Finalistas do 15º FAAP Moda (foto: Fernando Silveira)

A final do FAAP Moda está próxima de acontecer. Marcado para o dia 6 de novembro, o desfile que revelará o grande vencedor desta edição poderá ser acompanhado pela TV FAAP. O público poderá ainda votar na sua coleção preferida a partir do aplicativo do concurso, disponível para telefones celulares e tablets com sistema Android ou iOS.

Conheça os alunos finalistas e suas coleções:

 

Coleção Relicário

Vencedor da edição de 2017, Christopher Tanelli aposta na coleção Relicário, inspirada no diário de sua avó. O objetivo é retratar nos looks cada canto de uma casa de veraneio da família, retomando memórias daquele período. O estudante também utiliza a estética dos trajes das matriarcas russas, em representação à sua origem.

 

Coleção Sentimentos Materializados

Giulia Ferraro participa da final do concurso pela primeira vez. Sua coleção, denominada Sentimentos Materializados, é inspirada na melancolia.  A estudante iniciou sua pesquisa sob a ótica psicológica. Começou com a teoria humoral de Hipócrates, na qual retrata a bilis negra, passando pela filosofia de Aristóteles, que questiona por que todo ser de exceção – artista, poeta – é melancólico?. Depois, para construir os looks, seguiu para gênios melancólicos da poesia e da música, como Charles Baudelaire e o músico Ian Curtis (Joy Division).

 

Coleção O fetiche como a imortalização da imagem

A coleção O fetiche como a imortalização da imagem, assinada por Luisa Freire, que também participa pela primeira vez do FAAP Moda, é inspirada na obra fotográfica da artista Luiza Baldan, que investiga as dinâmicas urbanas e propõe transcender o objeto retratado, na busca por capturar sua espacialidade, texturas e cores. Os seis looks exibem silhuetas alongadas, em sua maioria, são pontuados pelos plissados, nervuras e assimetrias em menção às nuanças (repetitivas) do cotidiano.

 

Coleção Desconstrução do Ser

Inspirada no filme “2001 – Uma Odisséia do Espaço”, de Stanley Kubric, a coleção Desconstrução do ser, de Maria Carolina Baraldi, também traz referências do conceito filosófico do eterno retorno de Friedrich Nietzsche. A proposta está imbuída de referências que remetem ao futuro x passado,  sob a ótica de um ciclo espiralado cujo tempo se repete inexoravelmente. Essa também é a primeira participação da estudante.

 

Coleção Couro Humano

Em sua segunda participação no concurso, a estudante Samara Lara apresenta a coleção Couro Humano. Os looks criados partem de um minuncioso trabalho artesanal em cima do couro bovino. A aluna emprega uma técnica oriunda do século XVII e também fez pesquisas sobre as relações entre a pela humana e o couro. Artistas e designer internacionais como Tina Tina Gorjanc, Fatma Kizil, Nadipha Mantambo e a empresa Modern Meadow foram suas fontes de inspiração.

 

 

Coleção Grotto

A coleção da estudante Tarsila Moraes explora o estranho e o incomum, com o objetivo de subverter o olhar acomodado.  A estudante percorre um caminho para discutir a perspectiva do belo, a partir da palavra Grotto, que dá nome à coleção, e é um termo latino que significa gruta e dá origem à palavra grotesco. Tarsila iniciou sua pesquisa desfigurando inúmeros retratos fotográficos, por meio da  intervenção de elementos diversos, como cola silicone, plástico queimado, desenhos, cortes e recortes computadorizados, que resultaram em camadas e texturas inesperadas.

 

Final do FAAP Moda

Ao vivo, às 21h, pelo link: www.faap.br/tvfaap

>>Também será possível assistir pela página oficial da FAAP no Facebook (@nafaap)

>> Para votar, baixe o aplicativo 15º Concurso FAAP Moda