Uma das frases que mais ouço é que está difícil encontrar um parceiro amoroso. Parece até que foi lançada uma maldição e quem está sozinho é porque não é merecedor de viver uma história de amor. A verdade é que vivemos um momento em que o prazer se tornou tão acessível, a liberdade tão valorizada que talvez tenhamos essa impressão, mas a verdade é que existem inúmeros fatores que determinam esse estar sozinho.

Estar sozinho não significa estar solitário, isso é bem importante de se entender. Atualmente muitas pessoas têm optado por seguirem as suas vidas de forma mais livre, cientes de que querem usufruir da condição de estarem só. Poder escolher como se quer viver ou mesmo estabelecendo prioridades é muito importante. Muitas vezes estamos concentrados em um novo trabalho, em uma mudança que está prestes a acontecer e que demandará muita energia, ou mesmo querendo ficar sozinho para curar algumas feridas e buscando um novo propósito. E está tudo bem, podemos sim fazer escolhas como essas.

Porém existem muitas pessoas que querem ter alguém, mas por algum motivo as relações não se desenvolvem. Um se apaixona e o outro não. Cada um no seu momento tentando superar alguma dor ou encontrar alguém que faça o coração brilhar. Uns dos erros mais comuns é que projetamos no outro o que idealizamos como parceiro ideal, não enxergamos claramente como o outro é e nos decepcionamos quando não somos devidamente ouvidos e correspondidos em nossos desejos.

É tudo muito complexo e muitas vezes até encontramos um bom parceiro, compatível em muitos aspectos, atencioso, mas não estamos preparados para receber esse amor. Podemos achar muito melados, grudentos, atenciosos, não conseguimos nos apaixonar mesmo sendo características que idealizamos. Ficamos engessados em um tipo de perfil que nem sempre seria o parceiro ideal.

Muitas pessoas são viciadas na dor, estão tão acostumadas a não terem amor que quando este bate a sua porta, não o reconhece. É importante refletir sobre essa questão, se você está pronto para deixar a felicidade entrar em sua vida e muitas vezes não estamos. O medo, a desconfiança, as crenças, as vivências e traumas da vida podem impedir que se enxergue a felicidade quando ela chega.

Olhe com sinceridade para si mesmo, olhe para o que já passou, lembre-se das oportunidades que teve até o momento e com  verdade responda a si mesmo se está pronto, se está inteiro, preparado para viver um relacionamento. Pois se por acaso encontrar dúvidas, talvez seja o momento de resolver o passado, para que desta forma possa estar aberto para viver um futuro feliz.