Vivemos e nos relacionamos constantemente com as pessoas e nem sempre nos damos conta de que muitas delas são tóxicas, e que talvez nós também estejamos sendo. Nascemos e somos criados por pessoas, e independentemente se são nossos pais, cuidadores ou professores, o fato é que cada um tem a sua própria forma de ser, e na maioria das vezes nem percebem que esse jeitão de ser pode estar causando problemas tanto em suas vidas, como na de outras pessoas.

As pessoas tóxicas são difíceis de conviver e muitas vezes elas estão dentro de nossas casas, passamos anos convivendo com essa violência que muitas vezes é totalmente velada. Podemos considerar como tóxico todo comportamento que machuca, que visa estragar a nossa alegria, as nossas conquistas e desmerecendo as nossas escolhas. Os recursos utilizados as tornam desagradáveis, percebemos o uso constante de palavras negativas e muitas vezes até utilizadas com crueldade.

Na verdade, as pessoas tóxicas querem atenção somente para si mesmas, se colocam como vítimas, o que as impedem de estabelecer vínculos saudáveis com quem se relaciona. Normalmente essas pessoas também tiveram pais tóxicos, quando olhamos para suas histórias conseguimos compreender a dor que carregam. Mas apesar desse fato despertar a nossa simpatia por um tempo, a longo prazo também nos destrói se não nos afastarmos, pois dificilmente buscam ajuda psicológica para ajustar seus comportamentos e viramos alvo de seus conflitos. A solidão acaba sendo muito frequente principalmente na velhice, pois o comportamento desagradável foi afastando as pessoas aos poucos, impedindo a construção de laços de afeto duradouros.

Algumas características para você identificar se está convivendo com alguém tóxico:

– Não conseguem estabelecer laços de afeto saudáveis e manter amigos e familiares por perto;

– Estão sempre achando algo errado para nos criticar;

– Sentem inveja das pessoas ao seu redor o que gera um estado de muito desconforto interno;

– Tentam minar as iniciativas das pessoas com as quais convive;

– Todo elogio que faz a algo ou alguém é seguido de um comentário de anulação;

– Não conseguem ouvir, julgam tudo o que ouvem precipitadamente gerando uma distorção da realidade, e impedindo uma comunicação fluída;

– Manipulam as informações de forma a causar o constrangimento de pessoas em comuns, como amigos, familiares e colegas de trabalho;

– São negativos, sempre enxergam a vida através de lentes cinzas, afastando as pessoas ao seu redor;

– Quando tentamos auxiliar percebemos que a pessoa se incomoda, pois, na verdade, na maioria das vezes, nem percebe o próprio comportamento.

Vale a pena lembrar que o objetivo não é sairmos rotulando pessoas, e sim identificar quando isso acontece e como nos sentimos. Cabe a cada um de nós percebermos que quando nos encontramos em um relacionamento tóxico é porque precisamos aprender a nos colocar com assertividade, e não permitir que as atitudes dessas pessoas nos afetem. Afinal todo relacionamento é desafiador, estamos o tempo todo aprendendo a lidar com as adversidades, então desejo boa sorte para você.