criança sorrindo

Um dos principais objetivos dos pais deve ser ajudar nossos filhos a serem pessoas inteligentes, equilibradas e felizes. Para isso devemos ajudar a desenvolver a autoestima em nossas crianças.

A autoestima é um conceito de autoavaliação. É um sentimento íntimo da criança; uma resposta à pergunta: quem sou eu? Essa auto-avaliação decorre do que a criança percebe que as pessoas pensam dela. Os adultos são os espelhos em que as crianças se vêem.

Nesse sentido, a criança com uma boa imagem de si mesma, será ativa, curiosa e capaz, porque estará preparada para vencer dificuldades e superar frustrações.

Uma criança com boa autoestima não fica abalada com comentários negativos e, quando não sabe alguma coisa, pede ajuda. Por outro lado, a criança com baixa autoestima se sente rotulada e incapaz; desiste facilmente.

O que fazer para aumentar a autoestima do seu filho?

1) Sempre dizer a verdade.

2) Confiar na criança (eu sei que você é capaz de jogar esta fralda no lixo).

3) Elogiar muito: para cada crítica fazer dez elogios.

4) Evitar julgamentos, sempre criticar a ação e não a criança (diga “você se sujou”, em vez de dizer “você é um porquinho”).

5) Não projetar expectativas e testar a criança.

6) Não fazer comentários negativos na frente da criança.

7) Não compará-la com os irmãos ou outras crianças. (¨Veja como seu irmão é obediente”.)

8) Usar o subconsciente a nosso favor: dar atenção quando a criança estiver se comportando bem ao invés de criticar quando esteja agindo mal.

9) Mostrar que também erramos, que lutamos para melhorar.

10) Ter um projeto educativo, tendo poucas regras, realistas e claras.

11) Dedicar tempo à criança.

12) Dar amor, brincando e lendo para ela.