficou.

 

É sempre melhor poder ter os amigos por perto. Mas amigo de verdade você pode passar anos a fio sem ver que, quando encontra, parece que o tempo parou. Mesmo quando o reencontro passa a agregar aquele tanto de filhos crescidinhos que você só conhecia pelas redes.

 

Amigo de verdade fica mesmo quando tudo muda. É aquela pessoa pra quem você conta as alegrias ou divide tristezas. Amigo te faz se sentir acolhido. Muitas vezes, há semelhanças na alma. 

 

Amigo não te mede. E você até aceita que ele ou ela chame a sua atenção. Porque amigo que é amigo tem o poder de te fazer ouvir. Amigo bom te entende. Te apoia. Sofre junto. Te ampara, se for preciso. Está sempre na torcida.

 

Amigo traz felicidade de graça. Mesmo quando a vida tá pegando pesado. Ter amigos salva!

 

Dizem que a gente pode fazer muitos amigos ao longo da vida, mas que os verdadeiros dá pra contar nos dedos. Eu sou das que sente muito orgulho das amizades que preservei. Quero tê-las pra sempre.

 

Feliz Dia Do Amigo hoje e todo dia.

 

*Semana que vem os vídeos voltam.