Foto: Raquel Cunha/Globo/Divulgação

RIO* – Foram nove anos trabalhando sem sentir prazer pela profissão. Grazi Massafera não gostava de ser atriz e trabalhava, segundo ela, por necessidade financeira. Em 2015, sua percepção mudou. Os elogios que recebeu por interpretar Larissa, uma ex-modelo que se afunda nas drogas e vai parar na Cracolândia, em Verdades Secretas a fizeram reavaliar os rumos de sua vida profissional. Hoje, garante estar na TV por amor.

Depois de sofrer rejeição por muitos colegas, incluindo veteranos, hoje ela se emociona por ser reconhecida por figuras emblemáticas da Globo. “Levei um susto quando a Nathalia Timberg me chamou pelo meu próprio nome”, disse ao E+.

Grazi já havia sido protagonista de uma novela, em 2013, mas tanto a personagem quanto a trama (A Flor do Caribe) não empolgaram. Hoje ela integra o time de protagonistas de O Outro Lado do Paraíso, nova novela das 21h, e diz ter encontrado o prazer no trabalho.

“Não tinha prazer em ser atriz, trabalhava por necessidade”, afirmou. “Eu não tinha uma profissão, e essa foi a profissão que surgiu para mim. Eu comecei a trabalhar como atriz por necessidade e fui me apaixonando aos poucos. Fiz o caminho inverso do que quase todos fazem. Todo mundo já entra apaixonado, quer ser ator e é isso que quer para a vida. Eu entrei para ganhar dinheiro, e a paixão foi acontecendo ao longo do caminho, porque tudo o que eu me proponho a fazer eu me dedico. Fui encontrando pelo caminho atores que eu admirava, e isso foi fazendo eu ter respeito pela profissão.”

A convite de Walcyr Carrasco e Mauro Mendonça Filho, a dupla por trás do fenômeno Verdades Secretas, ela foi adicionada ao elenco de O Outro Lado do Paraíso. “Não esperava que esse reencontro fosse acontecer tão rápido”, confessa. “Estava gravando A Lei do Amor havia um mês e recebi a ligação do Maurinho, e falei: ‘meu Deus, eu estou começando uma novela agora e você está me chamando para emendar. Acho que não tenho esse fôlego’. Mas como é um momento especial, poder voltar a trabalhar com eles, que foi o que virou a minha carreira, eu achei que valia a gratidão e o esforço físico, por isso que estou aqui. Mas estou bem cansada.”

Na nova novela, Grazi interpreta Lívia, uma mulher possessiva, debochada, ciumenta e transgressora. É definida como vilã, mas terá seus momentos doces na história, sobretudo no relacionamento com sua irmã, Estela (Juliana Caldas), que tem nanismo e é rejeitada pela mãe, Sophia (Marieta Severo). “É uma personagem que me dá muito trabalho, porque ela é muito diferente de quem eu sou na vida real”, pondera.

*O repórter viajou a convite da Globo