Muitas vezes no ambiente de trabalho poderemos conviver com pessoas tóxicas, o problema começa quando tal toxidade começa a aparecer no seu ambiente de lazer. Essas situações poderão ocorrer com certa frequência e será preciso desenvolver formas de interagir sem se deixar afetar emocionalmente pelas mesmas.

É importante entendermos que pessoa tóxica tem uma história de vida que favorece essa forma de se comportar, na grande maioria das vezes a mesma tem um histórico onde foi exposta a agressões, choques de humilhação, carência de afeto e falta de reconhecimento pessoal.

Por ter sido vítima desses abusos o sujeito nem percebe como se comporta, acha normal também criticar, desvalorizar o que o outro mostra de bom e às vezes até humilhar as pessoas com quem convive com palavras agressivas ou irônicas. É como se precisasse repetir constantemente esse comportamento na tentativa inútil e inconsciente de amenizar a própria dor.

Muitas vezes se está tão fechado e tão recluso em sua dor que repele qualquer alerta que alguém possa lhe dar, ignorando o próprio comportamento. Em outros momentos podem até perceber o que fazem, mas se sentem compelidos a continuar ignorando completamente os estragos que cria.

No ambiente de trabalho é bem frequente nos depararmos com essas pessoas, mas quando as mesmas participam de sua vida mais íntima em função de situações sociais aí a questão se torna mais complexa. Nesse momento é que devemos nos tornar mais atentos e criar formas mais assertivas de conviver sem se deixar afetar emocionalmente.

Não adianta querer mudar essa realidade com agressividade e repetindo os comportamentos da pessoa tóxica, com certeza você se deparará com situações semelhantes com outras pessoas e outros locais, então é fundamental que se aprenda a conviver da melhor forma possível.

É claro que talvez não seja possível em alguns casos, afinal não é nada fácil quando esses comportamentos são demasiadamente agressivos, então pode ser que precise se afastar ou evitar o máximo essa proximidade. Porém em situações mais amenas existe a possibilidade de conviver com tranquilidade, pois seu comportamento poderá mudar a forma da pessoa se apresenta a você.

Uma das dicas é nunca entrar nesse jogo nocivo, se comportar com tranquilidade e mostrar-se gentil é uma forma de desarmar qualquer atitude desagradável. Se a pessoa persistir, persista também na gentileza e na educação, pois só combatemos o que é ruim com amor e não com agressividade.

É importante entender que ao reagirmos com carinho a pessoa tóxica ficará desconfortável, afinal ela aprendeu a se relacionar destruindo as relações e não sabe agir de outra forma e você será um espelho, um modelo para que possa entender que pode se comportar de forma diferente.

Quanto mais acolhedor e afetivo você for, mas você se sentirá fortalecido. Mas parece muito fácil seguir essa orientação e estaria mentindo caso eu dissesse o contrário, porém mudar exige esforço e boa vontade. É importante entendermos que vivemos na universidade dos relacionamentos, estamos o tempo todo nos deparando com situações que nos desafiam a sermos melhores, por isso o foco é mudar os nossos comportamentos para que os mesmos sirvam de exemplo e aprendizagem do outro.

Depois me conte os desafios que tem enfrentado, coloque em prática focando em sua mudança e poste o seu relato aqui nessa matéria.