Foto: Estadão

Do bullying à fama, a subcelebridade menos ‘sub’ do Brasil estreia esta semana como madrinha do querido e novíssimo E- (sim, isso é um sinal de negativo; leia ‘E menos’).

No primeiro vídeo que ela gravou para nós, a apresentadora, empresária, atriz, bloguei… enfim, Geisy falou sobre as subcelebridades que, ao contrário dela, não conseguiram estender os 15 minutos de fama. Ela fez até um diagnóstico do que pode ter dado errado com cada uma delas.

Geisy ficou famosa quando foi hostilizada e ameaçada de linchamento na Uniban, universidade onde estudava, por usar um vestido rosa-choque considerado curto demais por alguns colegas.

Se você estava em outro planeta em 2009, vamos recapitular. Geisy chegou a ser expulsa da instituição (sim, acredite), sob a seguinte justificativa do reitor: “atitude provocativa da aluna, que buscou chamar a atenção para si por conta de gestos e modos de se expressar.”

Lógico que muita gente se posicionou a favor dela e a decisão foi revogada. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) lacrou ao afirmar que a expulsão era consequência de uma “mentalidade obscurantista e nefasta”.

Desde então, Geisy não saiu mais da mídia. Ela virou apresentadora, empresária, atriz, blogueira, modelo, posou nua e fez até ninfoplastia (cirurgia plástica na vagina) por consequência da fama. Agora, para a nossa alegria, Geisy aceitou o convite do E+ para ser a madrinha do E-.

Divirta-se com a primeira participação dela no blog: