Os pensamentos invadem a nossa mente a todo o momento, e é praticamente impossível esvaziar, somente a partir das técnicas de meditação onde conseguimos experimentar um pouco desse descanso mental.

Quando acordamos pela manhã já somos chocalhados por milhares de pensamentos que nos fazem levantar e começar a realizar as tarefas do dia. Quando temos uma postura mais positiva conseguimos ter uma vida tranquila, julgamos menos, temos mais empatia pelas pessoas, conseguimos identificar o que a vida ou as experiências nos trazem de bom.

Mas nem todas as pessoas são positivas, isso se deve ao conjunto de experiências a que foram expostas desde pequenas e como conseguiram lidar com as mesmas. Talvez tenham aprendido a enxergarem a vida com lentes cinza em vez de coloridas, pois a vida pode ser um tanto desafiadora para algumas pessoas.

A partir dessas referências os pensamentos se manifestam e temos a tendência a nos identificarmos com os mesmos, e estes se tornam verdades nas quais interferem diretamente em nossas ações. Esse processo é muito delicado, pois interpretamos os fatos a nossa volta de acordo com as nossas lentes e assim cada pessoa o faz, aí já começamos a entender o porque de tantos conflitos entre as pessoas.

Quando fazemos a prática do silêncio ou meditação, vamos conseguindo identificar que não somos os nossos pensamentos, que é o nosso ego que necessita se identificar para continuar existindo. O ego nos proporciona uma identidade ilusória, ele se constituiu através de pensamentos, emoções e lembranças vivenciadas, pois somente dessa forma ele sobrevive.

Com isso, quando escolhemos praticar o silêncio vamos entendendo que os pensamentos não nos definem, então podemos sim escolher com quais iremos nos identificar, pois facilmente os transformamos em verdades, por isso é tão delicado esse processo.

Esse é um assunto bem complexo para aprofundar em outro momento, foi somente uma pincelada para ficar claro como funcionamos, o quanto nos apegamos a ideias mentais.

Então o meu convite é para que você teste a prática do silêncio, pois a partir daí irá começar a entender melhor como todo esse processo funciona e assim escolher quais pensamentos irá querer nutrir em sua vida.

Imagine que você é o céu, acima das nuvens, então é bem azul. Quando olha para baixo você percebe várias nuvens passando, elas são os seus pensamentos, e podem ser bons ou maus. Então você olha para os mesmos e pode escolher deixar passar o pensamento ruim, negativo, e se apegar nos pensamentos bons que irão trazer tranquilidade e harmonia a sua vida.

Parece simples, mas não é, pois irá demandar de você um exercício diário. Tenho dito que o mais simples pode ser o mais desafiador, pois irá exigir de você comprometimento, e se não fizer isso por você, ninguém o fará.