emivieira/Creative Commons

emivieira/Creative Commons

Mentalmente, Ella revisa cada passo, cada fala, cada gesto. E tenta manter o equilibrio e a quantidade de palavras exatas.
Durante o banho, um sabonete neutro e logo após, passa delicadamente e no corpo todo, o óleo trifásico de pitanga (cheiro suave, cítrico, refrescante e sensual).
Flutua em pensamentos enquanto escolhe o vestido ideal, a bolsa e o sapato. Unhas perfeitamente pintadas de vermelho (sua cor favorita de esmalte), que realça a cor da pele e o contorno de suas mãos pequenas.
Em frente aos espelho, passa suavemente o batom de cor delicada e o rímel preto nos olhos… suspira.
Na verdade, nem se dá conta de todas as coisas que está fazendo, perdida em seus pensamentos.

Revisa, mais uma vez em frente ao espelho, os textos, a roupa, os lábios e quando vê que está tudo como havia planejado, pega as chaves do carro, a bolsa, a caixa e segue.

Enquanto dirige, poe uma música suave para relaxar. E relembra cada momento, cada olhar, cada gesto e cada falta de resposta. Olha pro relógio e sente um frio na espinha, acelera o carro com cautela e presta mais atenção ao caminho e ao trânsito, do que aos seus pensamentos.

Chega ao local impecável. Pega sua bolsa, a caixa e entra. Elle está sozinho em uma mesa a luz de velas. Aparenta um pouco de impaciência, mas assim que a vê, levanta-se e abre o sorriso mais maravilhoso, que Ella já viu.
Ella suspira aliviada, não estava atrasada, mas ao ver o sorriso dElle, se sente mais tranquila e derrete-se. Mas mantém a postura.

Cumprimentam-se com um suave beijo no rosto e um meio sorriso (tímido). Sentam-se lado a lado e Ella poe a bolsa e a caixa, em outra cadeira, de frente a dElle. Elle serve a bebida e os dois conversam baixinho, com sorrisos soltos.
Antes de chegar a refeição, Ella pega a caixa e pede que a abra.
Elle abre lentamente. Seus olhos brilham. Elle sorri olhando para ella carinhosamente.
Lê o cartão, pergunta se Ella ‘tem certeza’. Ella responde que ‘sim’.
Então, suavemente toca seu rosto com as duas mãos e a beija com tanta paixão, que a faz perder o fôlego.

Recuperada do beijo que tanto aguardou, mas ainda vermelha, Ella agora o vê com outros olhos.
E consegue se ver nos olhos dElle, com tanta clareza, que não é mais preciso ser dita uma só palavra.

Leia também: