A tatuagem temporária traz a mensagem 'Minha roupa não é um convite' Foto: Cedida pela assessoria de imprensa da Amaro

A tatuagem temporária traz a mensagem ‘Minha roupa não é um convite’ Foto: Cedida pela assessoria de imprensa da Amaro

Infelizmente, o assédio sexual é um crime comum durante as festas e blocos de carnaval. Portanto, discutir o problema nesse período do ano é fundamental, e sempre é válido ressaltar a premissa: a culpa nunca é da vítima. Ou da roupa que ela está usando. Para que isso fique muito claro a folia, a Amaro em parceria com o coletivo feminista Não é Não lançou nesta sexta-feira, 15, a tatuagem temporária ‘Minha roupa não é um convite’.

Com essa iniciativa, a mensagem contra a agressão vai estar escrita no corpo das mulheres com todas as letras.

Tatuagem foi criada pela marca digital de moda Amaro e o coletivo feminista Não é Não Foto: Cedida pela assessoria de imprensa da Amaro

Tatuagem foi criada pela marca digital de moda Amaro e o coletivo feminista Não é Não Foto: Cedida pela assessoria de imprensa da Amaro

Dez mil tattoos serão distribuídas gratuitamente em blocos de carnaval, nos guide shops e parceiros da Amaro.

O Coletivo Não é Não foi criado em 2017 para dar visibilidade e combater o assédio contra as mulheres.

 

Leia mais:

Empoderamento feminino sem autoconhecimento pode criar ‘armadilhas’

Acompanhe o blog Lindeza nas redes sociais:

Facebook

Instagram