O bem-estar é o centro das experiências no Grand House (Foto: Divulgação)

E aí, beleza?

Portugal está na crista da onda e cada vez mais, surpreende o público brasileiro que se tornou fã do país ultimamente, principalmente com os recentes prêmios do turismo: foi eleito pela Condé Nast Traveller (a revista de viagens mais influente do mundo) como terceiro melhor destino do mundo, ficando atrás, apenas, de Indonésia e Tailândia.

Não é à toa que Portugal têm se destacado no cenário internacional como destino must go: clima ameno, gastronomia incrível, incluindo os vinhos espetaculares e relativamente baratos, praias maravilhosas, custo de vida baixo, comparado aos demais países europeus. De norte a sul do país, há muitas e boas ofertas hoteleiras, desde turismo rural, grandes resorts e hotéis butiques. Todavia, um hotel, em específico chama a atenção por seu conceito único e por proporcionar aos hóspedes experiências de bem-estar que encantam pela originalidade.

A marina e a a avenida onde fica o hotel (Foto: Divulgação)

Grand no nome, autêntico nos detalhes: o Grand House Algarve é sem dúvida uma pequena-grande descoberta em Portugal e por isso mesmo, esse destino incrível deve entrar na sua wish list para 2020! Vamos a ele.

Canais secretos (rias), dunas selvagens e praias de areia dourada da costa Atlântica fazem parte desse cenário paradisíaco. O charme de antigas vilas de pescadores, a deliciosa e confortante gastronomia algarvia e claro, os vinhos, fazem desse lugar um eldorado secreto. Esqueça a badalação de Portimão, o frenesim de Albufeira ou a ostentação de Vilamoura. Aqui, a magia da confluência entre o rio e o mar, as experiências únicas de bem-estar e a beleza ímpar fazem dessa região do Algarve – quase que desconhecida da grande massa de turistas – um must go.

Vista de um dos quartos (Foto: Divulgação)

É na divisa entre Portugal e Espanha, junto ao Rio Guadiana, onde surge este hotel de charme que entrou recentemente para a cobiçada lista da publicação de hotéis e restaurantes de luxo, Relais & Châteaux. Graças às suas localizações excepcionais, ao charme da sua arquitetura, à história singular e ao talento dos seus chefs, estas propriedades cheias de caráter abrem novas janelas ao mundo dos viajantes.

A decoração tem ares praianos (Foto: Divulgação)

Com ares praianos, o imponente casarão de estilo pombalino não passa indiferente na principal avenida de Vila Real de Santo Antônio, na ponta extrema do Algarve. O hotel mais antigo do Algarve, que em tempos foi propriedade de magnatas das conservas, ganhou nova vida e se fez Grand: o Grand House Algarve é, em tudo, diferenciador. Seja pelo simples fato de ter um edifício histórico e cheio de caráter na sua gênese, seja elegendo um hotel original de 1926, do período Art Noveau, encomendado ao arquiteto suíço Ernesto Korrodi. Sob o mote “Ain’t Life Grand” (A vida não é grande?), a decoração e o ambiente do Grand House transportam-nos para os fabulosos anos 20, ao estilo do Great Gatsby. O Grand House é um hotel da era Belle Époque – antigo Hotel Guadiana – datado de 1929.

Fachada do Grande House Algarve (Foto: Divulgação)

Já no interior do edifício, um belo balcão de bar, todo em madeira original, é um convite indecente para provar um dos coquetéis de autor. A pequena biblioteca – com vista para o rio – e também uma sala de estar com uma enorme gaiola (com periquitos verdadeiros), fascinam quem lá chega.

Os trinta quartos e suítes – todos eles revestidos de luz natural e histórias – estão cuidadosamente decorados com detalhes de época, sancas ornamentadas e lustres de cristal. Um luxo “eclético”, orgânico, na sua forma mais multifacetada: vibrante e carismático, por vezes excêntrico, talvez peculiar; sofisticado, mas não pomposo. Lá, o luxo é sinônimo de qualidade, de atenção aos detalhes, de bem servir e de atender às necessidades específicas do viajante, com requinte e simplicidade, ao mesmo tempo. É sentir-se em casa, mesmo estando longe dela.

