REPRODUÇÃO/Guinness World Records

Um cão chamado Harbor, da raça Black and Tan (de origem norte-americana) e que vive no Colorado vai entrar para o livro dos recordes (Guinness Book 2012) por ter uma das maiores orelhas do planeta.

Desde pequeno o cachorro já mostrou sinais – ou melhor, orelhas – bem diferentes dos outros animais da mesma raça. Apesar dos Black and Tan terem por característica orelhas compridas, as do Harbor chegavam a ser tão grandes que ele tropeçava quando filhote.

Com o passar do tempo os tropeços diminuíram, mas as orelhas continuaram a crescer. Hoje, com oito anos de idade, elas medem 34,29 cm (a da direita) e 31,12 cm (a da esquerda). O cão é motivo de espanto para muitos quando a sua dona, Wert Jennifer, resolve levá-lo para passear e as fotos também fazem parte da vida desse novo modelo.

Ao contrário do que se possa imaginar e do que diz a crença popular, neste caso as orelhas grandes não servem para ouvir melhor, mas sim para ajudá-lo no faro, já que “varrem” os cheiros para o seu focinho.

Antes de Harbor, o detentor do título de mais orelhudo do mundo era um cão chamado Tigger, que morreu há dois anos e tinha orelhas com 27 cm cada uma, aproximadamente.