Foto: Revista Essence

Hoje me deparei com os posts do perfil no Twitter ‘Não sou racista, mas’, bateu aquele desânimo da humanidade. Mas logo depois vi as fotos da atriz Lupita Nyong’o para a capa de março da revista ‘Essence’ – uma publicação focada no ‘estilo de vida, moda e beleza para as mulheres afro-americanas’. Entre as celebridades que já foram capa da Essence estão Michele Obama, Oprah e Beyoncé.

A indicada ao prêmio de melhor atriz coadjuvante no Oscar 2014 esbanja tanta beleza e luz nas fotos que até desfez aquele sentimento ruim e me fez esquecer por alguns instantes como ainda existe muito preconceito na nossa sociedade.

Nesse ensaio, a beleza de Lupita é destacada com batons e sombras de cores vibrantes. Aliás, nos tapetes vermelhos a atriz também aposta em tons que fogem dos neutros. Nas fotos para a revista Essence, as unhas aparecem com tons nudes, mas em uma das imagens chama atenção uma aplicação de brilhos.

Foto: Revista Essence

Antes que comentem ‘grande coisa, quero ver Lupita ser capa da Vogue’, eu respondo: sim, acredito que um dia a atriz será capa da Vogue e isso será maravilhoso, porque ela irradia beleza por onde passa; tapetes vermelhos e fotos de revista, qualquer revista que seja.

Em uma entrevista Lupita disse: ‘In many ways me being on the scene is doing for little girls everywhere what Oprah Winfrey and Whoopi Goldberg did for me.’ É, Lupita, além de te achar linda, concordo plenamente com você.

Foto: Revista Essence

Agora, quero saber sua opinião sobre uma revista focada em mulheres ‘afro-americanas’. Conte nos comentários se você acha que isso também é uma forma de racismo ou se é apenas um produto voltado para um público específico.