As dicas de especialistas de como sobreviver a uma noitada e recuperar-se dos excessos

ressaca_abertura_Pixabay

Foto: Pixabay

NOS DIAS DA FOLIA

Durante o carnaval, é muito comum cometermos alguns excessos, principalmente no que se refere à ingestão de álcool. E quem sofre com isto é nosso corpo – especialmente o estômago, o intestino e o fígado. Por consequência, no dia seguinte, vêm os sintomas clássicos, tais como: diarreia, vômito, dor de cabeça e azia.

Para que esses efeitos pós-carnaval sejam minimizados, devemos ter alguns cuidados básicos com o corpo e com a pele. Consultamos duas especialistas que dão dicas práticas de como se preparar para as comemorações do carnaval e recuperar-se dos excessos no day after.

Uma dieta à base de de carboidratos dá energia e ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue. Foto: Pexels

Se vai beber, é melhor alimentar-se bem para que os efeitos do álcool sejam minimizados. “Manter a rotina do dia saudável antes da folia garante a curtição até o final”, alerta Analice Sbroggio, nutricionista clínica e funcional. Analice aconselha a ingestão de carboidratos, que são aqueles alimentos que dão energia e ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue. “Batata doce, mandioca, inhame, arroz integral e também uma massa integral são alimentos bem vindos e funcionais”, complementa a nutricionista e também personal diet.

A hidratação também é essencial para manter o organismo em equilíbrio e em pleno funcionamento. “Uma dica é consumir sucos funcionais toda manhã, logo ao acordar – nos dias de folia e nos pós-folia. Ao longo do dia, consumir água filtrada mineral, de preferência alcalina – entre pH de 7,5 a 9,5”, aconselha Analice.

hidratação

Chás gelados são boas alternativas para uma hidratação saudável. Foto: Unsplash

O consumo de chás também é válido e super saudável. Um chá gelado de erva cidreira batido com pedaços da erva, limão, gengibre e canela ajuda a despertar e reidratar o corpo. Analice Sbroggio sugere que ele seja ingerido 3 vezes ao dia.

Se a temida ressaca for inevitável, Analice é categórica: “não existe milagre! Se beber muito, terá os efeitos cetogênicos do álcool no organismo”, onde se leem: sonolência, hipotermia, mau hálito, boca seca, lentidão no raciocínio e demais efeitos individuais. “Existe um composto em pó vendido em farmácias com componentes hidroeletrolíticos como potássio, magnésio e sódio, que são os famosos repositores de minerais. Funciona como se fosse um soro caseiro”, aconselha a especialista, sugerindo a ingestão do preparado para superar a má disposição, reidratar e recuperar a energia.

ressaca

Sonolência, hipotermia, mau hálito, boca seca, lentidão no raciocínio e dor de cabeça são sintomas da ressaca. Foto: Pixabay

Além de estar com as refeições em dia, ou seja, não ficar em jejum, Analice indica um truque que pode ajudar na formação física das mucosas do estomâgo e do intestino, diminuindo a absorção do álcool: ingerir um mix de fibras, como por exemplo, farelo de linhaça ou aveia, com uma colher de sopa de óleo de coco. Mas ela adverte: “assim como o excesso de álcool, as fibras e óleos podem causar um aumento da motilidade intestinal, fazendo com que seu intestino trabalhe mais rapidamente”. Entendeu? Então, não exagere!

DETOX E RECUPERAÇÃO

“Alguns alimentos têm potencial de desintoxicação e auxiliam na eliminação das toxinas do organismo, mas vale ressaltar que eles apenas auxiliam neste processo”, adverte Aline Barreiros, nutricionista pela UNIFESP e especialista em oncologia pelo Hospital Sírio Libanês. De acordo com a especialista, o processo de desintoxicação – a famosa ‘dieta detox’ – dura semanas, com alimentos específicos, que agem principalmente no fígado. “Para isso, é de suma importância que se procure um nutricionista capacitado para ajudar neste processo, completa Aline.

water-drink-detox-detox-water-122444

Alguns alimentos têm potencial de desintoxicação e auxiliam na eliminação de toxinas existentes no organismo. Foto: Pexels

Segundo Aline, alguns chás como o verde, o de camomila e o de erva-cidreira também auxiliam na eliminação de toxinas. Os chás de camomila, de hortelã e de alecrim, têm ação digestiva e são considerados calmantes gástricos. Ambos são boas opções para ajudar na recuperação do organismo.

Receita de Aline para um suco detox:

* ½ mamão papaya
* 05 framboesas
* 01 folha de couve
* 01 colher de sopa de chia
* Gengibre a gosto
Bata todos os ingredientes num liquidificador com um pouco de água. Tome com gelo (opcional).

Para compensar o organismo mais rapidamente pelos excessos cometidos, “quanto mais rápido entrar na rotina de sono, descanso, alimentação e hidratação, melhor é”, aconselha a nutricionista Analice Sbroggio.

OÁSIS URBANO

Se a diversão foi extrema, você – e seu corpo – merecem uma compensação. Para absolver-se dos ‘pecados’ cometidos, que tal uma sessão de relaxamento, bem-estar e equilíbrio entre corpo e mente?

Sala de terapia do Ashiatsu, no Aigai Spa. Foto: Divulgação

O Aigai Spa, em São Paulo, oferece o Ashiatsu, terapia ancestral praticada há séculos pelos monges budistas; a massoterapeuta utiliza a pressão dos pés em vários pontos do corpo, apoiando-se em barras suspensas no teto; ela proporciona uma estimulação muscular profunda e relaxante. Aumento da circulação, ativação do sistema linfático e liberação das toxinas do corpo evitando os inchaços são alguns dos benefícios que o Ashiatsu traz, além de combater a fadiga muscular.

Serviço:
Aigai SPA | Rua dos Macunis, 397 | Tel.: (11) 3034-3939
www.aigaispa.com.br

O DAY AFTER

Cansaço, olheiras, pele baça e desidratada. Indicamos 3 produtos que podem ser seus aliados na hora de reparar os danos causados à pele:

shopping_day_after

1. Anti-Fatigue Eye (R$159): gel para a região dos olhos, ajuda no combate a bolsas e olheiras. 2. Bderm + Emulsão Facial (R$198): hidrata profundamente e refresca a pele. 3. Skin Boost (R$126): sérum revitalizante com vitamina C, ideal para revitalizar a pele.