Os amenities são todos grifados (Foto: Divulgação)

Os amenities, todos eles grifados, fazem a alegria dos hóspedes: pasta de dente e enxaguatório bucal Marvis; espuma de barbear Proraso e champú, condicionador e sabonete líquido C.O.Bigelow.

O café da manhã servido diariamente no Grand Salon (o restaurante do Hotel) impressiona pela impecável seleção de queijos e enchidos, sucos naturais ou ainda uma carta de “ovos”, com ovos Benedict, omeletes, além das panquecas doces. E aqui, o conceito de “pequeno almoço” é elevado a outro nível, com a vista da mariana e do rio Guadiana. Os grandes ventiladores de teto, com as pás em madeira, cadeiras em palha e as enormes janelas e uma meia luz… momentos para serem eternizados.

No restaurante Grand Salon, pode optar por jantar à carta, ou por um dos menus degustação de cinco ou três pratos, ao jantar, e a ementa muda todas as semanas. Pode inclusive fazer uma harmonização com vinhos. A base é a gastronomia portuguesa e os produtos sazonais, que o chef Jan Stechemesser procura junto de fornecedores locais.

O Grand Salon, restaurante do hotel (Foto: Divulgação)

Os interiores banhados por luz natural combinam elementos divertidos da Art Déco com o imponente estilo colonial português, presente em muitos países em todo o mundo. Contudo, os “loucos anos vinte” inspiraram a música ambiente, os impressos e muitos móveis. O Grand House corresponde a tudo que se pode esperar de um hotel como esse: atendimento pessoal e personalizado, repleto de grandes momentos e memórias, genuína hospitalidade de um povo que sabe receber.

O hotel não tem um Spa, contudo, há uma Wellness suite, onde se pode agendar e receber uma massagem à base de sal, um dos produtos de excelência que existe nas proximidades.

Piscina com borda infinita do Grand Beach Club (Foto: Divulgação)

A 2 km do hotel, na Ponta da Areia, encontra-se o Grand Beach Club, um restaurante, bar & beach club num registro mais descontraído, mas ainda assim exclusivo, só para hóspedes. Um almoço no restaurante ou à beira da piscina de borda infinita será sempre diversão garantida, com uma gastronomia inspirada nos produtos da terra e do mar. Brinde com uma taça de espumante e não sai de lá sem comer a muxama, um atum seco que é uma espécie de presunto Parma.

Mas é sobretudo o serviço e a atenção aos hóspedes que distinguem o Grand House Algarve. Há 13 “Grand Experiences” à escolha, todas elas adaptáveis à medida dos desejos de cada um. Para quem quer privilegiar o contato com a natureza, há passeios de barco na Ria Formosa, uma reserva natural que é casa de espécies únicas no mundo, ou visitas a salinas com produção artesanal de flor de sal. Aqui, tanto pode desfrutar duma sessão de spa ao ar livre, com envolvimento em argilas, ou fazer uma sessão de flutuação numa espécie de “Mar Morto Português”. Pode ainda optar por um passeio cultural pela “Petit Lisbonne”, as ruas projetadas pelo Marquês de Pombal no século XVIII, ou por um dia tranquilo entre leituras, no ambiente colonial do Grand Salon, na sala de estar com vista para a marina, ou na biblioteca, com livros de viagem de todo o mundo. Há também o passeio de girocóptero, para vistas incríveis das redondezas.

A cerca de 50 metros do hotel, abrirá ainda este ano, no outono, a Grand Gallery, o edifício mais antigo de Vila Real de Santo Antônio. O espaço do piso térreo será convertido no Grand Café, uma “concept boutique store” com decoração do séc. XIX, que irá receber turistas e locais num espaço que reúne um café, sala para workshops e exposições, e loja com artigos de decoração e peças de arte local para venda. Haverá ainda um “members club”, que será ponto de encontro de tertúlias literárias, provas de vinhos ou de charutos, com particular enfoque nas viagens.

“Trabalhamos para que a experiência de cada pessoa seja única e memorável”, garante a diretora geral do Grand House, Marita Barth. E conseguem, com louvor.

Os preços do Grand House variam consoante a tipologia e a temporada, entre os €200 e os €1080, por quarto/suite, para duas pessoas com café da manhã.

Grand House Algarve
Av. da República nº 171, Vila Real de Santo Antônio
Tel: + 351 281 530 290
www.grandhousealgarve.com