Se você tem se dedicado exageradamente a sua profissão, tem se alimentando mal, não tem se divertido, algo deve estar muito errado. É claro que em alguns momentos precisamos nos dedicar a um projeto, focamos e fazemos o nosso melhor, mas é preciso sempre estar atento aos próprios limites. Isto porque a linha entre se dedicar e não se respeitar é tênue, e na maioria das vezes percebo que esquecemos essa diferença.

A verdade é que o tempo passa tão rápido, as demandas são muitas, aprendemos a acionar o piloto automático e, seguimos dia após dia trabalhando, sem pensar muito no quanto estamos nos privando de momentos de qualidade. Nós nos sentimos pressionados pelos prazos, pela necessidade financeira, precisamos alimentar a nossa família, e vamos colocando toda a nossa energia nas nossas tarefas.

Quantas vezes você trabalhou até altas horas sem parar para fazer uma refeição adequada, se privando de uma boa noite de sono? Talvez porque seu chefe ande exigindo muito, ou você tenha um viés perfeccionista e quer sempre fazer o melhor possível, mas a questão é que esse ritmo causa um desgaste emocional e físico muito grande, que vai impactando a sua vida pessoal, familiar e social.

Se você se identificou em algum nível com o que escrevi acima então está na hora de parar um pouco para respirar e repensar a vida, o trabalho e, principalmente, a sua forma de se colocar frente às demandas que chegam até você. Não agrida o seu corpo e a sua saúde para ter sucesso, aprender a se respeitar é um dos pilares para ter uma vida profissional feliz e estável. Talvez seja o momento de repensar os seus valores, ou mesmo a sua compreensão sobre como deve se posicionar na esfera profissional.

Ao respeitarmos os nossos limites colhemos muitos benefícios, veja:

– Ocorre uma melhora significativa no nível da criatividade e da inspiração;

– Levantamos pela manhã mais animados, sentimos que estamos com mais energia;

– Cuidamos da nossa alimentação e, consequentemente, ficamos mais satisfeitos com o peso e com a saúde;

– Abrimos espaço para sair com os amigos, a vida fica mais leve e divertida;

– Deixamos de engolir sapos, não aceitamos trabalhos que roubam nosso tempo com família e amigos;

– Entendemos que dormir bem é um presente que nos damos, desta forma passamos a priorizar o nosso bem-estar;

– Praticamos a presença, logo desenvolvemos uma gratidão profunda pela vida e por todas as experiências que passamos, pois todas servem como uma escola para nos aperfeiçoarmos;

– E muito mais…

E aí, o que acha de fazer uma mudança em sua vida?