‘Não acho importante ser belo, acho importante se cuidar’, diz Juliana Foto: Lili Ferraz

Juliana Didone passou a maior parte dos seus 29 anos se dedicando a trabalhos em que a aparência estava sempre em destaque, já foi modelo e atuou no teatro e no cinema. Mas foi na televisão que mais teve exposição como atriz, participou de várias novelas da TV Globo, como ‘Malhação’, ‘Mulheres Apaixonadas’, ‘Passione’ e ‘Aquele Beijo’. Atualmente, ela interpreta as gêmeas Leila e Maria Clara na novela Pecado Mortal, da Record.

 Apesar da profissão e de alguns papéis de mulheres sensuais, Juliana não demonstra uma preocupação excessiva com a aparência, tem hábitos simples e considera que tem uma vaidade ‘saudável’. Leia o bate-papo com a atriz sobre beleza em que ela conta que também já errou o tom do loiro, bom, ela até pode ter errado uma vez, mas com certeza acertou outras tantas vezes.

– Você é muito preocupada com uma rotina de cuidados com a beleza?

Minha preocupação tem o lugar de me sentir disposta no meu dia a dia, gosto de correr, fazer ioga, beber bastante água, dormir com o rosto limpo; essas coisas.

– Qual é a importância da beleza para você?

Não acho importante ser belo, acho importante se cuidar, ter uma vida leve, feliz, em paz.

– O que não pode faltar na sua necessaire?

Cotonete, grampo, máscara para cílios e um batom no tom pêssego que serve de blush e sombra também.

– Você já fez alguma loucura pela beleza ou pagou algum mico?

Já errei o tom do loiro no cabelo. Ficou horrível! Eu estava em São Paulo, e de tanta vergonha da feiura que ficou fui embora para o Rio com um pano na cabeça pra ninguém se assustar comigo!

– O que é essencial para você quando o assunto é maquiagem, cabelos, unhas e pele? 

Pra mim, o menos é mais. Eu gosto do natural, do mais simples. Pouca maquiagem, cabelo seco ao vento e uma unha escura, ou clara, depende do desejo da semana.

– Qual é a beleza da vida para você? 

Ter a percepção da vida num lugar maior do que o eu, olhar para o outro com compaixão. Mergulhar no que me anima, no que eu desejo. Ter coragem de arriscar, de sonhar e ir. Estar com a natureza, maior beleza não existe!