Comida é como música e perfume: te transporta pro passado. Das nossas memórias, certamente, uma que a gente sempre carrega é a das coisas gostosas que comia. Principalmente das que marcaram a nossa infância.

 

foto: pixabay

 

———————————————————————————————————–

Se comer um acarajé, sempre vou me lembrar das barracas de baianas de Salvador. Ô saudade. Banana da terra me leva de volta para os cafés da manhã nas pousadas da Bahia. Biscoito de polvilho macio? Me lembra do forno a lenha no sítio dos meus avós paternos, no interior de Minas. Igual à jaboticaba no pé. Como era bom! E a melhor canjica de milho sempre foi a minha avó madrinha.

 

Comida é história!

 

Quando a gente é criança, não se dá conta disso. Mas, depois, consegue encontrar as influências sobre o que realmente gosta lá na infância. Porque a gente cresce apegado às referências.

 

Talvez por isso seja tão importante ter bons exemplos de alimentação em casa. Filha de ex-atletas, cresci com boas influências e aprendi a gostar de coisas saudáveis. O exemplo em casa me orientou.

 

Quantas vezes você já leu ou ouviu que criança copia os pais? É claro que há exceções. Felizmente ou infelizmente. Mas a regra prevalece.

 

Então, se a comida é boa e faz bem pra saúde, o exemplo também será. Sorte de quem tem acesso ao que há de melhor e pode oferecer o que é bom para os filhos. Eles podem se inspirar e aprender copiando. É bem mais fácil. Há grandes chances de quererem experimentar o que nos veem comendo.

 

Aqui em casa é assim. Meus filhos, de quatro e oito anos, sempre foram estimulados a comer frutas e a experimentar comidas saudáveis e naturais. Eles podem até não querer, mas não vão encontrar refúgio no que não faz bem pra saúde. Simplesmente porque quase não tem.

 

Biscoitinho recheado, suco de caixinha, bolinhos prontos, salgadinhos, balinha e docinho… só são bonitinhos na palavra.

 

Bom mesmo é poder e querer oferecer comida de verdade. Escolher coisas que fazem bem e torcer pra que eles tenham saúde e vida longa. Se der pra construir uma história, melhor ainda.

 

Quer uma dica? Experimente fazer esta receita deliciosa do bolo de cacau que a gente ama fazer por aqui. É rápido, fácil e divertido. Diga aí se eles não vão crescer se lembrando disso?