Qual a importância dos relacionamentos humanos nos primeiros anos de vida para a formação de cada pessoa? Qual o impacto disso para a humanidade?

Essas questões complexas motivaram o filme “O Começo da Vida”, da diretora Estela Renner. O documentário percorre nove países, nos quatro cantos do mundo, para ouvir especialistas e mostrar valores comuns a famílias de diferentes classes sociais, etnias e culturas.

“São nesses laços, nesta conexão profunda, que a criança vai construir uma vida inteira. E, enquanto adulto, é nessa conexão que ela vai encontrar força!”, afirma Estela, que tem três filhos, para o Mãe Sem Receita.

“O Começo da Vida” é emocionante e, com certeza, um filme que transforma. Até na exibição na sede da ONU, em Nova York, ele causou comoção.

Na entrevista de hoje, você vai conhecer mais das motivações dessa diretora incrível e da equipe dela na produtora Maria Farinha Filmes.

“Os filmes têm de ser inspiracionais. Eles têm de ser partes de mundo que a gente quer ter”, afirma Estela. Confira!