Rodrigo Farhat/Creative Commons

Rodrigo Farhat/Creative Commons

E Ella, sem pensar em nada, fica na ponta dos pés, toca o rosto dElle delicadamente com as duas mãos e o beija na boca.
Elle surpreso, fecha os olhos e corresponde o beijo, segura firme a cintura della com a mão esquerda, puxando-a para mais perto de seu corpo, enquanto que a mão direita está na nuca.

Ella tira suas mãos do rosto dElle e por debaixo dos braços, acaricia suas costas. Ora friccionando, ora roçando os dedos por cima da camiseta, em toques que sobem e descem por toda as costas. Até que, levanta a camiseta dElle e toca sua pele, que se arrepia imediatamente, pois suas mãos estão frias por causa do nervosismo.

Elle acaricia a cintura della e quadris com uma mão e com a outra, move sua cabeça, segurando-a pela nuca e às vezes pelo cabelo, de forma a beijá-la com mais intensidade e volúpia.

Estão a sós, na sala da casa delle. Não há ninguém por perto ou qualquer outro som, que não os beijos e o toque nas roupas. As coisas começam a esquentar e esquentar cada vez mais.

Ella agora passa os dedos por dentro da calça jeans delle, toca sua ‘underwear‘ e finalmente sua pele, elle geme baixinho, imaginando o que está por vir. Elle toca a barriga della por debaixo da blusa, ella também geme, um pouco mais alto que elle. Mas sem que elle perceba, ella segura a camiseta delle com força e puxa pra cima, tirando-a e interrompendo o beijo. E ella se afasta com um olhar sexy. E sobe o primeiro degrau da escada, que vai para a parte de cima da casa, onde está o quarto. Com um gesto rápido tira sua blusa, revelando sua lingerie preta e transparente. E sobe mais um segundo degrau.

Elle morde os lábios e anda lentamente até ella, beija-a intensamente e senta-a na escada acariciando sua pele, pernas e tirando as sandálias, a deita sob a escada. Passam alguns minutos se beijando e se acariciando e quando elle menos espera, ella foge de seus braços novamente. E sobe mais três degraus, tirando de forma insinuante a calça jeans. Olha pra elle, sorri, morde os lábios e sai correndo para o quarto delle.

Elle sai correndo atrás della e a encontra deitada na cama, somente de lingerie. Elle chega bem devagar, a abraça, a beija e tira a parte de cima da lingerie, ella revida e abre o botão da calça jeans e o zíper, bem devagarzinho e com os pés empurra a calça delle até o chão.

Elles começam a se beijar e rolar na cama, sem perceber a noção de espaço, tempo, lugar. De repente Elle cai no chão. Nu, suado, tremendo, adrenalina a mil, cheio de desejo e percebe que foi apenas mais um sonho. Esta em seu quarto sozinho e vazio.

Ainda deitado no chão, poe as mãos na cabeça, fecha os olhos apertando-os. Talvez se concentrando para tentar sentir o cheiro della em sua pele, no quarto e em todo lugar. Mas não sente nada.

Se sente confuso, mas a única coisa que o tranquiliza é a imagem do sorriso dElla em sua mente. Elle sorri também e de olhos fechados lembra de alguns momentos juntos. Lentamente vai se acalmando, levantando do chão e deita na cama com os braços abertos. E sua mão toca o celular na cama, elle puxa pra mais perto e lê a última mensagem. É dElla, dizendo: “Boa noite”. Elle já não consegue mais tirá-la do pensamento.

Novas crônicas toda quarta-feira.