Muito se especulou sobre os rumos da série Glee após a morte do ator Cory Monteith, intérprete do personagem Finn, um dos protagonistas da trama musical. Ryan Murphy, criador da série, rompeu o silêncio em entrevista ao site TV Line e disse que haverá um hiato de tempo indeterminado.

Em conversa com sua equipe criativa, incluindo a atriz Lea Michele, namorada de Cory Monteith, ficou decidido que todos retornam ao trabalho no início de agosto para gravar dois episódios que já haviam sido escritos para a 5ª temporada, que estreia dia 26 de setembro na Fox (ainda não há data para o Brasil). O terceiro abordará a morte do personagem, que ganhará um tributo. Após isso, todos entram em férias, menos os escritores, que reescreverão a sinopse da nova fase e escolherão os novos rumos da história.

“Estamos escrevendo e você pode imaginar que é um episódio muito difícil de escrever. Tem que ser feito com muito cuidado e com muito carinho, para que tenhamos certeza de que seja um tributo a Cory”, disse Ryan Murphy. “Teremos um longo hiato para que os escritores possam reconfigurar esta temporada e arrumar as coisas em honra a Cory. É um momento muito difícil.”

Na entrevista, Ryan cogitou a possibilidade de adiar a estreia da 5ª temporada para novembro, ou até mesmo para janeiro de 2014, mas ouviu a um dos pedidos de Lea Michele e mudou de ideia. “Lea estava certa de que o melhor para a equipe era voltar a ficar junta mais cedo que mais tarde. Cory era tão amado que ela sentiu que os atores do elenco precisavam ficar juntos neste momento”.

Ryan Murphy também comentou sobre o estado de Lea Michele, que teria ficado devastada com a morte do namorado. “Nunca conheci uma garota com 26 anos de idade que fosse capaz de fazer o que ela fez na semana passada. Estou maravilhado com ela. Não vamos fazer nada que ela não queira fazer.”