Finalistas do FAAP Moda desfilam suas coleções no Teatro FAAP nesta terça-feira (5/11) – Foto: Fernando Silveira / FAAP

A grande final do FAAP Moda está marcada para hoje (5/11), a partir das 21h, com transmissão ao vivo pela TV FAAP.

O corpo de juradas, que terá a difícil missão de escolher a coleção vencedora da noite, será formado apenas por mulheres, assim como as seis finalistas do concurso. Já estão confirmadas Ana Claudia Michels, Camila Espinosa, Carol Ribeiro, Carol Vassone, Fernanda Niemeyer, Gloria Coelho, Helena Lunardelli, Helena Montanarini, Isabela Fiorentino, Lilli Teddi, Lily Sarti, Manu Gavassi, Maria Rita Alonso, Rafaela Caniello, Renata Alhadeff, Renata Sarti, Susana Barbosa e Vivian Whitemam.

Haverá, ainda, a coleção escolhida pela votação do público, que poderá participar baixando o aplicativo do FAAP Moda, disponível para download, gratuito, nas versões IOs e Android.

Confira as coleções finalistas:

Da terra ao corpo – de Sabrina Rutowitcz

 

A coleção emergiu a partir da reflexão sobre como se enxerga as próprias riquezas e a vontade de expor as raízes culturais sob uma nova perspectiva, elevando o status que une a ancestralidade do artesanato e a modernidade de shapes. Os looks apresentam processos manuais sofisticados, com bordados minuciosos com sementes de acácia e coco, além de pedras naturais da região amazônica, cristais Swarovski e flores de seda. Todas as peças foram elaboradas a partir da técnica francesa Lunéville. A estudante utiliza tecidos naturais como a ráfia, juta e fibras de patchouli forrados com 100% linho, tingimentos trabalhados artesanalmente e acabamentos com botões de ráfia.

Epifania – de Bia Nardini

Coleção autobiográfica que veio à tona após a estudante passar por um doloroso processo de depressão. É inspirada nas séries “Ausência”, “Nostalgia” e “Brinca com Fogo”, do artista Lucas Simões. As peças foram construídas a partir de armações feitas de barbatana de aço que se assemelham a “gaiolas” e evocam a ideia do corpo aprisionado em si mesmo – materializando o sentimento que ficou marcado no passado.

Excesso Conexo – de Louise Coutinho

 

A aluna criou uma coleção a partir de sua leitura pessoal diante da saúde mental pelo excesso de informação que impacta o ser humano nos dias de hoje. A estudante investigou a partir da leitura do livro “A Geração Superficial”. A coleção possui sobreposições de forma contundente, criando looks que se apresentam com inúmeras camadas refletindo o que é excedente. As composições, muitas vezes, ganham dimensões que indagam o olhar. Os excessos também são explorados através da volumetria que é acentuada pelas múltiplas aplicações em formato de post-its.

Flesh and Bones – de Viktoria Ezequiel

 

A coleção é inspirada no fascínio, complexidade e perfeição da anatomia humana combinados à impactante obra do pintor Francis Bacon. A estudante percorreu as páginas de um antigo livro intitulado “Estudio de Los Huesos”, que discorre sobre a estrutura do corpo humano. A coleção chama a atenção para as construções instigantes do body, bermuda, hot pant e coletes, que exibem um trabalho minucioso de tiras vazadas finalizadas com rebite, além de plissados irregulares que criam movimento intenso. As mangas superalongadas sugerem deformações, em alusão à obra de Francis Bacon.

Geleia Geral – de Ana Clara Watanabe

Coleção masculina que busca compreender a formação do movimento Tropicalista a partir do conceito da Antropofagia proposto pelo poeta paulistano Oswald de Andrade. Os seis looks exibem silhuetas supervolumosas que brincam com a abstração do corpo e são favorecidas pela estrutura corporal robusta dos homens. A paleta de cores é composta por um mix de tons vivos, chamativos do neon que se misturam à coloração opaca, na qual aparece o branco transparente.

Metamorfose – de Maria Eugenia Albuquerque Boccuto

 

A coleção é inspirada na obra do artista ganense El Anatsui. A estudante utiliza técnica manual para se debruçar no aspecto sensorial e explorar texturas que são constituídas de diferentes matérias-primas como o algodão, a lã, a viscose e o plástico. A coleção apresenta silhuetas alongadas nada óbvias, em que cada look traz sempre a ideia de mesclar materiais em um jogo assimétrico criativo no qual camadas alternadas por tecidos lisos e elaborados no tear se sobrepõem de forma elegante – ora revelando ora ocultando partes da vestimenta e do corpo como os braços.

 

Para assistir ao vivo pela Internet:

Endereço: www.faap.br/tvfaap

Horário do desfile: a partir das 21h