pixabay

Alguns objetos com formato possivelmente poético e talvez capazes de atrair a atenção de leitores de boa vontade.

+++

BORGIANA

Se me chamam de mau escritor, eu nego.

Nem escritor eu sou.

Quem escreve é meu alter ego.

 

CURRICULUM VITAE

Artista de primeira,

com materiais de segunda

construo obras de terceira.

 

HOMÔNIMO

Não, Scott Fitzgerald

não foi aquele

que inventou a emulsão.

 

MISSÃO

Se eu pela literatura

Um bem posso ainda fazer

É restringir-me à leitura

E nunca mais escrever.

 

DRUMMONDIANA

O segundo escritor

e o primeiro

se aplaudem

e falam mal do terceiro.

 

PERFIL

Não piscava, não sorria.

Era um desses

poetas de antologia.

 

REGRINHA

Não assuma ares de Ovídio

nem de Horácio. Seja você

e tudo ficará mais fácil.

 

DIAGNÓSTICO

Dói-me a alma

e também áreas externas

como os braços e as pernas.

 

APATIA

Ao morto já não importa

se inês de castro sobreviveu

ou se também está morta.

 

RITOS

É um poeta de academia

com todos os certificados

e a documentação em dia.

 

ORA ORA

Na gramática

vai bem sempre tudo

mas porém todavia contudo.

 

HERÁLDICA

No meu brasão

o leão rampante

é um cabrito derrapante.

 

MALES

Mais do que o fumo

mais do que o álcool

o vício do gramático

é o “h” aspirado.

 

NUMA BOA

Zurrem os burros ou não,

miem os gatos ou não miem,

dane-se tudo: carpe diem!

 

PARTICULARIDADE

Uma diferença:

o soneto é todo forma

e o haicai é todo essência.

 

CONCEITO

A poesia social

costuma ter pouco açúcar

e muito sal.

 

DISTRAÇÃO

Em manhãs de tédio

e tardes de aporrinhação

Deus sopra nuvens pelo céu

como bolhas de sabão.

 

PELA TANGENTE

Cor de rosa ou cor-de-rosa?

Se essa dúvida lhe vier,

Como sempre me vem,

Substitua por rosicler.

 

LETRA L

Molly Bloom

duplo sinônimo de antirrecato

nome de se falar lento

com a língua no palato.

 

MAKTUB

E todas as vertentes

para o lago eterno

aonde não chega som

vertem e verterão.